Nome da Atividade
CRÍTICA TEATRAL
CÓDIGO
05001031
Carga Horária
30 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
CRÉDITOS
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Panorama da crítica teatral no Brasil. Produção de críticas teatrais. A crítica como um trabalho criativo.

Objetivos

Objetivo Geral:

O aluno ao término do semestre deverá ser capaz de identificar a crítica como um gênero discursivo e textual, bem como compreender o desenvolvimento da crítica teatral no Brasil, desenvolvendo exercícios críticos a partir de obras cênicas.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1 – INTRODUÇÃO
1.1 O que é crítica. As especificidades da crítica teatral
1.2 A função da crítica
1.3 A crítica teatral como um trabalho criativo e técnico

UNIDADE 2 – PANORAMA DA CRÍTICA TEATRAL BRASILEIRA
2.1 Poetas e romancistas (meados do século XIX e início do XX)
2.2 O impacto do advento do rádio e do cinema (1900 – 1939)
2.3 A moderna crítica teatral (1940 – 1968)
2.4 A crise de identidade da crítica (de 1970 adiante)
2.5 A crítica na era digital
2.6 A crítica para além do espetáculo (relatos de criação)

UNIDADE 3 – A PRODUÇÃO DE CRÍTICAS TEATRAIS
3.1 A análise do acontecimento cênico a partir de distintos elementos: recepção, dramaturgia, encenação, interpretação, cenário, figurino, sonoplastia, trilha, composição coreográfica, ritmo, atmosfera etc.
3.2 Os distintos estilos (a persona por detrás da crítica) e formas (os objetivos da crítica)
3.3 Semiologia teatral e os elementos da cena
3.4 Crítica literária e crítica espetacular

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • GUINSBURG, J., COELHO NETO, J. T. e CARDOSO, Reni C., organizadores. Semiologia do teatro. São Paulo: Perspectiva, 2006.
  • PAVIS, Patrice. A análise dos espetáculos: teatro, mímica, dança, dança-teatro, cinema. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 2005, 2008.
  • UBERSFELD, Anne. Para ler o teatro. São Paulo: Perspectiva, 2005.

Bibliografia Complementar:

  • CARLSON, Marvin. A cidade como teatro. Trad Evelyn F.W. Lima, Trad Jaqueline Rodrigues. Revista O percevejo. v.4, n.1 2012. Online. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/2412/1954 Acesso em: 03 out. 2020.
  • PARANHOS, Kátia Rodrigues. Pensão liberdade: cenas e imagens do mundo do trabalho. Revista O percevejo. v.4, n. 1, 2012. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/2404 Acesso em: 03 out.2020.
  • RAMOS, Luis F. Martins Pena encenador: reviravolta na fortuna crítica. Revista Urdimento, vol. 1, n. 5, 2003. p. 97 a 109. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101052003097 Acesso em: 03 out. 2020.
  • SOUZA, Julianna Rosa de. Personagem Negra: uma reflexão crítica sobre os padrões raciais na produção dramatúrgica brasileira. Rev. Bras. Estud. Presença, Porto Alegre, v. 7, n. 2, p. 274-295, Ago. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-26602017000200274&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 03 out. 2020.
  • QUESTÃO DE CRÍTICA. Disponível em: http://www.questaodecritica.com.br. Acesso em: 03 out. 2020.
  • VERTCHENKO, Henrique Brener. A fabricação do teatro brasileiro moderno [manuscrito]: "Vestido de noiva" e a crítica teatral - 1928-1948 / - 2016. 254 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
CRÍTICA TEATRAL Teatro (Licenciatura - Noturno)

Página gerada em 25/09/2021 11:44:25 (consulta levou 0.104151s)