Nome da Atividade
ESTADO: ENTRE PODER, TENSÕES E AUTORITARISMO
CÓDIGO
10900161
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Nos últimos anos, a longa história das práticas democráticas e antidemocráticas na vida política latino-americana tem ocupado um papel central tanto nas reflexões acadêmicas como em debates públicos de maior alcance. Neste contexto, a insistente permanência do autoritarismo em distintas esferas da sociedade torna tais reflexões ainda mais urgentes. A partir da análise da pluralidade de entendimentos contidos no conceito de historiografia, a disciplina examina obras e autores/as que discutem as relações entre sociedade, política e estado e as identidades que se constituem nessas relações de poder. Numa perspectiva histórica, serão tratadas questões fundamentais para a compreensão dos processos de formação dos estados nacionais em perspectiva global, as tensões ideológicas, sociais e políticas decorrentes dos mesmos, assim como as múltiplas relações institucionais e não institucionais que envolvem a sociedade civil e o estado nestes contextos, com espaço para reflexões a respeito da região platina, suas relações internacionais, a ocupação do espaço e a delimitação das fronteiras geopolíticas.

Objetivos

Objetivo Geral:

Propor debates e análises historiográficas a respeito de conceitos e teorias relacionadas às temáticas da Linha, como as relações de poder entre Estado e sociedade civil, assim como as suas distintas tensões e conflitos em diferentes esferas sociais, políticas e culturais, bem como, as práticas democráticas e os regimes autoritários em perspectiva nacional e internacional.

Conteúdo Programático

- Estado, governo e poder.

- Eleições, práticas democráticas e associativismo.

- História Política e das relações de poder: História e Historiografia.

- Estado, Golpes e Regimes autoritários.

- Relações internacionais e Fronteiras geopolíticas.

- Fronteiras e identidades sociais e políticas em perspectiva global.

- Conceitos e representações: Cultura política, Populismos e Nacionalismos.

- Elites, Partidos e Grupos dirigentes.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ANDERSON, Benedict R. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Cia das Letras, 2008. BOBBIO, Noberto. Estado, poder e governo. São Paulo, Paz e Terra, 2007. FERREIRA, Jorge (org) O Populismo e sua História: Debate e Crítica. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. FICO, Carlos. Alguns impasses da produção historiográfica recente no Brasil. Anos 90. Porto Alegre, PPG em História da UFRGS, (2):111-126, maio 1994. MARTINS, Estevão de Rezende (org.) Memória, identidade e historiografia. Textos de História 10 (2002), Brasília: Ed. UNB, 2004. ______.. Cultura e Poder. São Paulo: Saraiva, 2007. NAPOLITANO, Marcos (et.al.). O Golpe de 1964 e a ditadura militar em perspectiva. 1- ed. São Paulo: Cultura Acadêmica Editora/CAPES, 2014. NODARI, Eunice; Pedro, Joana Maria e Iokoi, Zilda M. Gricoli (orgs.) História: Fronteiras. Anais do Simpósio Nacional de História. São Paulo: ANPUH; Humanitas, 1999. 2 Volumes. POULANTZAS, Nico. Estado, Poder y Socialismo. XXI Editores, Buenos Aires, 1989. REIS, José Carlos. O desafio historiográfico. Rio de Janeiro: Editora da FGV, 2010. RÉMOND, Réne (ORG). Por uma História Política. 2 ed. Rio de Janeiro, FGV, 2003. SANTOS, Boaventura de Souza. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez Editora, 2000.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
1 2022 / 2 14 7 História (Mestrado acadêmico)
História (Doutorado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
EDGAR AVILA GANDRA
Professor responsável pela turma

Página gerada em 05/12/2022 01:29:11 (consulta levou 0.365693s)