Nome da Disciplina
CIÊNCIA, DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E MUSEUS
CÓDIGO
10790010
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Emergência dos museus como um dos contextos contemporâneos de divulgação da ciência para o público em geral. Desenvolvimento histórico e fundamentação sociocultural da ciência, a partir de diferentes perspectivas teórico-epistemológicas. Características, tipologias, funções, agentes e instrumentos dos museus de ciência. Conceitos e noções acerca da divulgação científica, enfatizando uma análise crítico-reflexiva sobre suas potencialidade e controvérsias no âmbito museológico.

Objetivos

Objetivo Geral:

• Discutir os domínios socioculturais que envolvem a representação ocidental moderna dos processos e produtos científicos no universo museológico.

 

Objetivos Específicos:

• Propiciar instrumentos para a reflexão sobre os múltiplos sentidos e significados gerados pelas construções museológicas e sua interconexão com a ciência moderna.
• Estudar e analisar a constituição dos conceitos e noções envolvidas.
• Focar nas implicações político-ideológicas que envolvem o panorama da divulgação científica contemporaneamente.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1. Origem e desenvolvimento da ciência moderna.
1. Fundamentos cosmológicos da modernidade ocidental e a emergência da ciência moderna. Valores estruturantes e as influências das matrizes iluministas e românticas no desenvolvimento da ciência moderna.
2. História Natural, Ciências Naturais e Ciências Sociais: a construção e fragmentação de diferentes domínios da análise científica.
3. Ciência e Tecnologia: vínculos essenciais do conhecimento científico contemporâneo.
4. Ciência, ideologia e senso comum: implicações político-ideológicas e culturais do cientificismo.

UNIDADE 2 – Diferentes visões acerca do conhecimento científico.
1. Karl Mannhein, Robert Merton: a Sociologia da Ciência.
2.Thomas Kuhn, Pierre Bourdieu: “paradigma” e “mercado”.
3. Paul Feyerabend, Imre Lakatos: questões sobre a racionalidade.
4. Bruno Latour, Donna Haraway e outras abordagens no campo dos Estudos Sociais da Ciência e Tecnologia.

UNIDADE 3 – Musealização da ciência.
1. Museus de Ciência: características, tipologias, funções, agentes e instrumentos.
2. Objetos e coleções científicas: as matrizes socioculturais e ideológicas do processo de musealização.
3. A exposição museológica dos museus de ciência: representação, reinvenção ou simulacro?

UNIDADE 4 – Divulgação Científica no espaço museológico: elementos constitutivos, potencialidades e controvérsias.
1. Divulgação Científica: noções e conceitos, análise crítica e novas perspectivas.
2. Exposição museológica e reservas técnicas visitáveis dos museus de ciência: possibilidades e limites das linguagens reificantes do conhecimento científico como instrumento de divulgação da ciência.
3. Interatividade, divulgação científica e museus de ciência.
4. Museu não é escola: fronteiras da divulgação científica em museus de ciência.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2019 / 1 35 15 Museologia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
DANIEL MAURICIO VIANA DE SOUZA
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
CIÊNCIA, DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E MUSEUS Museologia (Bacharelado)

Página gerada em 15/06/2019 18:01:10 (consulta levou 0.159272s)