Nome do Projeto
Psiconeuroetnobotânica: estudos translacionais usando o Ayahuasca
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
02/04/2014 - 17/12/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Psicologia
Resumo
Ayahuasca pode ser considerado um elemento central da medicina e religião tradicional da população ameríndia habitante da floresta amazônica. Desde o início da década de 1980, o uso religioso do Ayahuasca tem avançado sobre diferentes regiões do Brasil e do mundo, concentrando-se principalmente em grandes centros urbanos. A partir de 1992, o uso desta substância para fins religiosos foi legalizado pelo governo brasileiro e, anos mais tarde, atitudes semelhantes foram tomadas pela união europeia e pela corte suprema dos Estados Unidos da América. Estudos relacionados à etnografia, as neurociências e imunologia tem apontado o potencial sociocultural, terapêutico e neuroprotetor relacionado ao uso de Ayahuasca em diversos contextos. Entretanto tais pesquisas tem falhado em estabelecer uma visão integrativa que permita traduzir a sua ação desde o nível molecular, passando pelo psicológico e chegando ao cultural. O presente grupo de estudos visa revisar a literatura acadêmica sobre o Ayahuasca desde de estudos de neurobiologia, psicologia e etnografia a fim de produzidos em um corpo de conhecimento unificado.

Objetivo Geral

Estudar de forma fundamentada e crítica as diferentes abordagens metodológicas e epistemológicas das Neurociências, Psicologia e Etnografia que estudem o Ayahuasca.

Justificativa

Tal investigação se faz essencial ao campo da Psicologia, pois com ela se torna possível analisar de forma crítica e fundamentada como diferentes abordagens ao mesmo fenômeno produzem dados e entendimentos dispares e, muitas vezes, difíceis de serem concatenados. Ainda, ao invés de pressupor que tais discursos teóricos apenas nos apresentam fatos por si, os alunos poderão compreender a necessidade da perspectiva teórica na construção epistêmica da nossa ontologia, a necessária participação de um determinado olhar teórico na composição do objeto e de sua evidência empírica.

O uso da produção acadêmica sobre o Ayahuasca como objeto de análise permite tal apropriação, uma vez que é abordado sob diversas óticas de pesquisa. Ainda, há um interesse crescente da comunidade internacional sobre o uso medicinal dessa substância, o que resulta em uma produção contemporânea sobre o tema.

Metodologia

Encontros semanais de 4h de duração onde serão discutidos artigos e autores de diferentes áreas (Filosofia, Psicologia, Biologia, etc.) com o intuito de estabelecer pontes entre estes. As leituras serão sempre combinadas previamente aos encontros e um do alunos ficará encarregado de conduzir as discussões. Os docentes envolvidos terão a função de orientar e qualificar as discussões.

Resultados Esperados

A formação de acadêmicos críticos, com capacidade para ler e interpretar os pressupostos implícitos em nossa produção científica contemporânea

Produção de um grupo de pesquisa sobre o tema.

Produção de artigos sobre o tema e submissão em periódico indexado.

Produção de um evento sobre o tema.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARLUS AUGUSTU TAVARES DO COUTO402/04/201417/12/2014
CID PINHEIRO FARIAS402/04/201417/12/2014
GIANA DE PAULA COGNATO402/04/201417/12/2014
GUILHERME GONÇALVES VOTTO402/04/201417/12/2014
HUDSON CRISTIANO WANDER DE CARVALHO402/04/201417/12/2014
JULIANA CORRÊA HERTZBERG402/04/201417/12/2014
LUCAS DO AMARILHO SILVEIRA402/04/201417/12/2014
LUIS ARTUR COSTA402/04/201417/12/2014
LUIZ GUSTAVO KLUMB KIESOW402/04/201417/12/2014
VANESSA AVILA DOS SANTOS402/04/201417/12/2014
WILLIAM SPERB ESBER402/04/201417/12/2014

Página gerada em 22/10/2019 21:18:56 (consulta levou 0.051847s)