Nome da Disciplina
DAS FORMAS SOCIAIS ÀS FORMAS URBANAS:UM PERCURSO CRÍTICO
CÓDIGO
D000377
Carga Horária
51 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EAD
0
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
1
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
0
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

A partir da incorporação de um referencial teórico focado na crítica às formas sociais que determinam, de modo geral, os processos de produção e apropriação do espaço urbano nas cidades contemporâneas, investigar novas formas de interpretar o processo de projeto do espaço habitado a partir da formulação de estratégias projetuais urbanas para uma área especifica da região.

Objetivos

Objetivo Geral:

...

Conteúdo Programático

Módulo 01 - Leitura de textos e Seminários

Aula 01 - HARVEY, David. O direito a cidade.
Aula 02 - LEFEVBRE, Henry. A reprodução das relações sociais de produção.
Aula 03 - ARANTES, Otília. Urbanismo em Fim de Linha
Aula 04 - Varios autores. Apologia da deriva. Escritos situacionistas sobre a cidade.
Aula 05 - CASTRO, Javier Fernandez. Imprecisiones: acerca de la investigacion
proyectual / Metro, Intra, Meta: categorías para leer y proyectar la ciudad
latinoamericana / Possibilidades y limites del proyecto urbano como herramienta de inclusion sócio-espacial.
inclusion sócio-espacial.
Aula 06 - DOBERTI, Roberto. Proyecto y Investigación.

Módulo 02 - Atividades de Atelier de Projeto

Seleção de área objeto de estudo

Leitura crítica do território

Elaboração de diagnóstico

Desenvolvimento de hipóteses de intervenção

Desenvolvimento de Estratégias Projetuais Urbanas para área em questão

Encerramento e avaliação

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ARANTES, Otília Beatriz Fiori. Urbanismo em Fim de Linha. Edusp. São Paulo, 1998.
  • CASTRO, Javier Fernandez. Imprecisiones acerca de la Investigación Proyectual. Conferencia Conferencia dictada em el Segundo Foro Montevideo “Investigación y Proyecto Arquitectura. Montevideo, 2008.
  • DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Comentários sobre a sociedade do espetáculo. Contraponto. Rio de Janeiro, 1997.
  • DOBERTI, Roberto. Espacialidades. Buenos Aires: Ediciones Infinito, 2008.
  • DOBERTI, Roberto. Habitar. Buenos Aires: Nobuko, 2011.
  • HARVEY, David. A produção capitalista do espaço. Annablume, São Paulo, 2005.
  • HARVEY, David. “O direito a cidade.” in: Revista Piaui. no 82, São Paulo, julho de 2013.
  • JACQUES, Paola Berenstein (org.). Apologia da deriva. Escritos situacionistas sobre a cidade. Rio de Janeiro, Casa da Palavra, 2003.
  • JAPPE, Anselm. As Aventuras da Mercadoria. Para uma Nova Crítica do Valor. Antígona, Lisboa, 2006.
  • LEFEBVRE, Henri. A Re-Produção da Relações de Produção. Publicações Escorpião. Porto, 1973.
  • LEFEBVRE, Henri. Espacio e Politica. Ediciones Península. Barcelona, 1976.
  • MARX, Karl. O Capital. Crítica da Economia Política. Abril Cultural, Sao Paulo 1983.
  • SARQUIS, Jorge. Itinerarios del Proyecto. La Investigación Proyectural como forma de conocimiento en arquitectura. Buenos Aires: Nobuko, 2006.
  • SARQUIS, Jorge. Arquitectura y modos de habitar. Buenos Aires: Nobuko, 2006.

Página gerada em 06/12/2019 14:02:07 (consulta levou 0.083074s)