Nome da Atividade
CURSO DE ESCRITA ACADÊMICA
CÓDIGO
05001320
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
03
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
04
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
01

Ementa

Compreender e exercitar os diferentes estilos de escrita acadêmica. Estratégias de leitura e
compreensão de textos acadêmicos. Utilizar corretamente as normas institucionais e da ABNT
(Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Objetivos

Objetivo Geral:

x

Conteúdo Programático


1. Técnicas de Leitura de textos acadêmicos 4
1.1. Análise textual, temática, interpretativa. 4
1.2. Características de um bom texto acadêmico 4
1.3. Tipos de texto acadêmico: descritivo, narrativo, argumentativo 4
1.4. O “Manual infame” de Sandra Corazza 4
1.5. “O narrador” de Walter Benjamin 4
2. Exercícios de Escrita 4
2.1. Observação, descrição, imaginação, etc. 4
2.2. Escritos de artistas 4
2.3. “O prazer do texto” de Roland Barthes 4
2.4. “O pesquisador como estrategista” de Ruth Souza 4
2.5. “A escrita como jogo” na literatura Oulipo 4
3. Exercícios de Escrita Acadêmica 4
3.1. “O que é um autor?” de Michel Foucault 4
3.2. Paráfrase, resumo, resenha crítica, ensaio, artigo 4
3.3. “O ensaio e a escrita acadêmica” de Jorge Larrosa 4
3.4. “O ensaio como forma” de Theodor Adorno 4
3.4. ABNT e normas acadêmicas 4

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ADORNO, Theodor Wiesengrund. O ensaio como forma. In: Notas de Literatura. Tradução de Jorge de Almeida. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2003. p. 15-46. BARTHES, Roland. O prazer do texto. São Paulo: Perspectiva, 2004. BENJAMIN, Walter. O narrador: considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: Walter Benjamin: obras escolhidas, magia e técnica, arte e política. 3. ed. - São Paulo: Brasiliense, 1987, pp. 197-221. CALVINO, Italo. Seis propostas para o próximo milênio. SP: Companhia das Letras, 1990, p. 15-41 (capítulo sobre "Leveza"). CORAZZA, Sandra Mara. Manual infame... mas útil, para escrever uma boa proposta de tese ou dissertação. In: BIANCHETTI, L.; MACHADO, A.M.N. A bússola do escrever. 3.ed. – São Paulo: Cortez, 2012, pp. 259-374. FERREIRA, Glória; COTRIM, Cecília. Escritos de artistas. Rio de Janeiro: Zahar, 2006. FOUCAULT, Michel. O que é um autor? In: Ditos e Escritos, III. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006. LARROSA BONDIA, Jorge. O ensaio e a escrita acadêmica. In: Educação e Realidade. 28 (2): 101-115, jul/dez 2003. PEREIRA, Vinícius Carvalho. A escrita como jogo: desafios e contraintes na literatura do Oulipo. In: Outra Travessia 13 Florianópolis, UFSC, PPG em Literatura, 1º semestre de 2012, pp. 119-135. SOUZA, Ruth. Pesquisador como estrategista: sete propostas estratégicas inspiradas no jogo de xadrez e aplicadas à metodologia da pesquisa em arte. In: Revista-Valise, Porto Alegre, v. 1, n. 2, ano 1, dezembro de 2011. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. Vice-Reitoria. Coordenação de Bibliotecas. Manual de normas UFPel para trabalhos acadêmicos. Pelotas, 2019. Revisão técnica de Aline Herbstrith Batista, Dafne Silva de Freitas e Patrícia de Borba Pereira. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/sisbi/normas-da-ufpel-para-trabalhos-academicos/. Acesso em: 03 mar/2021 VALÉRY, Paul. Primeira aula do curso de poética. In: Variedades. SP: Iluminuras, 1999. pp.179-192.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
1 2022 / 1 25 0 Artes Visuais (Mestrado acadêmico)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
ANGELA RAFFIN POHLMANN
Professor responsável pela turma

Página gerada em 27/01/2022 08:48:17 (consulta levou 0.051151s)