Nome da Atividade
SEMINÁRIO AVANÇADO: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INOVADORAS NOS ESPAÇOS FORMAIS E INFORMAIS DE EDUCAÇÃO
CÓDIGO
17360175
Carga Horária
51 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
CRÉDITOS
3

Ementa

O Seminário Avançado: Práticas Pedagógicas Inovadoras na aula universitária tem como objetivo repensar a relação entre teoria e prática, problematizando a educação no ensino superior e os impactos gerados pelas transformações na organização do trabalho e pelas modificações na conjuntura econômica, que convocam a educação superior a utilizar estratégias diferenciadas para responder às expectativas sociais e econômicas contemporâneas implicada pela necessidade de um perfil profissional que inclui e potencializa a criatividade e a inovação. Neste sentido, a disciplina apresentará as dimensões que caraterizam Práticas Pedagógicas Inovadoras que são: Ruptura com a forma tradicional de ensinar e aprender; Gestão participativa; Reconfiguração dos saberes; Re- organização da relação teoria/prática; Perspectiva orgânica no processo de concepção, desenvolvimento e avaliação da experiência; Mediação e Protagonismo. Para além disso, serão realizadas analises a partir de artigos, dissertações e teses no intuito de identificar a presença de práticas pedagógicas inovadoras.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

1. As crises da universidade e os contextos emergentes - 4h
2. Outros Sujeitos outras docências - 4h
3. Docência e a Pedagogia Universitária - 4h
4. Prática pedagógica: currículo aula universitária - 4h
5. Dimensão Inovadora: Ruptura com a forma tradicional de ensinar e aprende - 4h
6. Dimensão Inovadora: Gestão participativa - 4h
7. Dimensão Inovadora: Reconfiguração dos saberes - 4h
8. Dimensão Inovadora: Reorganização da relação teoria/prática - 4h
9. Dimensão Inovadora: Perspectiva orgânica no processo de concepção, desenvolvimento e avaliação da experiência - 4h
10. Dimensão Inovadora: Mediação - 4h
11. Dimensão Inovadora: Protagonismo - 4h
12. Análise de artigos, dissertações e teses: A presença de práticas pedagógicas inovadoras - 7h

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ARROYO, Miguel. Outros Sujeitos, Outras Pedagogias. Petrópolis. RJ: Editora Vozes, 2014.
  • ANASTASIOU, L.G.; ALVES, L.P. Processos de ensinagem na universidade. Joinville, Univille, 3.ed. 2004.
  • BARNETT, R. (Ed.). Para una transformación de la uni- versidad: nuevas relaciones entre investigación, saber y docencia. Barcelona: Octaedro, 2008.
  • BERNETT, R. A Universidade em uma era de supercom- plexidade. São Paulo: Editora Anhembi Morumbi, 2005.
  • CUNHA, Maria Isabel da. A Universidade em contextos emergentes: O Curso de Veterinária do Programa PRONE- RA em questão. Mimeo. Pelotas: Projeto Universidade em Contextos Emergentes/UFPel. 2020.
  • CUNHA, Maria Isabel da. O professor universitário na transição dos paradigmas. Araraquara/SP: JM Editora, 1998.
  • CUNHA, Maria Isabel da et al. Fontes do Conhecimento e Saberes na construção da Profissão Docente: um estudo empírico à luz da contribuição de Maurice Tardif. In: GARRIDO, Susane, CUNHA, Maria Isabel da & GUE MARTINI, Jussara (orgs.).Os rumos da educação superior. São Leopoldo: Ed. Unisinos, p. 239, 2002.
  • CUNHA, Maria Isabel da. Pedagogia Universitária: energi- as emancipatórias em tempos neoliberais.Araraquara: Jun- queira & Marin Editores. 2006.
  • DIDRIKSSON, Axel. Universidad y bien publico en la perspectiva de una sociedad democrática del conocimiento.In: FUENTE, Juan Ramon de la; DIDRIKSSON, A. (Coords.). Universidad, responsabilidad social y bien publico: el debate desde América Latina. Mexico: Universidad de Guadalajara, 2012. P. 61- 97
  • FRANCO, Maria Amélia. Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília: V. 97, no 247. p. 534 551.set/ dez 2012.
  • FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1998.
  • FREIRE, Paulo. SHOR, Ira. Medo e Ousadia: O cotidiano do professor. Traduzido por Adriana Lopes. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
  • LEITE, Denise. Conhecimento social na sala de aula uni- versitária e a autoformação docente. In: MOROSINI, Ma- rília (Org.). Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. 2.ed. Brasília: Plano Editora, 2001a.
  • LEITE, Denise. Innovaciones en la educación universita- ria. In: CONTERA, Cristina. Primer foro de innovaciones educativas en la enseñanza de grado. Montevideo, Uruguay: Comisión Sectorial de Enseñanza, Universidad de La Repú- blica. 2002.
  • LUCARELLI, Elisa. “Una investigación en proceso: la formación de aprendizajes complejos en la universidad” In: Anais do IV Congresso Internacional de Educação. Uni versidade do vale do Rio dos Sinos – UNISINOS – São Leo-poldo/RS. CD Room, 2004.
  • MOROSINI, Marília C. Questões da educação superior e contextos emergentes. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 19, n. 2, p. 385-405, jul. 2014.
  • SANTOS, Boaventura de Sousa. Da ciência moderna ao Novo Senso Comum. In: A Crítica da Razão Indolente: Con- tra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez, 2001.
  • SANTOS, Boaventura de Sousa. A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. 3a ed. São Paulo: Cortez, 2010.
  • SHULMAN, Lee S. Paradigmas y programas de investi- gación en el estudio de la enseñanza: una perspectiva contemporánea. In: WITTROCK, M. (Ed.) La investigación de la enseñanza I. Barcelona, Buenos Aires – México. Paidós, 1989.

Página gerada em 24/04/2024 12:02:25 (consulta levou 0.055880s)