Nome da Atividade
QUÍMICA APLICAÇÃO À CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO II
CÓDIGO
10790100
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Composição química e propriedades físico-químicas dos materiais que compõem os bens culturais. Composição química, propriedades físico-químicas, periculosidades e aplicações de materiais, solventes e produtos químicos utilizados na conservação e restauração de bens culturais. Regras básicas de segurança em laboratório. Comportamentos físico-químicos e processos de degradação química, física e biológica de bens culturais e de materiais usados em conservação e restauração, tanto em decorrência de possíveis interações entre si quanto com o ambiente.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) geral(ais): Proporcionar ao aluno conhecimento dos materiais utilizados na atividade cotidiana de conservação e restauração de bens culturais e a compreensão das possíveis interações entre eles e o ambiente.

Objetivo(s) específico(s): Conhecer os materiais e produtos químicos empregados na conservação e restauração de bens culturais móveis; suas propriedades, aplicações e possíveis implicações no processo conservativo; avaliar os perigos dos diferentes solventes e produtos químicos tanto para os bens culturais, como para os profissionais da conservação-restauração e o ambiente; saber selecionar um solvente, ou compor uma mistura de solventes utilizando o triângulo de solubilidade; preparar produtos e soluções para conservação e restauração de bens culturais.

 

Objetivos Específicos:

Conhecer os materiais e produtos químicos empregados na conservação e restauração de bens culturais móveis; suas propriedades, aplicações e possíveis implicações no processo conservativo; avaliar os perigos dos diferentes solventes e produtos químicos tanto para os bens culturais, como para os profissionais da conservação-restauração e o ambiente; saber selecionar um solvente, ou compor uma mistura de solventes utilizando o triângulo de solubilidade; preparar produtos e soluções para conservação e restauração de bens culturais.

Conteúdo Programático

Os materiais e produtos químicos empregados na conservação e restauração de bens culturais móveis; Propriedades, aplicações dos materiais e produtos químicos e possíveis implicações no processo conservativo; Os perigos dos diferentes solventes e produtos químicos tanto para os bens culturais, como para os profissionais da conservação-restauração e o ambiente; O triângulo de solubilidade; Produtos e soluções para conservação e restauração de bens culturais.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Bibliografia básica: FIGUEIREDO Jr., J. C. D. Química Aplicada à Conservação e Restauração de Bens Culturais: Uma Introdução. Belo Horizonte: São Jerônimo, 2012. MENDES, M. e A. C. N. BAPTISTA. Restauração: ciência e arte. Ed. UFRJ, 2005. ATKINS, P.; JONES, L. Princípios de Química: Questionando a Vida Moderna e o Meio Ambiente. 5.ed. Porto Alegre: Bookman, 2011.

Bibliografia Complementar:

  • Bibliografia complementar: McMURRY, J. Química Orgânica. Cengage Learning, 7a edição, 2011. VOGEL, A. I. Química Analítica Qualitativa. Mestre Jou, 5.ed. 1981. CALLISTER JR., William; RETHWISCH, David G. Ciência e engenharia de materiais: uma introdução. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2013. MENDES, Marylka; BAPTISTA, Antonio Carlos Nunes. Restauração: ciência e arte. Ed. UFRJ, 2005. MATTEINI, Mauro; MOLES, Arcangelo. La química en la restauración: los materiales del arte pictórico. Editorial Nerea, 2001.

Página gerada em 17/08/2022 13:48:58 (consulta levou 0.125548s)