Nome da Disciplina
HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA
CÓDIGO
0040048
Carga Horária
51 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
3
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
3
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
3
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Noções gerais de Citologia; Histologia Geral (histologia dos tecidos epitelial,
conjuntivo, muscular e nervoso), e Histologia dos Sistemas Orgânicos Humanos
(tegumentar, sanguíneo, cardio-vascular, respiratório, imune, digestório, urinário,
reprodutores masculino e feminino e endócrino).

Objetivos

Objetivo Geral:

A disciplina de Histologia e Embriologia tem como objetivo geral: oportunizar aos
discentes uma visão interdisciplinar, dinâmica e contextualizada da estrutura celular e
da histofisiologia dos órgãos que compõem os diferentes sistemas do organismo
humano, entendendo e analizando as características principais de cada tecido. Ao final
do semestre letivo, o aluno deverá ser capaz de: identificar, caracterizar, diferenciar e
descrever morfologicamente, as células, os tecidos e os órgãos que compõem os
diferentes sistemas do organismo humano.

 

Objetivos Específicos:

1) Integrar os conhecimentos sobre as células e tecidos
fundamentais adquiridos previamente no Ensino Médio,
aprofundando-os para o reconhecimento da estrutura
organográfica dos órgãos, aparelhos e sistemas do corpo humano;
2) Facilitar aos discentes às informações básicas sobre a
organografia microscópica correlacionada aos estudos da
anatomia macroscópica do ser humano permitindo adquirir uma
base de conhecimentos básicos necessária à outras disciplinas
como, por exemplo, fisiologia e patologia;
3) Aplicar avaliações teóricas para a verificação do nível de
aprendizado, reflexo da atividade docente e, desenvolver métodos
alternativos de avaliação onde os discentes sejam colocados
diante de situações que conduzam a aplicação dos conhecimentos
adquiridos na resolução de situações reais;
4) Estimular a capacidade dos discentes para ler e interpretar textos
com informações das áreas de Histologia, estimulando sua
capacidade de crítica frente às informações apresentadas através da discussão em grupo das informações suplementares
oferecidas;
5) Enfocar o espírito do trabalho e da tomada de decisões em grupo
mediante discussão dos temas, escolha do(s) método(s) de
avaliação e da verificação do desempenho individual e em grupo
dos discentes;
6) Oportunizar aos discentes o convívio acadêmico com alunosmonitores
em aula teóricas para incentivar o hábito do estudo e a
perspectiva da docência como estímulos para a melhoria do
desempenho pessoal;
7) Desenvolver um ritmo de atividades compatível com a
disponibilidade de horários de classes teóricas objetivando
ministrar os conhecimentos relacionados à disciplina de forma
holística e interrelacionada às demais áreas do saber;
8) Realizar atividades teóricas de forma sincronizada para facilitar o
aprendizado e sempre que possível, observar a
interdisciplinariedade da formação acadêmica procurando, entre
outros objetivos, desempenhar as atividades acadêmicas em
sincronia com as demais disciplinas;
9) Buscar o complemento da formação acadêmica incentivando a
utilização de modernos recursos tecnológicos como a consulta
“on line” e a leitura de literatura científica “on line” em outro(s)
idioma(s) através da proposição sistemática de questões
referentes aos conteúdos programáticos que estejam em discussão
no momento;
10) Flexibilizar as metodologias utilizadas em sala de aula e mesmo
nas avaliações procurando facilitar o aprendizado e, sobretudo,
estimular a busca pessoal da formação profissional indicando
métodos e recursos para consecução deste objetivo.
11) Relacionar os conhecimentos adquiridos com as demais disciplinas
do curso de enfermagem, considerando ser a morfo-fisiologia o
embasamento para os conteúdos a desenvolver a autonomia para a
educação continuada integrando as sub-áreas de conhecimento
bem como as especificidades de cada uma delas, mediante a consolidação dos princípios fundamentais que sustentam a atuação
profissional na Área de Enfermagem.

