Nome do Projeto
Projeto de Ensino em Cariologia
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
24/06/2015 - 09/12/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
A Odontologia evoluiu muito tecnicamente nas últimas décadas e talvez essa evolução seja a justificativa para que continue, como tradicionalmente tem sido, buscando soluções técnicas para o manejo da cárie dentária. No Brasil, a cárie dentária ainda afeta cerca de 56% dos escolares aos 12 anos, sendo que sua incidência aumenta com a progressão da idade apesar da tendência de diminuição. No entanto, em todas as idades, o percentual de dentes com necessidade de algum tratamento para cárie, isto é restauração, extração etc., é baixo (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2010) reforçando a ideia de abordagem tecnicista da profissão. É difícil que o estudante de Odontologia não seja seduzido pelo apelo da indústria que introduz anualmente uma gama de novos materiais permitindo o desenvolvimento de técnicas que incontestavelmente contribuem para uma melhor Odontologia, mas que se aplicadas sem a competência para o diagnóstico da condição de saúde bucal do paciente poderá implicar em nenhum benefício para o mesmo.

Objetivo Geral

Aprimorar a formação em Cariologia do estudante de Odontologia.

Justificativa

A cárie dentária é a doença bucal de mais alta prevalência na população havendo a necessidade do enfrentamento dos fatores que contribuem para a perpetuação da situação desfavorável da saúde dentária. Tradicionalmente o tratamento da cárie dentária foi voltado para a intervenção das seqüelas da doença. Para superação dos resultados dessa estratégia de tratamento há necessidade que os estudantes de Odontologia tenham uma formação em Cariologia com um profundo conhecimento sobre a doença. Dessa forma poderão adquirir habilidade para o diagnóstico da atividade cariogênica adquirindo a competência para a tomada de decisão sobre o manejo da cárie dentária. Considerando a fundamental importância da Cariologia na formação dos estudantes de Odontologia a Organização Européia para Pesquisa da Cárie (ORCA) desenvolveu uma força-tarefa para trabalhar, com a Associação de Educação Dentária na Europa (ADEE), em um currículo Europeu em Cariologia (Schulte et al., 2011). No Brasil, é imperativo que os alunos de odontologia recebam essa formação para que possam contribuir para o controle da cárie dentária a nível individual e populacional. Na 49ª Reunião da Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno), realizada em setembro de 2014 na cidade de João Pessoa (PB), houve entendimento da necessidade de inserir a disciplina Cariologia no currículo odontológico brasileiro, criado pelas faculdades europeias e pela ORCA. Na nossa Faculdade o ensino da Cariologia está contemplado no Currículo, no entanto há necessidade do aprofundamento da educação em Cariologia assim como a prática do estudante seja no diagnóstico e tratamento da cárie seja sistemática e para isso um projeto de ensino em Cariologia contribuirá para na sua competência para Diagnosticar a condição de saúde bucal do paciente; planejamento do tratamento integrado de acordo com o diagnóstico do paciente; justificar, com base na literatura científica, as decisões clínicas; e capacitar o paciente para reduzir o risco de desenvolver novas lesões de cárie e/ou progressão, no futuro, das lesões existentes. Para que esse objetivo seja alcançado diferentes métodos de ensino devem ser avaliados tanto em relação a diagnóstico como tratamento da cárie dentária. O estudante também deve adquirir uma visão crítica sobre os métodos de diagnóstico e tratamento da cárie dentária, não consolidados na literatura, participando da discussão na proposição e desenvolvimento de pesquisas científicas.

Metodologia

Os estudantes participantes do projeto de ensino atuarão em diversas atividades que permitam o aprimoramento da sua formação e também do ensino da Cariologia. Em todas as atividades terão orientação dos professores e ajuda/orientação de alunos do Doutorado do Curso de Pós-Graduação da Faculdade de Odontologia (UFPel). Assim, as seguintes atividades estão previstas:
1) Participação, para os estudantes que já cursaram e foram aprovados na Unidade Clínica Odontológica I, durante as aulas práticas ambulatoriais com atendimento a pacientes e laboratoriais dos alunos do 4º semestre do curso de odontologia, na Unidade de Pré-Clínica II (área da Cariologia), no desenvolvimento a habilidade para diferenciar e diagnosticar, clinica e radiograficamente, alterações entre os tecidos duros dentais cariados e não cariados, assim como o desgaste erosivo do esmalte dentário. Após o treinamento em dentes humanos extraídos, para a avaliação de métodos de ensino os alunos do 4º semestre serão divididos em grupos sendo que um dos grupos fará também um treinamento através de uma ferramenta disponível on-line. Após, serão submetidos a um teste do diagnóstico da lesão de cárie e através dos resultados será avaliada a melhor forma de ensino.

2) Seleção de dentes humanos extraídos adquiridos do Banco de Dentes da Faculdade de Odontologia (UGPel) e, fazendo a detecção da lesão de cárie conforme os critérios do ICDAS (International Caries Detection and Assessment System ), sistema introduzido em 2007 para o diagnóstico da cárie dentária utilizando critérios para serem utilizados internacionalmente. Esses dentes serão montados em cilindros de PVC sendo fixados em resina acrílica. A dentina dos dentes com lesão de cárie cavitada (códigos 5 e 6 do ICDAS) será tratada “in vitro”, no laboratório de microbiologia, para que possa ser simulada uma condição semelhante à clínica na remoção da dentina cariada para o tratamento restaurador.
3) Os estudantes poderão participar do projeto de extensão PRÓ-SORRISO o qual, no controle da saúde bucal a adolescentes, orienta-se pelas evidências atuais em Cariologia. De acordo com as competências desenvolvidas poderão atuar tanto na organização das atividades ambulatoriais, agendamento de pacientes, levantamento de dados, documentação de casos clínicos, atendimento clínico odontológico ambulatorial e auxiliar em pesquisas clínicas ou laboratoriais em desenvolvimento.

Resultados Esperados

Resultados: Maior aprofundamento do conhecimento, dos alunos de Odontologia, sobre a cárie dentária e que tenham competência para diagnosticar a condição de saúde bucal do paciente; planejamento do tratamento integrado de acordo com o diagnóstico do paciente; justificar, com base na literatura científica, a tomada de decisão clínica sobre manejo e monitoramento da lesão de cárie. Interesse do aluno pela investigação científica dos problemas em relação à cárie dentária e que não estão contemplados pela literatura nacional e internacional.
Impactos esperados: Tratamento da cárie dentária baseado da necessidade individual de cada paciente. Diminuição das indicativas de restaurações dentárias ou substituições. Remoção da dentina cariada de acordo com a evidência científica atual diminuindo a necessidade de tratamento endodôntico.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CHAYANE DE SOUZA VIANA624/06/201509/12/2015
ELENARA FERREIRA DE OLIVEIRA424/06/201509/12/2015
IGOR GUIMARÃES624/06/201509/12/2015
ISABELLE KUNRATH624/06/201509/12/2015
JORDANA BRISTOT624/06/201509/12/2015
MARCOS BRITTO CORREA224/06/201509/12/2015
MAXIMILIANO SERGIO CENCI324/06/201509/12/2015
QUÉREN FERREIRA DA ROSA624/06/201509/12/2015
TAMIRES TIMM MASKE624/06/201509/12/2015
TÁSSIA MARIA KONZEN624/06/201509/12/2015
VERIDIANA FISCHER BERGMANN624/06/201509/12/2015
ÁTILA ALVES NUNES CORDEIRO624/06/201509/12/2015

Página gerada em 26/01/2021 19:47:54 (consulta levou 0.065187s)