Nome da Disciplina
TÉCNICAS RETROSP. PROJ. DE ARQUIT. E URB.
CÓDIGO
0120163
Carga Horária
136 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
8
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
6
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
8
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVACAO 6 / Sem
exame

Ementa

Patrimônio histórico. Renovação urbana com abrangência de bairro. Prática de renovação urbana com abrangência de bairro e reciclagem de edificações. Relações da área de intervenção com a cidade. Levantamentos (morfotipológico e topoceptivo), diagnóstico e adequação das redes de infraestrutura urbana. Proposições do regime urbanístico e exercícios de desenho urbano com aplicação simulada. Levantamento arquitetônico de edificações de interesse patrimonial. Elaboração de programa de necessidades, estudo preliminar, anteprojeto e memoriais. Aplicação das teorias de restauro na consolidação do sistema estrutural, materiais de construção e de acabamentos e compatibilização de novas instalações prediais.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Unidade 1 – Projeto urbano:
1.1. Levantamento urbanístico abrangendo infraestrutura, usos do solo, dimensão morfotipológica e topoceptiva, histórico, legislação, sistema viário.
1.2. Projeto urbano: diretrizes de requalificação urbana e preservação. Diretrizes de ocupação do solo (IA, TO, alturas, recuos, atividades, permeabilidade, tipologias, etc.). Indicações dos níveis/prioridades de preservação do patrimônio cultural e / ou natural. Placas e letreiros, sistema viário e sinalização. Adaptações para portadores de necessidades especiais. Moderação de tráfego. Definição dos níveis (padrões) de desenvolvimento pretendido, com metodologia e instrumentos, atividades, usos, agrupamentos em unidades espaciais, caracterização da morfologia. Definição de equipamentos, de espaços abertos, de sistema viário e demandas de transportes públicos, instalações de infraestrutura e mobiliário urbano. Alterações de parcelamento, quando pertinentes. Interfaces com paisagem natural (quando pertinentes). Desenho urbano: sistema viário, com desenho de vias, gabaritos, dimensões e materiais.
Unidade 2 – Projeto arquitetônico:
2.1. Levantamento arquitetônico completo, incluindo esquadrias. Análise morfotipológica. Patologias e respectivo diagnóstico.
2.2. Projeto arquitetônico (nível de anteprojeto): Proposição de novos usos para edificações antigas. Compatibilização de edificações novas com precedentes, de acordo com a tipologia, nível de preservação do precedente e demais especificidades da edificação escolhida para intervenção; elaboração de desenhos e maquetes.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BAGLIONI, A.; GUARNERIO, G. La Rehabilitación de Edifícios Urbanos. Barcelona, Gustavo Gili, s.d.
  • CABRITA, António Reis; AGUIAR,José; APPLETON, João. Manual de apoio à reabilitação dos edifícios do Bairro Alto. — Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa, Pelouro da Reabilitação Urbana – Núcleos Históricos, Laboratório Nacional de Engenharia Civil, 1992.
  • CANIGGIA, Gianfranco; MAFFEI, Gian Luigi. Tipologia de la edificación. Madrid: Celeste Ediciones, 1995.
  • CANTACUZINO, Sherban. Nuevos Usos para Edifícios Antigos. Barcelona, Gustavo Gili, 1979.
  • DEL RIO, Vicente. Introdução ao Desenho Urbano no Processo de Planejamento. São Paulo, Pini, 1990.
  • DUPLAY, Clarice et Michel. Méthode Illustrée de Création Architecturale. Paris, Ëditions du Moniteur, 1985.
  • FERRARI, Celson. Curso de Planejamento Municipal Integrado. São Paulo: Pioneira Editora, 1977.
  • JANTZEN, Sylvio Arnoldo e OLIVEIRA, Ana Lúcia. Renovação Urbana e Reciclagem: orientação para prática de ateliê. Pelotas: Ed. Gráfica Livraria Mundial, 1996.
  • KOHLSDORF, Maria Elaine. A apreensão da forma da cidade. Brasília: Editora da UNB, 1996.
  • LAMAS, José Ressano Garcia. Morfologia urbana e desenho da cidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2000.
  • WEIMER, Günter. Estruturas sociais gaúchas e arquitetura. In: Arquitetura no Rio Grande do Sul. [Paulo Iroquez Bertussi et alii]. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1983.
  • ——————. Origem e evolução das cidades rio grandenses. Porto Alegre: Livraria do Arquiteto, 2004.

