Nome da Atividade
ETNOLOGIA AFRO-AMERICANA I
CÓDIGO
10910156
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA EXTENSÃO
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Afro-descendentes e Estado-Nação na América Latina; pós-abolição e cidadania; paradigmas teóricos sobre a diversidade étnico-racial. Prática extensionista junto ao Programa do Bacharelado em Antropologia Código 147. Esse Programa contém projetos ativos cuja essência é o desenvolvimento de atividades práticas que contemplam as diretrizes da extensão universitária constantes na Resolução CNE nº 7 de 18 de dezembro de 2018. O/a discente deverá participar, com aproveitamento integral, do projeto desse Programa que contemple os objetivos da disciplina.

Objetivos

Objetivo Geral:

-Apresentar e debater sobre as diversas perspectivas teóricas que buscam explicar a incorporação dos segmentos afro-descendentes nas sociedades latino-americanas pós-coloniais, especialmente Brasil.
Específico:
-Discutir sobre o impacto de tais teorias na conformação das identidades nacionais, constituídas no bojo de lutas narrativas, contemplando-se na discussão uma perspectiva histórica.
-Aproximação de ensino e extensão com o Programa do Bacharelado em Antropologia

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FREYRE, G. Casa grande & senzala. São Paulo: Global Editora, 2006. FERNANDES, F. O negro no mundo dos brancos. São Paulo: Global Editora, 2007.
  • SCHWARCZ, L. M. O espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil. 1870-1930. São Paulo: Companhia das Letras, 1993

Bibliografia Complementar:

  • ANDREWS, G. R. América Afro-latina, 1800-2000. São Carlos: Edufscar, 2007.
  • GUIMARÃES, A. S. A. Classes, raças e democracia. São Paulo: FAUSP; Editora 34, 2002. HASENBALG, C. A. Discriminação e desigualdades raciais no Brasil. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.
  • HOFBAUER, A. Uma história de branqueamento ou o negro em questão. São Paulo: Editora da Unesp, 2006.
  • RODRIGUES, R. N. O animismo fetichista dos negros baianos. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional; Editora da UFRJ, 2006

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
ETNOLOGIA AFRO-AMERICANA I Arqueologia (Bacharelado - Noturno)

Página gerada em 27/01/2023 07:40:14 (consulta levou 0.123868s)