Nome da Atividade
HISTÓRIAS DO TEATRO BRASILEIRO II
CÓDIGO
05001093
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Estudos sobre o moderno teatro brasileiro e local: surgimento das companhias teatrais e dramaturgia moderna. Teatro negro no Brasil: Abdias do Nascimento e outros nomes da negritude brasileira. O teatro no contexto da ditadura militar. As principais expressões teatrais da contemporaneidade brasileira e gaúcha.

Objetivos

Objetivo Geral:

- Promover a compreensão e o debate acerca das características do teatro e das atividades dramáticas desenvolvidas no Brasil da segunda metade do século XX até os dias atuais, abordando aspectos históricos, sociais, culturais, raciais e estéticos.
- Desenvolver estudos sobre gêneros, encenações, textos dramáticos, estilos de interpretação, artistas e dramaturgos brasileiros.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1 – A CONSOLIDAÇÃO DO TEATRO BRASILEIRO MODERNO
1.1 As companhias nacionais
1.2 A moderna dramaturgia brasileira

UNIDADE 2 – TEATRO NEGRO NO BRASIL
2.1 Abdias do Nascimento e o Teatro Experimental do negro (TEN)
2.2 A negritude brasileira em cena

UNIDADE 3 - A DITADURA MILITAR E SEU IMPACTO NA PRODUÇÃO CÊNICA BRASILEIRA

UNIDADE 4 – O TEATRO BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO
4.1 Encenadores e encenadoras
4.2 Companhias brasileiras contemporâneas
4.3 A dramaturgia brasileira a partir do final do século XX

UNIDADE 5 – O TEATRO NO RIO GRANDE DO SUL
5.1 Principais companhias e encenadores locais da segunda metade do século XX
5.2 A dramaturgia gaúcha no contexto moderno e contemporâneo

A disciplina cumpre com as exigências legais de inserção dos conteúdos de cultura afro-brasileira nos cursos de licenciatura, conforme dispositivos que regem a lei 10.639.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FARIA, João Roberto (dir.). História do teatro brasileiro II: do modernismo às tendências contemporâneas. São Paulo: Perspectiva/SESC, 2012.
  • LIMA, Evani Tavares. Um olhar sobre teatro negro do Teatro Experimental do Negro e do Bando de Teatro Olodum. 2010. Tese (doutorado em artes). UNICAMP, Campinas, 2010. Disponível em: file:///C:/Users/usuario/Downloads/Lima_EvaniTavares_D.pdf.
  • MAGALDI, Sábato. Moderna dramaturgia brasileira. São Paulo: Perspectiva, 2008.
  • PEIXOTO, Fernando. Um teatro fora do eixo: 1953-1963. São Paulo: Hucitec, 1993.
  • PRADO, Décio de Almeida. O teatro brasileiro moderno. São Paulo: Perspectiva, 2009.

Bibliografia Complementar:

  • GUISNBURG, J. et al. Dicionário do teatro brasileiro: temas, formas e conceitos. 2ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.
  • MAGALDI, Sábato. Panorama do teatro brasileiro. São Paulo: Global, 2004.
  • MENDES, Miriam Garcia. O negro e o teatro brasileiro (entre 1889 e 1982). São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Arte e Cultura; Brasília: Fundação Cultural Palmares, 1993.
  • MICHALSKI, Yan. O teatro sob pressão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.
  • PRADO, Décio de Almeida. Apresentação do teatro brasileiro moderno: crítica teatral (1947 – 1955). São Paulo: Martins, 1956.

Página gerada em 25/05/2024 05:25:50 (consulta levou 0.052953s)