Nome da Disciplina
ESTÁGIO EM MEDICINA SOCIAL
CÓDIGO
07450003
Carga Horária
480 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
480
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
480
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

O aluno do Estágio em Medicina Social, neste momento do curso de Medicina, terá suas
atividades nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) norteadas pelos atributos da Atenção Primária à Saúde (APS). Ou seja, trabalhará a longitudinalidade, integralidade e a coordenação do cuidado dos usuários. Ademais, será estimulado a refletir sobre as políticas de saúde vigentes no país e sobre os programas assistenciais do governo, contando com o apoio do Serviço Social. Durante todo seu estágio, será estimulado a trabalhar multidisciplinarmente com os demais membros da equipe de saúde. Na UBS o aluno estará constantemente sob supervisão e desenvolverá atividades tanto dentro da Unidade quanto na comunidade. Dentro da UBS, fará atendimento aos usuários pertencentes ao grupo populacional das ações programáticas em saúde (crianças, gestantes, idosos e crônicos) e à demanda espontânea (eletiva ou de pronto-atendimento). Também auxiliará no monitoramento e avaliação das ações em saúde. Na comunidade, fará visitas para o cuidado domiciliar e poderá se envolver, dependendo da UBS que frequente, em atividades de saúde na escola da comunidade. Na Estratégia de Saúde da Família (ESF), o aluno aprenderá a trabalhar com um território definido e, consequentemente, com o perfil da comunidade traçado a partir de um diagnóstico de saúde. Também aprenderá que o planejamento do serviço depende do levantamento de saúde da comunidade. Além disso, a multidisciplinaridade, uma importante característica da APS, irá proporcionar aos alunos o convívio com outros profissionais e acadêmicos da área da saúde e reforçará o conceito de integralidade do cuidado. Com a responsabilidade de coordenar o cuidado de seus pacientes, o aluno deverá acompanhar o trânsito de seus pacientes nos demais níveis de atenção a saúde (secundário e terciário) e acolhê-lo quando este retornar ao seu lar e à UBS. Um relatório crítico sobre esta vivência deverá ser entregue no final do estágio como parte de sua avaliação. As atividades pedagógicas serão oferecidas através de aulas expositivas e resolução dos casos clínicos interativos. As aulas expositivas têm por objetivo rever o conhecimento sobre SUS, Epidemiologia, programas assistenciais do governo, saúde mental na APS e o manejo de dor crônica no contexto da APS. As aulas expositivas e a resolução de casos clínicos interativos serão atividades dos alunos que estarão no estágio no período de três meses. Os alunos do estágio adicional, de um mês, farão 40 horas na UBS e estarão inseridos em todas as atividades desenvolvidas pela UBS e descritas acima.

Objetivos

Objetivo Geral:

Gerais: Formar o acadêmico para trabalhar multidisciplinarmente na Atenção Primária à Saúde, reforçando a prática da longitudinalidade e da integralidade na coordenação do cuidado da população adstrita.
Específicos: Ensinar aos acadêmicos: que a UBS tem um território definido e que a equipe precisa conhecer a comunidade de sua área de abrangência para planejar as ações em saúde; a trabalhar com a comunidade da área de abrangência da UBS levando em consideração os atributos da APS; os protocolos das ações programáticas em saúde que são preconizadas pelo Ministério da Saúde; noções de Monitoramento e Avaliação das ações programáticas em saúde através do seu envolvimento com a equipe da UBS responsável por esta atividade; a reconhecer populações de risco; a conhecer e a refletir sobre as políticas de saúde de modo crítico levando em consideração o cenário político, econômico e social do Brasil.

Conteúdo Programático

Gestão e Administração em Saúde:
1. Histórico do SUS
2. Princípios e diretrizes do SUS
3. Financiamento do SUS
Medicina Preventiva
1. Atenção Primária à Saúde
2. Estratégia de Saúde da Família
Epidemiologia
1. Delineamentos em Pesquisa
2. Medidas de Ocorrência e Efeito
Programas Assistenciais no Brasil
1. Direitos do cidadão
Situações comuns na APS e no cuidado domiciliar
1. Manejo do paciente com dor crônica na APS
2. Saúde do idoso na APS
3. Saúde do trabalhador na APS

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Duncan BB, Schmidt MI, Giugliani ER, Duncan MS e Giugliani C. Medicina Ambulatorial: condutas de atenção primária baseadas em evidência. Porto Alegre: Artes Médicas, 4a Edição, 2013.
  • Gusso G, Lopes JMC. Tratado de Medicina de Família e Comunidade – Princípio, formação e prática. Editora ArtMed, 2012
  • Medronho RA e Bloch KV. Epidemiologia. São Paulo: Editora Atheneu, 2a Edição, 2008.
  • Kloetzel K. Medicina Ambulatorial. Princípios Básicos. São Paulo: EPU. Editora Pedagógica e Universitária LTDA, 1999.

Bibliografia Complementar:

  • Paim, J. O que é o SUS? Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2009.
  • Beaglehole R, Bonita R, Kjellstrom T. Epidemiologia Básica. São Paulo: Editora Santos, 1996.
  • Is primary care essential? Starfield B. Lancet. 1994 Oct 22;344(8930):1129
  • Ministério da Saúde. Cadernos de Atenção Básica. Disponível em: http://dab.saude.gov.br/portaldab/biblioteca.php
  • Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Básica (2017/Portaria). Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=68&data=22/09/2017

Página gerada em 08/12/2019 01:08:09 (consulta levou 0.137578s)