Bibliografia Complementar:

  • ANSAY, Pierre; SCHOONBRODT, René. Penser la ville. Bruxelles: Archives d’Architecture Moderne, 1989.
  • ARANTES, Antonio Augusto (org.). Produzindo o passado. São Paulo: Brasiliense, 1984.
  • ARGAN, Giulio Carlo. História da arte como história da cidade. São Paulo, Martins Fontes, 1998.
  • BENEVOLO, Leonardo. História da cidade. São Paulo: Perspectiva, 1983.
  • ————————. Los Orígenes Del Urbanismo Moderno. Madrid: Blume, 1979.
  • BOITO, Camilo. Os Restauradores. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.
  • BRANDI, Cesare. Les deux voies de la critique. Paris: Mark Vokar Éditeur, 1989.
  • ——————. Théorie de la restauration. Paris: MONUM, Éditions du Patrimoine, 2000. [título que existe em espanhol e também em português]
  • CASTELLS, Manuel. La Cuestión Urbana. Madrid, Siglo Veintiuno de Espanha editores S.A., 1974.
  • CERVELLATI, Pier Luigi; SCANNAVINI, Roberto. Bologna. Barcelona: Gustavo Gili, 1976.
  • CHOAY, Françoise. O Urbanismo. São Paulo: Prespectiva, 1979.
  • ————————. A Alegoria do patrimônio. São Paulo: Estação Liberdade: Editora UNESP, 2001.
  • CULLEN, Gordon. El Paisaje Urbano. Barcelona, Editorial Blume Labor, 1974. [Há versão brasileira publ. p/ Martins Fontes.]
  • ECLETISMO NA ARQUITETURA BRASILEIRA. [Annateresa Fabris, org.] São Paulo: Nobel; Editora da Universidade de São Paulo, 1987.
  • FLETCHER, [Sir] Banister. Sir Banister Fletcher’s A History of Architecture. Twentieth Edition, 1996. Edited by Dan Cruikshank. London: The Royal Institute of British Architects and The University of London, (The) Architectural Press, 1996.
  • GABRIEL, Jean François. Classical Architecture for the Twenty first Century. New York: W. W. Norton & Company, 2004.
  • GINDROZ, Ray. The Urban Design Handbook. New York: W. W. Norton & Co., 2003.
  • GROMORT, Georges. Essai sur la Théorie de l’Architecture. Cours professé a l’École Superieure des Beaux Arts (1937 1940). Paris: Éditions Charles Massin, 1983.
  • ——————. The Elements of Classical Architecture. New York; London: W. W. Norton & Company, 2001.
  • JACOBS, Jane. Morte e vida de grandes cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
  • KOSTOF, Spiro. Die Anatomie der Stadt: Geschichte städtischer Strukturen. Frankfurt am Main; New York: Campus Verlag, 1993.
  • ——————. El arquitecto: historia de una profesión. Madrid: Cátedra, 1984.
  • ——————. Das Gesicht der Stadt: Geschichte der städtischer Vielfalt. Frankfurt am Main; New York: Campus Verlag, 1992. [títulos que existem em inglês].
  • LEUPEN, Bernard; et alii. [GRAFE, Christoph; KÖRNIG, Nicola; LAMPE, Mark; ZEEUW, Peter de] Proyecto y análisis. Barcelona: Gustavo Gili, 1999.
  • LYNCH, Kevin. A Imagem da Cidade. São Paulo, Martins Fontes Editora Ltda., 1960.
  • LYNCH, Kevin. De qué Tiempo es este Lugar. Barcelona, Gustavo Gili, 1972.
  • MANGIN, David; PANERAI, Philippe. Projet urbain. Marseille: Éditions Parenthèses; 1999.
  • MOUZON, Stephen A. Traditional construction patterns. New York: McGraw Hill, 2004.
  • MUMFORD, Lewis. A cidade na história (2 vols.). Belo Horizonte: Itatiaia, 1965.
  • MINISTÈRE DE L’EQUIPEMENT. Rehabilitación de la Vivienda. Guía práctica. Barcelona, Gustavo Gili, 1980.
  • ONIANS, John. Bearers of Meaning. Princeton: Princeton University Press, 1988.
  • PANERAI, Philippe (et alii). Elementos de análisis urbano. Madrid: IEAL, 1983.
  • QUATREMÈRE DE QUINCY, Antoine Chrysosthome. Dizionario Storico di Architettura. Venezia: Marsilio Editori, 1985.
  • PRINZ, Dieter. Urbanismo I e II. Lisboa: Editorial Presença, 1984.
  • REIS FILHO, Nestor Goulart. Evolução urbana do Brasil. São Paulo: Livraria Pioneira Editora; Editora da Universidade de São Paulo, 1968.
  • RODRIGUES, Ferdinando. Desenho urbano: cabeça, campo e prancheta. São Paulo, Projeto, 1986.
  • ROSSI, Aldo. A arquitetura da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1995.
  • SANTOS, Carlos Nelson F. dos. A Cidade como um Jogo de Cartas. Niterói, UFF, EDUFF, São Paulo, Projeto Editores, 1988.
  • SANTOS, Carlos Nelson F. dos. Quando a Rua vira Casa. São Paulo, Ed. Projeto, 1985.
  • WATSON, Donald (ed.). Time Saver Standards for Urban Design. New York, McGraw Hill, 2003.

Página gerada em 23/10/2019 15:21:04 (consulta levou 0.148876s)