Nome da Atividade
HISTÓRIA DA EXPANSÃO PORTUGUESA
CÓDIGO
1660092
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

A disciplina visa a compreender a formação e o desenvolvimento do império ultramarino português desde a ocupação de Ceuta, em 1415 até o reconhecimento da independência do Brasil, em 1825.

Objetivos

Objetivo Geral:

A disciplina de História do Brasil pouco se concentra sobre a história da expansão portuguesa fora da América, portanto esta disciplina tem como objetivos: estudar aspectos da história da expansão portuguesa na África e na Ásia até o advento do liberalismo, em princípios do século XIX.

Conteúdo Programático

1. Antecedentes da expansão marítima 2. A expansão portuguesa na África islâmica 3. A expansão portuguesa na África negra 4. A construção do Estado da Índia 5. Os portugueses no extremo Oriente: China e Índia

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti. História da Expansão Portuguesa. Lisboa: Círculo de Leitores, 1998. BOXER, Charles R. A Igreja Militante e a Expansão Ibérica. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. BOXER, Charles R. O Império Marítimo Português, 1415-1825. São Paulo: Companhia das Letras, 2002. RUSSEL-WOOD, A. J. R. Um Mundo em Movimento: Os Portugueses na África, Ásia e América (1415-1808). Lisboa: Difel, 1998. TENGARRINHA, José (org.). História de Portugal. 2ª ed. São Paulo: Edusc/Unesp, Lisboa: Instituto Camões, 2001.

Bibliografia Complementar:

  • AVONTO, Luigi. Gli Italiani e l’Espansione Marittima Portoghese. Perugia: Guerra, 2000. BOXER, Charles R. A Índia Portuguesa em Meados do Século XVII. Lisboa: Edições 70, 1982. BOXER, Charles R. A Mulher na Expansão Ultramarina Ibérica (1415-1815): Alguns factos, ideias e personalidades. Lisboa: Horizonte, 1977. BOXER, Charles R. Portuguese Society in the Tropics: The Municipal Councils of Goa, Macao, Bahia, and Luanda, 1500-1800. Madison and Milwaukee: The University of Wisconsin Press, 1965. BOXER, Charles R. Relações Raciais no Império Colonial Português (1715-1825). 2ª ed. Porto: Afrontamento, 1988. CHANDEIGNE, Michel (org.). Lisboa Ultramarina. 1415-1580: A invenção do mundo pelos navegadores portugueses. Trad. Lucy Magalhães. Rio de Janeiro: Zahar, 1992. COATES, Timothy J. Degredados e Órfãs: Colonização Dirigida pela Coroa no Império Português (1550-1755). Lisboa: CNCDP, 1998 CORTESÃO, Jaime. História da Expansão Portuguesa. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1993. FRANÇA, Eduardo d’Oliveira. Portugal na época da Restauração. São Paulo: Hucitec, 1997. MATTOSO, José (dir.). História de Portugal. Lisboa: Estampa, 1998. MONTEIRO, Nuno G. F. Optima pars: elites ibero-americanas do Antigo Regime. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2005. RAMOS, Fábio Pesatana. Naufrágios e Obstáculos Enfrentados pelas Armadas da Índia Portuguesa (1497-1653). São Paulo: Humanitas, 2000 VIDAL, Laurent. Mazagão, a cidade que atravessou o Atlântico. São Paulo: Martins Fontes: 2008.

Página gerada em 18/05/2022 11:25:48 (consulta levou 0.061079s)