Nome da Disciplina
ESPECTROSCOPIA FORENSE
CÓDIGO
D000392
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Espectroscopia na região do ultravioleta/visível (u.v./visível. Espectrometria de massas. Espectrometria no infravermelho. Noções de Espectrometria de Ressonância Magnética Nuclear de 1H e 13C. Espectroscopia de Fluorescência e Fosforescência. Téc. Análise Térmica.
Identificação de compostos orgânicos em geral e substâncias orgânicas ligadas a Química Forense:
– Análises de entorpecentes
– Análises de isômeros de substâncias entorpecentes
– Análises de Psicotrópicos
– Análises de Anabolizantes
– Análises anfetaminas e análogos

Objetivos

Objetivo Geral:


• Ministrar ao aluno conhecimentos sobre os principais métodos físicos atualmente aplicados para identificação e/ou determinação estrutural absoluta de compostos orgânicos ligados a Química Orgânica e a Química Forense. Nessa disciplina é valorizada a necessidade do conhecimento básico do aluno na identificação de substâncias dispostas na Publicação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária das Listas “AMARELA” (Entorpecentes de Controle Internacional), “VERDE” (Psicotrópicos de Controle Internacional) e “VERMELHA” (Precursores e Insumos Químicos de Controle Internacional) das Convenções da Organização das Nações Unidas, das quais o Brasil é Signatário (Publicação – Diário Oficial da União Nº.107 - Seção 1 sexta-feira, 6 de junho de 2014).

• Ministrar ao aluno conhecimentos teóricos sobre Espectrometria de massas, ultra-violeta, infravermelho e Ressonância Magnética Nuclear de Hidrogênio e Carbono-13 e sobre técnicas de análises térmicas;
• Proporcionar conhecimentos teórico/prático que permitam ao aluno analisar espectros de substâncias inéditas ou não, e identificar a sua estrutura, bem como em alguns casos o seu grau de pureza. Conhecimentos básicos de Espectroscopia do Infra-vermelho, Espectroscopia de Massas e Ressonância Magnética Nuclear na identificação de compostos orgânicos em geral e substâncias orgânicas ligadas a Química Forense:
– Análises de entorpecentes
– Análises de isômeros de substâncias entorpecentes
– Análises de Psicotrópicos
– Análises de Anabolizantes
– Análises anfetaminas e análogos

Conteúdo Programático

UNIDADE 1.Fluorescência e Análise Térmica
1.1 – Espectroscopia de Fluorescência e Fosforescência
1.2 – Técnicas de Análise Térmica

UNIDADE 2. ESPECTROMETRIA DE MASSAS (MS).
2.1 – Introdução. Instrumentação
2.2 – Interpretação dos espectros
2.3 – Reconhecimento do pico do íon molecular e fragmentações.
2.4 – Rearranjos
2.5 – Espectros de referências forenses:
– Análises de entorpecentes
– Análises de isômeros de substâncias entorpecentes
– Análises de Psicotrópicos
– Análises de Anabolizantes
– Análises anfetaminas e análogos
2.6 – Insumos químicos utilizados para síntese de entorpecentes

UNIDADE 3. ESPECTROMETRIA NO INFRA-VERMELHO (I.V.)
3.1 – Introdução. Instrumentação
3.2 – Manuseio da amostra
3.3 – Grupamentos em moléculas orgânicas
3.4 –.Interpretação dos espectros
3.5 – Espectros de referências/substâncias forenses:
– Análises de entorpecentes
– Análises de isômeros de substâncias entorpecentes
– Análises de Psicotrópicos
– Análises de Anabolizantes
– Análises anfetaminas e análogos
3.6 – Insumos químicos utilizados para síntese de entorpecentes

UNIDADE 4. ESPECTROMETRIA DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR (RMN).
4.1 – Instrumentação e manuseio da amostra
4.2 – Deslocamento químico - RMN de próton 1H e de 13C
4.3 – Acoplamentos simples spin-spin
4.4 – Hidrogênios em heteroátomos
4.5 – Equivalência de deslocamento químico e equivalência magnética
4.6 – Acoplamentos de hidrogênio e outro núcleos
4.7 – Insumos químicos utilizados para síntese de entorpecentes
4.8 – Espectros de referências/substâncias forenses:
– Análises de entorpecentes
– Análises de isômeros de substâncias entorpecentes
– Análises de Psicotrópicos
– Análises de Anabolizantes
– Análises anfetaminas e análogos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • SILVERSTEIN, R. M.; Webster, F. X. Identificação Espectrométrica De Compostos Orgânicos. 6. Ed. Rio De Janeiro: LTC Livros Técnicos E Científicos Editora S/A, 2000.
  • PAVIA, D. L.; LAMPMAN, G. M.; Kriz, G. S.; Viyvyan, J. R. Introdução À Espectroscopia. Trad. 4. Ed. São Paulo: Cengage Learning, 2010.
  • Diário Oficial Da União Nº.107 - Seção 1 Sexta-Feira, 6 De Junho De 2014) - Dispõe Sobre A Atualização Do Anexo I, Listas De Substâncias Entorpecentes, Psicotrópicas, Precursoras E Outras Sob Controle Especial, Da Portaria SVS/MS Nº 344, De 12 De Maio De 1998 E Dá Outras Providências.

Bibliografia Complementar:

  • SKOOG, D.; HLLER, F.J.; NIEMAN, T., Princípios De Análise Instrumental, 5º Ed., São Paulo:.,Bookman, 2002.
  • DUVAL, C.; Inorganic Thermogravimetric Analysis. 2. Ed. New York: Elsevier Publishing Company, 1973.
  • Mcmurry, J. Química Orgânica. 4. Ed. Rio De Janeiro: LTC Livros Técnicos E Científicos Editora S.A., 1997, V. 1 E V. 2.
  • SOLOMONS, T. W. G. Química Orgânica. 6. Ed. Rio De Janeiro: LTC Livros Técnicos E Científicos Editora S/A, 1996, V.1 E V. 2.
  • BECKER, H. G. O. Et Al. Organikum - Química Orgânica Experimental. 2. Ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1997.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2018 / 2 30 22 Química Forense (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
WILSON JOAO CUNICO FILHO
Professor responsável pela turma

Página gerada em 18/12/2018 11:19:52 (consulta levou 0.085023s)