Nome do Projeto
Grupo de estudos sobre comércio justo e trocas internacionais no âmbito da economia solidária
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
02/05/2016 - 16/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economia Internacional
Resumo
O chamado 'Movimento Internacional do Comércio Justo' consolidou-se ao longo da década de 1980, através do desenvolvimento de uma extensa rede de organizações não-governamentais presentes nos países desenvolvidos, estruturadas com a finalidade de estabelecer trocas comerciais "norte-sul' (países desenvolvidos - países em desenvolvimento) fundadas em uma perspectiva ética solidária, através da articulação direta entre organizações de 'consumidores conscientes' dos países do 'norte global' e de 'produtores solidários' dos países do 'sul global'. A existência, atualmente, de aproximadamente 750 lojas de comércio justo em toda Europa, a movimentação de cerca de 6 bilhões de euros a partir das estruturas do CJ em 2014 e o fortalecimento de aproximadamente 3 mil organizações de produtores solidários dos países em desenvolvimento (ver: http://www.fairtrade.net/) são resultados desse processo árduo e complexo. No caso do Brasil, dada a dimensão geográfica e as assimetrias sociais profundas, o comércio justo (produtores solidários x consumidores conscientes) tem estado especialmente voltada à realidade nacional. Entretanto, a proximidade do RS com a maioria dos demais países do Mercosul, indica várias possibilidades de intercâmbio econômico e de cooperação técnica e social envolvendo os atores da economia solidária. Já há literatura desenvolvida sobre o tema e as possibilidades de atuação profissional no campo das Relações Internacionais são efetivas.

Objetivo Geral

Estudar e analisar o conceito, a história, a estrutura e a dinâmica do comércio justo internacional, bem como os conceitos relacionados (comércio internacional, sustentabilidade, economia solidária, consumo ético/consciente) e as possibilidades de inserção em seu âmbito dos empreendimentos econômicos solidários do sul do Rio Grande Sul, além das oportunidades profissionais abertas aos profissionais de relações internacionais.

Justificativa

A proposta aqui apresentada visa preparar os estudantes para compreender este campo específico de atuação e desenvolver atividades relacionadas a projetos de pesquisa e de extensão já em curso, dando suporte a futuras inserções no mercado de trabalho, bem como ao assessoramento às organizações locais de produtores e consumidores.

Metodologia

Reuniões semanais de estudos (3 horas) previamente preparadas a partir de leituras realizadas (2 horas) pelos participantes do grupo de estudo e orientadas pelo professor coordenador.
Visitas de campo a empreendimentos solidários relacionados ao comércio justo internacional ou com potencial participação.
Seminários avançados, de discussão teórica a partir do acúmulo desenvolvido ao longo do projeto.

Resultados Esperados

Capacitação dos estudantes participantes para atuação na área delimitada do projeto; articulação com projetos de extensão e de pesquisa desenvolvidos pelo Núcleo Interdisciplinar de Tecnologias Sociais e Economia Solidária.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANTONIO CARLOS MARTINS DA CRUZ502/05/201616/12/2016
JOSUÉ KUHN VOLZ502/05/201616/12/2016
ROBERTA MACIEL ORABE502/05/201616/12/2016
SUSANE MARTINELI502/05/201616/12/2016

Página gerada em 22/11/2019 18:34:53 (consulta levou 0.053952s)