Nome da Atividade
UNIDADE DO CUIDADO DE ENFERMAGEM I
CÓDIGO
0540160
Carga Horária
221 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
13
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
5
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
8
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
13
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
Avança, Retém,
Infrequente

Ementa

Desenvolve atividades relacionadas à inserção do estudante nos cenários de formação (Universidade, Sistema de Saúde e território) e instrumentaliza o acadêmico para a construção de um diagnóstico de saúde do território em que está inserido.

Objetivos

Objetivo Geral:

Saúde: Cuidado As Necessidades Individuais em Saúde
Saúde: Cuidado As Necessidades Coletivas em Saúde
Gestão: Organização do Trabalho em Saúde
Investigação Científica

 

Objetivos Específicos:

Demonstrar capacidade de relacionamento com colegas, equipe de saúde e comunidade
Colher a história e realizar o registro
Demonstrar capacidade de realizar o levantamento de problemas junto às famílias e território
Conhecer o território
Conhecer os princípios que orientam a Política Nacional de Saúde
Conhecer a história de Enfermagem Mundial, Brasileira e do Rio Grande do Sul
Conhecer o cenário de formação
Conhecer instrumentos para estudo auto-dirigido

Conteúdo Programático

1) Atenção à saúde
Território (conceito; a Universidade, a cidade e o curso; vulnerabilidade; fluxo; processo de saúde/doença).
Políticas públicas de saúde (história da saúde e da Enfermagem – mundial e brasileira até ESF).
Medidas de bloqueio epidemiológico e biossegurança (mecânica corporal, mudança de decúbito; higienização das mãos; calçamento de luvas; EPIs).
Prevenção (Vigilância Ambiental com controle de vetores; Saúde ambiental).
Cuidado ao indivíduo (Suporte Básico de Vida).
Cuidado à família (conceito; tipos de família).
Ética (conceitos; proteção da pessoa; ética na pesquisa; plágio).
Corpo (Antropologia e Saúde; Sociedade, cultura, corpo).
Ser Enfermeiro (referenciais teóricos de cuidado; instrumentos básicos do enfermeiro).
2) Tomada de decisão
Território ampliado (reconhecimento do território; sociedade e cultura – próximo ao território; aplicação ficha A /SIAB; mapa inteligente; apresentação de dados preliminares).
Exame físico (exame geral e exame mental).
Diagnóstico de saúde (dados ficha A – Sistema de Informação – Ficha A como parte do SIAB).
3) Comunicação
Escuta (colher a história).
Comunicação verbal (técnica de entrevista/ relacionamento e relacionamento interpessoal; a importância da utilização dos sentidos na assistência de enfermagem).
Comunicação escrita (registro em portfólio).
4) Liderança
Trabalho em grupo.
Abordagem sobre coordenação de atividades (divisão de responsabilidades, autonomia).
5) Educação permanente
Metodologia científica (discussão sobre ciência e neutralidade; metodologia de estudo – busca no portal – Scielo, BIREME, BVS, OPAS; leitura e interpretação de artigos científicos; construção de texto; normas conforme o manual da UFPel e Vancouver).

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • BRASIL. Secretaria de Assistência à Saúde. Coordenação de Saúde da Comunidade. SIAB: manual do sistema de informação de atenção básica. Brasília: Ministério da Saúde, 1998. 98p. Disponível em: . BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Saúde da família: uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial. Brasília: Ministério da Saúde, 1997. 34 p. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Sistema de Informação da Atenção Básica – SIAB: Indicadores 2006. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 48p. FONSECA, Angélica Ferreira; CORBO, Anamaria D'Andrea. O território e o processo saúde-doença. v.1. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2007. 265p. WRIGHT, L. M.; LEAHEY, M. Enfermeiras e famílias: um guia para avaliação e intervenção na família. 4. ed. São Paulo: Roca, 2009.

Bibliografia Complementar:

  • BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Subsídios para construção da Política Nacional de Saúde Ambiental. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2007. 56 p. Disponível em: . BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Direitos dos usuários dos Serviços e das ações de Saúde no Brasil: legislação federal compilada - 1973 a 2006. Brasília: Ministério da Saúde, 2007. 494p. MINAYO, MCS. Saúde e Ambiente: Uma relação necessária. In: CAMPOS, GW et al. Tratado de Saúde Coletiva. São Paulo-Rio de Janeiro: Hucitec-Fiocruz, 2006. ORGANIZAÇÃO PANAMERICANA DA SAÚDE. Atenção Primária Ambiental. Washington, D.C., 2000. 60 p. Disponível em: . VAUGHAN, J.P. & MORROW, R.H. Epidemiologia para os municípios - manual para gerenciamento dos distritos sanitários. 2 ed., São Paulo: HUCITEC, 1997.

Página gerada em 20/01/2021 14:16:43 (consulta levou 0.178068s)