Nome da Disciplina
ESTRUTURAS EM AÇO
CÓDIGO
1640073
Carga Horária
51 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
3
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Ação do vento nas estruturas. Utilização estrutural do aço. Processos para verificação da segurança e para dimensionamento de elementos em aço. Ligações. Detalhes construtivos. Normas técnicas.

Objetivos

Objetivo Geral:

Projetar e calcular estruturas correntes em aço

 

Objetivos Específicos:

• • Conhecer os tipos de cargas e as forças devido ao vento.
• Conhecer as propriedades dos aços empregados na concepção de estruturas, bem como os tipos de perfis.
• Dimensionar elementos estruturais de aço submetidas a diversos tipos de solicitações.
• Estudar, calcular e detalhar tipos de ligações utilizadas em estruturas de aço.
• Propor detalhes construtivos de estruturas de aço.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1. AÇÃO DO VENTO NAS ESTRUTURAS
1.1 NBR 6123 – Forças devidas ao vento em edificações
1.2 Conceitos básicos : vento, escala, velocidade básica e característica, barlavento, sotavento
1.3 Influência de detalhes arquitetônicos
1.4 Pressão x sucção
1.5 Túnel de vento (modelos reduzidos)
1.6 Pressão de obstrução
1.7 Pressão do vento: coeficientes aerodinâmicos
1.8 Pressão dinâmica do vento: fatores influentes
1.9 Força global e força de arrasto.
1.10 Prognóstico de pressões, tensões, deformações, deslocamentos
1.11 Efeito do vento em Estruturas em: coberturas com uma e duas águas, telhados múltiplos, silos, reservatórios, coberturas curvas, muros e estruturas reticuladas.

UNIDADE 2. AÇO COMO MATERIAL ESTRUTURAL
2.1 Introduçao
2.2 Perfis estruturais.
2.3 Propriedades mecânicas do aço e diagrama tensão x deformação
2.4 Entidades normativas.

UNIDADE 3 . MÉTODO DOS ESTADOS LIMITES
3.1 Bases para o dimensionamento nos estados limites.
3.2 Ações e suas combinações.

UNIDADE 4. BARRAS TRACIONADAS
4.1 Áreas das peças tracionadas.
4.2 Esbeltez limite.
4.3 Barras compostas tracionadas.

UNIDADE 5. BARRAS COMPRIMIDAS
5.1 Flambagem.
5.2 Curvas para dimensionamento.
5.3 Barras compostas comprimidas.

UNIDADE 6. BARRAS FLETIDAS
6.1 Flambagem localizada.
6.2 Flambagem lateral à torção.
6.3 Contenção lateral de barras fletidas.
6.4 Resistência ao momento fletor e à força cortante.

UNIDADE 7. BARRAS FLEXO-COMPRIMIDAS E FLEXO-TRACIONADAS
7.1 Conceito de viga-coluna
7.2 Dimensionamento dos elementos
7.3 Sistemas de contraventamento

UNIDADE 8. LIGAÇÕES NAS ESTRUTURAS DE AÇO
8.1 Dimensionamento de ligações com parafusos e detalhamento.
8.2 Dimensionamento de ligações com solda e detalhamento.

UNIDADE 9. VIGAS MISTAS AÇO- CONCRETO
9.1 Introdução
9.2 Dimensionamento de elementos mistos aço-concreto


UNIDADE 10. PROJETO DE UM GALPÃO EM ESTRUTURA EM AÇO
10.1 Dados preliminares do projeto
10.2 Dimensionamento dos elementos estruturais.
10.3 Dimensionamento do contraventamento

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • PFEIL, Walter; PFEIL, Michele – Estrutura de Aço: Dimensionamento Prático de Acordo com a NBR 8800:2008. Rio de Janeiro: LTC, 2013. 357 p.
  • BELLEI, Ildoni H., Edifícios Industriais em Aço – Projeto e Cálculo, 6 ed. Editora Pini, São Paulo, 2010. 503p.
  • DIAS, Luis Andrade de Mattos. Aço e Arquitetura: estudo de edificações no Brasil. São Paulo: Zigurate. 2004. 171p.
  • BRAGANÇA PINHEIRO, Antonio Carlos da Fonseca Bragança. Estruturas Metálicas: cálculos, detalhes, exercícios e projetos. 2 ed. São Paulo: Blucher, 2005, 301p.
  • SILVA, Valdir Pignatta e. Estruturas de aço em situações de Incêndio. São Paulo: Zigurate, 2004. 249p.
  • MEYER, Karl Fritz. Estruturas Metálicas: Construção com tubos, projeto e introdução ao cálculo. Belo Horizonte: KM Engenharia, 2002. 224p
  • GONÇALVES, R. M. el al Ação do Vento nas Edificações – Teorias e Exemplos – 2 ed São Paulo: SET/EESC/USP, 2007
  • ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas
  • NBR 8800:2008 - Projeto e execução de estruturas de aço e estruturas mistas aço-concreto de edifícios
  • NBR 6123:1988 Versão Corrigida 2:2013 - Forças Devidas ao Vento em Edificações.

Bibliografia Complementar:

  • ANDRADE, S. A. L. DE; VELLASCO, P.C.G DA S. Comportamento e Projeto de Estruturas de Aço. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2016. v.1 560p.
  • BLESMANN, Joaquim. Tópicos de Normas de Vento. Porto Alegre; Ed. Da Universidade; UFRGS, 1990.
  • CHAMBERLAIN PRAVIA, ZACARIAS M.; FICANHA, RICARDO; FABEANE, RICARDO. Projeto e Cálculo de Estruturas de Aço–Edifício industrial Detalhado. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013. 235p.
  • SOUZA, A. S. C. DE. Dimensionamento de Elementos Estruturais em Aço segundo a NBR 8800:2008. São Carlos: EdUFSCAR, 2013. 109p.
  • QUEIROZ, Gilson - Elementos das Estruturas de Aço - Belo Horizonte, 1994.
  • ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas
  • NBR 8681:2004- Ações e Segurança nas Estruturas- Procedimento
  • NBR 14762:2010 - Dimensionamento de Estruturas de Aço Constituídos por Perfis Formados a Frio - Procedimento

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2018 / 2 50 36 Engenharia Civil (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
RUL MARTINS ANTUNES
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
ESTRUTURAS EM AÇO E MADEIRA Engenharia Civil (Bacharelado)

Página gerada em 14/12/2018 20:16:23 (consulta levou 0.118491s)