Nome da Atividade
FORMAÇÃO DE PROFESSORES, DOCÊNCIA(S) E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
CÓDIGO
11260053
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

O componente curricular “Formação de professores, docência(s) e Educação Matemática” problematiza a (de)formação de professores que ensinam matemática(s), os modos de produção da(s) docência(s) e dos docentes. Discute alguns conceitos como (de)formação de professores, docências na contemporaneidade, desenvolvimento profissional, estudos de aula, experiências coformativas, teoria e prática e outros.

Objetivos

Objetivo Geral:

Geral:
Problematizar a (de)formação de professores, a produção da(s) docência(s) e dos docentes(s), desenvolvimento profissional, experiências coformativas do professor que ensina matemática(s).

Específicos:
- Discutir os conceitos de (de)formação de professores, docências, matemáticas, experiências coformativas;
- Compreender os modos de produzir as docências e os docentes na contemporaneidade;
- Entender os estudos de aula como uma possibilidade do desenvolvimento profissional.

Conteúdo Programático

- (De)formação de professores, produção das docências e dos docentes e experiências coformativas,
- Constituição e docências para ensinar matemática;
- Desenvolvimento profissional;
- Estudos de aula.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FABRIS, Elí Terezinha Henn; DAL’IGNA, Maria Cláudia; SILVA, Roberto Rafael Dias da. (Orgs). Modos de ser docente no Brasil contemporâneo: articulações entre pesquisa e formação. São Leopoldo: Oikos, 2018. Disponível em: http://oikoseditora.com.br/filesModos%20de%20ser%20docente%20no%20Brasil%20-%20E-book.pdf.
  • FIORENTINI, D. (org.). Formação de professores de matemática: explorando novos caminhos com outros olhares. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2003.
  • FIORENTINI, Dario; GRANDO, Regina Célia; MISKULIN, Rosana Giaretta Sguerra (orgs.). Práticas de Formação e de Pesquisa de Professores que Ensinam Matemática. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009.
  • LARROSA, J. Esperando não se sabe o quê: sobre o ofício de professores. Belo Horizonte: Autêntica: 2018.

Bibliografia Complementar:

  • GATTI, B. A et al. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019. Disponível em: https://www.fcc.org.br/fcc/wp-content/uploads/2019/05/Livro_ProfessoresDoBrasil.pdf
  • NÓVOA, António. Escola e professores: proteger, transformar, valorizar. Colaboração Yara Alvim. Salvador: SEC/IAT, 2022.
  • PONTE, J. P da et al. O estudo de aula como processo de desenvolvimento profissional de professores de Matemática. Bolema, Rio Claro (SP), v. 30, n. 56, p. 868 - 891, dez. 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/311215681_O_Estudo_de_Aula_como_Processo_de_Desenvolvimento_Profissional_de_Professores_de_Matematica
  • VAILLANT, D.; MARCELO, C. M. Ensinando a ensinar: as quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: UTFPR, 2012.

Página gerada em 29/09/2022 11:29:16 (consulta levou 0.052396s)