Nome da Atividade
ABORDAGENS CORPORAIS EM EDUCAÇÃO
CÓDIGO
05001103
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Principais abordagens filosóficas e sociológicas sobre o corpo. Psicologia em ação nas artes cênicas, visuais e a psicossomática de Wilhelm Reich. Dispositivos teórico-práticos sobre o corpo em ambientes educativos. Corpo e cultura contemporânea.

Objetivos

Objetivo Geral:

- Desenvolver as capacidades de análise e ações na relação corpo-ambientes educativos;
- Conhecer as abordagens científicas e culturais vigentes sobre a questão corporal;
- Identificar autores e concepções filosóficas em conexão problematizadora com a cultura corporal;
- Reconhecer práticas e posturas pedagógicas na cultura corporal;
- Desenvolver a habilidade de pesquisa na relação corpo-mente;
- Favorecer a consciência do corpo e os efeitos desta percepção no desenvolvimento educacional e nos processos de ensino-aprendizagem;
- Analisar as implicações éticas-estéticas-políticas sobre corpo e erotismo na arte contemporânea.

Conteúdo Programático

- O currículo e as suas grades: o corpo esquecido
- Corpo e cultura contemporânea, discursos e epistemologia
- Representações sociais sobre corpo, sexualidade e prazer
- Desinstitucionalizar(se): disciplina, cheiros e pelos
- Corpo, arte e ciência: por qualquer coisa não ortodoxa
- Abordagens mente-corpo: Psicossomática, Bioenergética, Biodinâmica, Biossíntese e a Educação Somática
- Lidando com as emoções básicas e o corpo em ambientes educativos

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ALBERTINI, Paulo. O pensamento de Wilhelm Reich na academia. Bol. psicol, São Paulo , v. 61, n. 134, p. 117-125, jun. 2011 . Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-59432011000100010&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 17 jul. 2023.
  • BOAL, Augusto. Jogos para atores e não-atores. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.
  • OLIVEIRA JÚNIOR, W. R. Integração corpo/mente na análise bioenergética de Alexander Lowen: a relação entre o adoecimento corporal e as estruturas de caráter. 2016. 159 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016. Disponível em . Acesso em 17 jul. 2023.

Bibliografia Complementar:

  • ALMEIDA, Bruno Henrique Prates de. A noção de couraça na obra de Wilhelm Reich: origens e considerações sobre o desenvolvimento humano. 2012. Dissertação (Mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano) - Instituto de Psicologia, University of São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em . Acesso em: 17 jul. 2023.
  • BRUCK, N. R. V.; GOMES, G. M. Epistemologia de si próprio: Estamos em gaiolas?. PSI UNISC, v. 6, n. 1, p. 170-182, 5 dez. 2022. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/psi/article/view/15896 . Acesso em : 17 jul. 2023
  • BUTLER, J. Fundamentos contingentes: o feminismo e a questão do “pósmodernismo". Cadernos Pagu, [S. l.], n. 11, p. 11–42, 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8634457 . Acesso em: 17 jul. 2023.
  • MATA, João da. Roberto Freire e o anarquismo de corpo, prazer e alegria. VERVE n. 34 (2018) Revista do Núcleo de Sociabilidade Libertária -Programa de Estudos PósGraduados em Ciências Sociais -PUC-SP. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/verve/article/view/39617 . Acesso em:17 jul.2023.
  • SOARES, M. D.; BARBOSA, J. F. O corpo ideal: representação de corpo na subjetividade e contemporaneidade. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 1, p. 238–254, 2020. DOI: 10.30715/doxa.v22iesp.1.14131. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/14131 . Acesso em: 17 jul. 2023.

Página gerada em 24/05/2024 04:50:18 (consulta levou 0.051749s)