Nome do Projeto
Monitoria de Geoquímica Orgânica
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
05/06/2017 - 04/06/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Resumo
O curso de Engenharia do Petróleo da UFPel difere de outros cursos de Engenharia de Petróleo do país porque sua matriz curricular contempla disciplinas que dão ao egresso atribuição profissional para atuação tanto na área de exploração como na área da produção de petróleo (E&P). Nesse contexto, está a disciplina profissionalizante Geoquímica Orgânica, de 68 créditos, ofertada anualmente, no 5º semestre, com aulas expositivas semanais. Seu conteúdo programático forma o alicerce da formação do Engenheiro de Petróleo, com ênfase na E&P, pois fornece os subsídios necessários para o entendimento do sistema petrolífero, desde a rocha geradora até o seu armazenamento do petróleo em rochas reservatórios, incluindo os processos de maturação e do sincronismo, que é o fenômeno determinante para a ocorrência de acumulações econômicas de petróleo. Além disso, a Geoquímica Orgânica fornece os conhecimentos necessários para disciplinas posteriores, como a Geologia de Reservatórios, Engenharia de Reservatórios e Avaliação de Jazidas.Com base nesses pressupostos, a importância dessa disciplina na formação do discente é indiscutível, sendo a promoção de ações didático-pedagógicas para despertar o interesse e a atenção do aluno em sala de aula fundamentais. Nesse sentido, a presente proposta visa não apenas atividades que atendam os objetivos do projeto pedagógico do curso, mas também apresentem mecanismos que despertem o interesse dos discentes para a importância da Geoquímica Orgânica no âmbito da formação do Engenheiro do Petróleo da UFPel, e contribuam para a redução dos índices de retenção, reprovação e evasão, com a participação e o apoio da monitoria para o desenvolvimento da disciplina.

Objetivo Geral

Criar mecanismos didático-pedagógicos que promovam melhorias no processo ensino-aprendizagem, visando à otimização do conteúdo lecionado para a redução dos índices de reprovação, retenção e evasão na disciplina "Geoquímica Orgânica", do curso de Engenharia de Petróleo, da UFPel, mediante atuação direta do monitor no apoio ao desenvolvimento da disciplina.

Justificativa

O que justifica a apresentação da presente proposta é o interesse em dar continuidade ao projeto iniciado informalmente em 2016, mediante a participação efetiva de monitores voluntários, para melhorar os índices de retenção, reprovação e evasão da disciplina Geoquímica Orgânica, do curso de Engenharia de Petróleo, da UFPel. Os resultados desse trabalho tem demonstrado que o aprimoramento nos processos ensino-aprendizagem e o atendimento específico a alunos desmotivados e/ou com algum grau de dificuldade tendem a melhorar os índices de aprovação. Tem demonstrado ainda que o acompanhamento deficitário ou insuficiente do aluno pode comprometer sua formação acadêmica e profissional e/ou acabar desestimulando sua permanência em sala de aula, resultando no abandono ou na reprovação. Além disso, a participação dos monitores envolvidos nas atividades da Geoquímica Orgânica tem contribuído na criação e elaboração de materiais didático-pedagógicos e seleção de outras ferramentas de apoio, como também estimulado outros discentes a participarem desse tipo de projeto, seja pela experiência acadêmica no curso, seja pelo envolvimento nas atividades docentes.
A ênfase e o esclarecimento a respeito da importância da disciplina Geoquímica Orgânica, no contexto do projeto do curso Engenharia de Petróleo, contribuem no despertar do interesse pela disciplina e o reconhecimento da sua relevância na formação do perfil do egresso. O aprendizado passa, assim, a ser uma ferramenta para a diminuição das desigualdades, por meio da inserção do aluno no contexto da formação profissional esperada.


Metodologia

A metodologia proposta para redução dos índices de reprovação, evasão e retenção na disciplina de Geoquímica Orgânica pretende que o aluno desenvolva habilidades de forma cooperativa, autônoma e crítica. Para tanto, o ambiente de ensino-aprendizagem incluirá diferentes contextos de aprendizagem, a saber:

I) Leitura orientada de capítulos de livro e artigos científicos: o aluno deverá estabelecer objetivos. Por exemplo, a aprovação nas avaliações formais, poderá ser um objetivo a ser alcançado. Deverá, inicialmente, listar os tópicos programados para as disciplina seguindo os conteúdos previstos para a(s) avaliação(ões). A partir daí, organizará o tempo disponível para melhor poder se aplicar.
-Seleção: os assuntos para o estudo serão selecionados por tópicos, seguindo a orientação de leitura de capítulos de livros, textos ou outro material didático. O importante é que o aluno estude um tópico de cada vez. Os apontamentos facilitarão a captação e retenção da matéria, a elaboração de trabalhos de casa e a revisão anterior às provas de avaliação.
- Revisão: Finalmente e antes de se aplicar os conhecimentos estudados, é necessário certificarmo-nos de que foram corretamente apreendidos; para tal será útil fazer um pequeno teste, seja oral ou escrito. O objetivo é revelar as deficiências na aprendizagem antes da realização do teste formal.

II) Aplicação de testes rápidos ("quizz")
Os quizzes serão aplicados imediatamente após a aula teórica para avaliação do nível de atenção e dos conhecimentos apreendidos durantes a aula expositiva e para favorecer o processo ensino- aprendizagem. A utilização dos quizzes objetiva tornar o processo ensino-aprendizagem mais ágil e melhorar a fixação de informações importantes na memória do aluno.

III) Técnicas de Incentivo: incentivar os alunos para que se interessem pela aula é fundamental para o sucesso da instrução. As técnicas para atender esta necessidade será a correlação dos modelo téoricos com o real.

Resultados Esperados

Espera-se que as ações didático-pedagógicas do projeto promovam melhorias no processo ensino-aprendizagem e, consequentemente, impactem positivamente nos resultados das taxas de reprovação, retenção e evasão na disciplina Geoquímica Orgânica do curso Engenharia de Petróleo, da UFPel. Espera-se ainda melhorar a forma de ensinar e aprender o conteúdo programático da disciplina Geoquímica Orgânica; atender de forma mais eficiente às necessidades dos alunos; auxiliar o aluno na realização de atividades teóricas e práticas; tornar mais eficiente as atividades de identificação e caracterização de rochas geradoras de petróleo; despertar a importância da Geoquímica Orgânica nas atividades de Engenharia de Petróleo; incentivar os alunos para as atividades docentes e/ou pesquisa; motivar os alunos para as atividades da disciplina; despertar o interesse por assuntos e acontecimentos de natureza geológica com enfoque na formação do Engenheiro de Petróleo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNO ANTONIO PALMEIRA SABARA1014/12/201707/03/2018
FERNANDO HENRIQUE GUIMARÃES REZENDE1005/06/201704/06/2018
MARISTELA BAGATIN SILVA1005/06/201704/06/2018
VERÔNICA REGINA DE ALMEIDA VIEIRA1014/08/201701/03/2018

Página gerada em 12/12/2019 04:19:56 (consulta levou 0.057011s)