Nome da Atividade
OVINOCAPRINOCULTURA
CÓDIGO
1430031
Carga Horária
68 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
1
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4

Ementa

Conhecer a importância sócio-econômica da ovinocaprinocultura, caracterizar as principais raças e suas peculiaridades, desenvolver técnicas de manejo alimentar, reprodutivo, programar e orientar o manejo de instalações e equipamentos. Caracterizar os sistemas de produção e caracterizar os fatores importantes na produção de lã, carne, leite e pele de ovinos e caprinos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Ao estudar os conteúdos abordados nesta disciplina, o aluno deve ser capaz de:
_Avaliar a importância sócio-econômica da ovinocultura e da caprinocultura e desenvolvendo atividades que contribuam para o seu crescimento;
_Caracterizar as principais raças identificando as suas peculiaridades;
_Desenvolver técnicas de manejo alimentar;
_Desenvolver técnicas de manejo sanitário;
_Aplicar técnicas de manejo da reprodução;
_Programar e orientar o manejo de instalações e equipamentos;
_Conhecer e aplicar as técnicas de abate e as normas de comercialização.

Conteúdo Programático

- Introdução à ovinocaprinocultura: histórico, origem e evolução do rebanho ovino, situação sócio-econômica nacional e mundial;
- Características particulares das espécies: dentição, gestação, conformação externa dos animais;
- Principais raças: origem, aptidões e características raciais;
- Sistemas de criação: sistema intensivo e extensivo, instalações e equipamentos, condições ambientais locais, orientação e dimensionamento das instalações;
- Manejo e práticas nas diferentes fases da criação: cria, recria e terminação, manejo das fêmeas reprodutoras, manejo dos reprodutores, esquila do rebanho e manejo de
rebanhos leiteiros;
- Alimentos e alimentação: pastagens, feno e silagens, rações e concentrados;
- Reprodução: fisiologia do aparelho genital masculino e feminino da espécie, ciclo estral, métodos: monta natural e inseminação artificial; inseminação artificial (IA): vantagens e desvantagens, coleta de sêmen;
- Manejo sanitário: principais doenças e seus controles;
- Controle zootécnico: particularidades da comercialização, custos e receitas, análise financeira.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • COIMBRA FILHO, A. Técnicas de criação de ovinos. Guaíba: Agropecuária, 1997, 102p, 2ª edição
  • SILVA SOBRINHO, A.G. da. Criação de Ovinos. Jaboticabal: FUNEP. 1997. 230p.
  • SILVA SOBRINHO, A.G. da. Criação de Ovinos. Jaboticabal: FUNEP. 258p.
  • CORRÊA, M.N. (Org.). Ovinocultura. 2. ed. Pelotas: Ed. UFPEL, 2011. 168p.

Bibliografia Complementar:

  • BOFILL, F.J. A Raça ovina ideal na Austrália e no Rio Grande do Sul. Guaíba: Agropecuária. 1997. 276p.
  • COOP, I. Sheep and goat production. Amsterdam: Elsevier. 1982.
  • EMBRAPA. Enfermidades em caprinos – diagnóstico, patogenia, terapêutica e controle. Brasília: EMBRAPA. 1976.
  • OLIVEIRA, N.M. Ed. Sistemas de criação de ovinos em ambientes ecológicos do sul do Rio Grande do Sul. Bagé: Embrapa. Centro de Pesquisa de Pecuária dos Campos Sul Brasileiros. 2003. 192p.

Página gerada em 19/07/2024 01:49:07 (consulta levou 0.847351s)