Nome da Atividade
PRÁTICA DE LABORATÓRIO I
CÓDIGO
10910035
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Introdução aos princípios e técnicas gerais da prática de laboratório em arqueologia, apresentando a fundamentação teórica e aspectos pragmáticos das diferentes fases e procedimentos na curadoria do material arqueológico, no que se refere à parte administrativa (documentação, catalogação, inventariado, guarda, registro de sítios, etc.) e parte técnica (limpeza, numeração, consolidação, recomposição e conservação dos materiais), abordando os cuidados técnicos necessários para cada tipo de vestígio material das culturas, de sítios históricos ou pré-históricos (lítico, cerâmico, ósseo; cerâmicas históricas, vidros, metais, etc.).

Objetivos

Objetivo Geral:

Geral:
- Debater os princípios e técnicas gerais da prática de laboratório
Específico:
- Desenvolver na prática processos de consolidação, manutenção, catalogação e divisão tipológica genérica de todos os objetos que são retirados dos sítios arqueológicos.

Conteúdo Programático

1. Princípios e técnicas gerais da prática de laboratório em arqueologia
2. Fundamentação teórica e pragmática na curadoria do patrimônio arqueológico móvel e imóvel
3. Consolidação das diversas partes do processo de tratamento do material arqueológico móvel em laboratório
4. Divisão e descrição tipológica dos vestígio arqueológicos
5. Caracterização dos vestígios como pólos de interpretação as questões arqueológicas passíveis de ser realizadas

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CHMYZ, I. Terminologia Arqueológica Brasileira para a cerâmica. 2 Ed. Rev. e Ampl. Cadernos de Arqueologia, Paranaguá: Museu de Arqueologia e Artes Populares, n. 1, 1976.
  • PROUS, A. Os Artefatos Líticos, Elementos Descritivos Classificatórios. Arquivos do Museu de História Natural da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, v.11, pp.1-90, 1986/1990.
  • TOCCHETTO, F. B.; SYMANSKI, L. C. P.; OSÓRIO, S. R.; OLIVEIRA, A. T. D.; CAPPELLETTI, A. M. A Faiança Fina em Porto Alegre: vestígios arqueológicos de uma cidade. Unidade Editorial da Secretaria Municipal da Cultura, Porto Alegre, 2001.

Bibliografia Complementar:

  • TRIGGER, Bruce G. História do pensamento arqueológico. São Paulo: Odysseus, 2004.
  • ACOSTA, Alejandro; LOPONTE, Daniel; RAMOS, Mariano (comp.). Temas de Arqueología: análisis lítico. Buenos Aires: Sociedad Argentina de Antropologia, 2004.

Página gerada em 27/01/2021 05:09:29 (consulta levou 0.159814s)