Nome da Disciplina
HABITABILIDADE E SUSTENTABILIDADE NAS CONSTRUÇÕES
CÓDIGO
1630004
Carga Horária
51 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Clima e variáveis ambientais. Conforto térmico: radiação solar e sombreamento, ventilação, umidade, transmissão de calor. Conforto acústico. Conforto lumínico. Introdução à sustentabilidade e desenvolvimento sustentável. Edificações sustentáveis: critérios, indicadores, selos e sistemas de certificação.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conhecer e identificar fatores intervenientes na habitabilidade das construções, estratégicas para conforto dos ambientes e critérios de sustentabilidade para edificações

 

Objetivos Específicos:

Conhecer requisitos, critérios e recomendações das normas técnicas brasileiras (NBR 15220 – Desempenho Térmico de Edificações); NBR 15575 (Edificações Habitacionais – Desempenho e outras) quanto à sustentabilidade e habitabilidade das edificações.

Conteúdo Programático

1. INTRODUÇÃO E CONCEITOS
1.1 Habitabilidade – conceitos, critérios e normas
1.2 Sustentabilidade – dimensões atuais da sustentabilidade – desenvolvimento sustentável
1.4 Conforto higrotérmico e lumínico xArquitetura Bioclimática x Consumo de energia


UNIDADE 2 - EDIFICAÇÕES MAIS SUSTENTÁVEIS
2.1 - Construção civil e desenvolvimento sustentável.
2.2 - Impactos ambientais, sociais e econômicos associados à produção e utilização do ambiente construído.
2.3 - Critérios e fatores considerados na sustentabilidade das edificações.
2.4 -- Indicadores de sustentabilidade: pegada ecológica; conceito de ciclo de vida; análise de ciclo de vida aplicada a edifícios.
2.5 - Metodologias de avaliação do desempenho ambiental de edifícios. Selos e sistemas de certificação de edificações. RTQ-c e RTQ-R.

UNIDADE 3 – Clima, variáveis ambientais e conforto térmico.
3.1 – Conforto Térmico – caracterização; mecanismo de controle do corpo humano, fatores que influenciam
3.2 - Fatores e elementos climáticos
3.3 - Caracterização dos climas local e regional. Zoneamento bioclimático.
3.4 – Variáveis ambientais: temperatura, umidade, velocidade do ar; radiação; insolação. medições.
3.5 - Índices de Conforto

UNIDADE 4 – TRANSMISSÃO E TROCA DE CALOR NAS EDIFICAÇÕES
4.1 - Transmissão de Calor – formas e regimes de transmissão
4.2 - Transmitância; retardo térmico; fator solar
4.3 - Isolamento térmico
4.4 - Psicrometria
4.5 - Radiação solar e sombreamento
a) Geometria solar
b) Carta solar - Aplicação
c) Elementos de sombreamento: marquises, pérgolas, brises, etc.
d) Radiação solar

UNIDADE 5 - ANÁLISE TÉRMCA DAS EDIFICAÇÕES
5.1 - Ventilação: Conceito, Objetivos. Índices de ventilação recomendados.
a) Mecanismos de ventilação: direção, velocidade e temperatura do ar; ventiladores, diferença de pressão
b) Estratégias para favorecer a ventilação na edificação – ventilação cruzada
c) Ventilação natural e ventilação mecânica
5.2 - Cálculo da Carga térmica - ar-condicionado
5.3 - Estratégias Bioclimáticas na Construção - cartas bioclimáticas

UNIDADE 6 – INTRODUÇÃO AOS CONFORTOS LUMINICO E ACÚSTICO.
6.1 – Critérios NBR 15575.
6.2 – Conforto lumínico – conceitos, grandezas físicas envolvidas, índices recomendados e normas técnicas.
6.2 .1 Estratégias de iluminação natural – método de cálculo
6.3 Conforto Acústico - conceitos, grandezas físicas envolvidas, índices recomendados e normas técnicas.
6.3.1 - Isolamento Acústico

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FROTA, Anésia Barros; SCHIFFER, Sueli Ramos. Manual de Conforto Térmico. São Paulo: Nobel, 1988. 228p.
  • KEELER Marian, BURKE, Bill. Fundamentos de Projeto de Edificações Sustentáveis. Porto Alegre: Bookman, 2010. ebook
  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT – NBR 15220 – Desempenho térmico de Edificações. 2003.

Bibliografia Complementar:

  • PINI (diversos autores). Alternativas Tecnológicas para Edificações. 1º Ed. PINI. 237p. ISBN: 978-85-7266-212-3.
  • INMETR0. Regulamento Técnico da Qulidade para o Nível de Eficiência Energética Edificações Comerciais, de Serviços e Públicos. - RTQ–C. 2010. Disponível em www.inmetro.gov.br
  • INMETR0. Regulamento Técnico da Qulidade para o Nível de Eficiência Energética Edificações Residenciais - RTQ–R. 2012. Disponível em www.inmetro.gov.br
  • COSTA, Ennio Cruz da. Ventilação. São Paulo: Edgard Blucher, 2005. 271p
  • COSTA, Ennio Cruz da. Arquitetura Ecológica - Condicionamento Térmico Natural. São Paulo: Edgard Blucher, 1982. 276p.
  • COSTA, Ennio Cruz da. Física Aplicada à Construção - Conforto Térmico. São Paulo: Edgard Blucher, 1991. 280p.
  • COSTA, Ennio Cruz da. Acústica Técnica. São Paulo: Edgard Blucher, 2004. 144p.
  • RIVERO, Roberto. Arquitetura e Clima - Acondicionamento Térmico Natural. 2. ed. Porto Alegre: D. C. Luzzatto, 1986. 239p
  • Câmara Brasileira da Industria da Construção – CBIC. Desempenho de edificações habitacionais: Guia orientativo para atendimento à norma ABNT NBR 15575/2013 . 2013. 300p. disponível em www.cbic.org.br.
  • Câmara Brasileira da Industria da Construção – CBIC. Guia CBIC de Boas Práticas em Sustentabilidade na Industria da Construção. 2012. 160p. disponível em www.cbic.org.br.
  • LAMBERTS, Roberto; DUTRA, Luciano; PEREIRA, Fernando O. R. Eficiência Energética na Arquitetura. São Paulo: ProLivros, 2004. 187p
  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT – NBR 15575 – Edificações habitacionais – Desempenho. 2013.

Página gerada em 12/12/2019 04:17:06 (consulta levou 0.118538s)