Nome da Disciplina
ESGOTAMENTO SANITÁRIO E TRATAM. DE EFLUENTES
CÓDIGO
0570172
Carga Horária
68 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Alternativas para tratamento de águas residuárias. Caracterização de águas residuárias. Transferência de oxigênio. Processos biológicos para tratamento de águas residuárias: Processos aeróbios, anaeróbios e combinados. Processos químicos e físico-químicos para tratamento de águas residuárias. Desinfecção de águas residuárias. Tratamento e disposição de lodos gerados em estações de tratamento de águas residuárias.

Objetivos

Objetivo Geral:

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • ESGOTO sanitário: coleta, transporte, tratamento e reúso agrícola. São Paulo: Edgard Blucher, 2003. 520 p
  • WASTEWATER Engineering: treatment and reuse. 4. ed. Boston: McGraw Hill, 2003. 1819 p.
  • VON SPERLING, Marcos. Lodos ativados. 2. ed. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2002. 428 p. (Princípios do tratamento biológico de águas residuárias ; v. 4).

Bibliografia Complementar:

  • MANCUSO, Pedro Caetano Sanches; SANTOS, Hilton Felicio dos (Org.). Reúso de água. São Paulo: Manole, 2003. 575 p
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. Saneamento basico na cidade de Pelotas: situacao atual e prioridades. Pelotas 2001. 59 p.
  • SCHWART, Margaret. Análise do sistema de tratamento de esgoto doméstico de São Lourenão do Sul. Pelotas, 2005. 45f. TCC (Graduação em ) - Faculdade de , Universidade Federal de Pelotas
  • SILVA, Salomão A. Tratamentos biológicos de águas residuárias: lagoas de estabilização. Rio de Janeiro: ABES, 1979. 138 p
  • JORDÃO, Eduardo Pacheco; PESSOA, Constantino Arruda. Tratamento de esgotos domésticos: concepções clássicas de tratamento de esgoto.São Paulo: CETESB, 1975. 544 p.

Página gerada em 20/05/2019 00:20:36 (consulta levou 0.073488s)