Conteúdo Programático

O conteúdo programático da disciplina de Histologia ministrada ao curso de
Enfermagem é o exposto a seguir.
Unidade Sub-
Unidade
Conteúdo Programático Teórico ( HISTOLOGIA )
Histologia Geral
1.1 Tecido Epitelial
1.1.1 Aspectos gerais
1.1.2 Classificação
1.1.3 Histogênese
1.1.5 Ocorrência
1.2 Tecido Conjuntivo Propriamente Dito
1.2.1 Aspectos gerais
1.2.2 Classificação
1.2.3 Histogênese
1.2.4 Ocorrência
1.3 Tecido Adiposo
1.3.1 Aspectos gerais
1.3.2 Classificação
1.3.4 Histogênese
1.3.5 Ocorrência
1.4 Tecido cartilaginoso
1.4.1 Aspectos gerais
1.4.2 Classificação
1.4.4 Histogênese
1.4.5 Ocorrência
1.5 Tecido ósseo
1.5.1 Aspectos gerais
1.5.2 Classificação
1.5.3 Histogênese
1.5.4 Ocorrência
1.6 Sangue e Hemocitopoiético
1.6.1 Aspectos gerais
1.6.2 Classificação
1.6.3 Histogênese
1.6.4 Ocorrência
1.7 Tecido Muscular
1.7.1 Aspectos gerais
1.7.2 Classificação
1.7.3 Histogênese
1.7.4 Ocorrência
1.8 Tecido Nervoso
1.8.1 Aspectos gerais
1.8.2 Classificação
1.8.3 Histogênese
HISTOLOGIA ESPECIAL
Sistema Circulatório
2.1.1 Generalidades (Importância, correlações com outros sistemas,
composição, recapitulação conhecimentos prévios, etc...)
2.1.2 Coração (endocárdio, miocárdio, epi e pericárdio)
2.1.3 Vasos e capilares sangüíneos
2.1.4 Vasos e capilares linfáticos
Orgãos linfóides
2.2.1 Generalidades
2.2.2 Folículos, Placas de Peyer, Amídalas (Tonsilas)
2.2.3 Timo
2.2.4 Baço
2.2.5 Linfonodo
Sistema Digestório
Cavidade Oral e Glândulas anexas
2.3.1 Mucosa oral
2.3.2 Dentes
2.3.3 Glândulas Salivares
Tubo Digestório
2.4.1 Organização geral
2.4.2 Esôfago
2.4.3 Estômago
2.4.4 Intestinos
Fígado e pâncreas
2.5.1 Célula Hepática
2.5.2 Lóbulo Hepático
2.5.3 Pâncreas exócrino e endócrino
Tegumento - Pele e Anexos
2.6.1 Epiderme e Derme
2.6.2 Anexos (Fâneros )
Sistema Respiratório
2.7.1 Generalidades
2.7.2 Estrutura porções condutora e transitória
2.7.3 Estrutura porção respiratória
Sistema Urinário
2.8.1 Generalidades
2.8.2 Anatomia macro e microscópica do rim
2.8.3 Néfron
2.8.4 Bexiga e vias urinárias
2.8.5 Complexo justaglomerular
02 Sistema Genital Feminino
2.9.1 Generalidades
2.9.2 Ovário
2.9.3 Tubas uterinas, útero, vagina e genitália externa
Sistema Genital Masculino
2.10.1 Generalidades
2.10.2 Testículos
2.10.3 Vias genitais e glândulas acessórias
2.10.4 Pênis
Sistema Endócrino
2.11.1 Generalidades
2.11.2 Eixo hipotalâmico- hipofisiário
2.11.3 Pineal
2.11.4 Tireóides
2.11.5 Paratireóides
2.11.6 Adrenal
2.11.7 Ilhotas pancreáticas ( Langerhans )

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Burkitt, H.G., Young, B., Heath, J.W. Wheater – Histologia Funcional. 3 ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1994. 409 p. Cormack, D.H. Ham Histologia. 9.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1991. 570 p. Gartner, L.P. & Hiatt, J.L. Tratado de Histologia. 3.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. Koogan, 2003. Junqueira, L.C. , Carneiro, J. Histologia Básica. 11 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008. Moore, K., Persaud, T.V.N. Embriologia básica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1994. Kierszenbaum, A.L. Histologia e biologia celular : uma introdução à Patologia – 2004. Rheingantz, M.G. T & Machado, I. G. ATLAS EM CD ROOM – Histologia Básica Interativa. Versão 1.01 – 2003. UFPEL.

Bibliografia Complementar:

  • Alberts, B., Bray, D., Hopkin, K., Johnson A., Lewis, J., Raff, M., Roberts, K., Walter, P. Fundamentos da Biologia Celular. 2ª ed. Artmed, São Paulo, 2004 Bailey, F.R. , Copenhaver, W., Bunge, R. Bunge, M. Histologia 17 ed. São Paulo: Edgard Blücher LTDA, 1973. Becker, I. Nomenclatura Histológica da Língua Portuguesa. Portugal, Porto: Gráfica Editora Hamburg Ltda, 1978. 108 p. Bloom, W. Fawcett, D. Tratado de Histologia. Rio de Janeiro: Interamericana, 1977. Borisenko, M. Histologia Funcional. México: Limusa, 1985.
  • Carvalho, H.F., Recco-Pimentel, S.M. A célula. 2ª ed. Manole, São Paulo, 2007. Carvalho, H.F.; Collares-Buzato, C.B. Células – uma abordagem multidisciplinar. Manole, São Paulo, 2005 Cormack, D.H. Histologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1985. Cormack, HD Fundamentos de histologia 2.ed.Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2003. Cormack, HD Ham histologia 9.ed. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 1991. Dellmann, H.D., Brown, E.M. Histología Veterinaria. 2 ed., Zaragoza, Espanha: Acribia, 1980. 529 p. Elisiéiev, V.G., Afanasiev, Yu. I., Yúrina, N.A. Histología. URSS: Editorial Mir Moscú, 1985. 584 p. Failace, R. Hemograma - Manual de Interpretação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.
  • Geneser, F. Histología. Buenos Aires: Panamericana, 1987. 740 p. Genneser, F Histologia : com bases biomoleculares 3.ed. Rio de Janeiro: Editorial Médica Panamericana ; Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2003. Ham, A.W. Histologia 6.ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1972. Hib, J. Di Fiore Histologia-Texto e Atlas. Rio de Janeiro: Guanabara Kéhnel, W Citologia, histologia e anatomia microscópica : texto e atlas / tradução Paulo Oliveira 11.ed. Porto Alegre : Artmed, 2005. Kierszenbaum, A.L. Histologia e Biologia Celular: uma introdução à Patologia. 2.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. Kuhnel, W Atlas de citologia, histologia e anatomia microscopica : para teoria e pratica 7.ed. rev. ampl. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 1991. Moore, K.L., Persaud, T.V.N. Embriologia Clínica. 6.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. Ovalle, W.K. & Nahirney, P.C. Netter/Bases da Histologia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. Paulino, W R Biologia atual :citologia e histologia: livro do professor São Paulo: Editora Ática, 2002. Raw, I. Menucci, L. Bases Moleculares da Medicina. São Paulo: EDUSP, 1991, 186 p. Ross, M.H., Pawlina, W. Histologia - Texto e Atlas. 5.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.
  • Ross, M.H., Reith, E.J., Romrell, L.J. Histologia : texto e atlas 2.ed. Sao Paulo: Panamericana, 1993. Sadler, T.W. Langman – Embriologia Médica. 9.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.
  • Sadler, T.W. Langman – Fundamentos da Embriologia Médica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. Snell, R. Histologia Clínica. Rio de Janeiro: Interamericana, 1985. Stevens, A. Lowe, J.L. Histologia. São Paulo: Manole, 1995. Stevens, A.; Lowe, J. Histologia Humana. 2.ed. São Paulo: Manole, 2001. Weiss, L. Histologia. Buenos Aires: El Ateneo, 1986. Young, B.; Lowe, J.S.; Stevens, A.; Heath, J.W. Wheater / Histologia Funcional – Texto e Atlas. 5.ed.Rio de Janeio: Elsevier, 2008. Atlas: Bacha Jr., W.J. Wood, L.M. Atlas color de Histologia Veterinária. Buenos Aires: Inter-Médica, 1991. 269 p. Di Fiore, M S Atlas de histologia. 7.ed. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2001. Freeman, W.H. Atlas de Histologia. Rio de Janeiro: Interamericana, 1985. Leboffe, M.J. Atlas Fotográfico de Histologia. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2005. Moore, K.L.; Persaud, T.V.N.; Shiota, K. Atlas Colorido de Embriologia Clínica. 2.ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. Kühnel, W. (1989) Atlas de Citologia, Histologia e Anatomia Microscópica – Para Teoria e Prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 409 p. Sobotta, J., Komm, F J H Atlas de histologia : citologia, histologia e anatomia microscopica 7.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. Vegue, J.B. Atlas de Histología y Organografía Microscópica. Madrid, Espanha: Editorial Médica Panamericana, 1998. 418 p.

Página gerada em 14/11/2019 07:01:49 (consulta levou 0.157957s)