Nome do Projeto
Grupo de Estudo em Bioquímica- Ampliando conhecimentos e compartilhando experiências
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
24/05/2017 - 24/05/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica
Resumo
Com o avanço das tecnologias de informação e rapidez na obtenção das mesmas, via internet, temos acompanhado dificuldades enfrentadas por professores em sala de aula na tarefa de tornar a forma de ensino mais interessante, muito embora os esforços empregados não sejam na sua totalidade convertidos em melhor compreensão dos conteúdos. Esta dificuldade tem sido bastante percebida no estudo da Bioquímica, que é uma disciplina diretamente relacionada com um campo onde as pesquisas científicas são extremamente produtivas e rápidas, com descobertas importantes a cada dia, mas que, porém, requer os conhecimentos básicos já bem estabelecidos. Os professores, em sua maioria, tiveram formação pautada no método tradicional de ensino, quando o aluno assiste ao professor expor um assunto, depois estuda e se prepara para as provas. Uma preocupação dos docentes envolvidos com o ensino da Bioquímica é promover mudanças estratégicas na conduta do processo ensino-aprendizagem, com vistas a maximizar o rendimento dos alunos, os quais historicamente apresentam sérias dificuldades e frequentes dúvidas na disciplina em questão, o que se reflete em alto índice de reprovação. Os métodos ativos de ensino aprendizagem contemplam diferentes estratégias, nas quais os alunos passam a ser agentes ativos no processo de ensino aprendizagem, participando da preparação, discussão e exposição do conteúdo. Ao contrário do método tradicional, nos métodos ativos de ensino, o uso dos recursos tecnológicos é imprescindível para a conclusão das tarefas propostas. Neste sentido, a utilização de método de ensino baseado em instrução (peer instruction) parece ser um recurso de relativa facilidade operacional e que permite gerar avanços no processo ensino-aprendizagem, considerando as diferentes particularidades de cada grupo de alunos.

Objetivo Geral

- Integrar o uso de metodologias ativas ao ensino da Bioquímica, através da criação de grupos de estudo para atividades extra classe, visando o aprimoramento da qualidade do ensino e a melhoria do desempenho dos alunos

Justificativa

A Aprendizagem Baseada em Instrução é o método que se baseia no estudo preliminar de temas e assuntos pelos alunos. O professor orienta o tema e suas literaturas básicas. Os alunos têm o trabalho de pesquisar e estudar. Antes do encontro com o professor/tutor, os alunos fazem contato com o mesmo, por meio de chat, para averiguar capacidade de responder questões relacionadas ao tema. No momento discussão, os alunos que já tiveram contato com o conteúdo terão condições para argumentarem e acrescentarem ao conteúdo já estudado. Segundo MAZUR (2009) para o método por instrução funcionar os alunos devem estar cientes do método de ensino o qual estão estudando e conhecer o papel de cada agente do processo de ensino aprendizagem. Segundo WOELK (2005) o método por instrução visa engajar ativamente o aluno no processo de aprendizagem.
O método de ensino por instrução exige uma preparação prévia dos alunos e do professor, sendo bastante efetivo em grupos pequenos, e pode-se enumerar algumas etapas para o método de aprendizagem por instrução:
1. informar o aluno do processo o qual ele está inserido
2. estudo prévio
3. avaliação por chat ou programas específicos
4. teste conceitual
5. breve exposição
6. discussão em grupo
7. alunos respondem a questionamentos e definem quais objetivos foram atingidos
A ideia desse projeto, que visa a utilização de discussão de artigos científicos para aplicação do método Aprendizagem Baseada em Instrução, em horário alternativo àquele das aulas teóricas e práticas da disciplina, como uma forma de consolidação de conhecimentos teóricos básicos, veio da busca em unir a parte funcional de algumas formas de ensino já trabalhas em outros momentos, como o uso de Mapas Metabólicos e discussão de Casos Clínicos (Aprendizagem baseada em problemas) e, ao mesmo tempo, poder dar uma resposta ao aluno das aplicações práticas da Bioquímica, envolvendo-o na execução de estudos práticos.

Metodologia

As atividades terão organização semanal, e será desenvolvida da seguinte forma:
1ª Etapa – Formação dos Grupos de estudo e dos tópicos a serem trabalhados;
2ª Etapa – Treinamento dos alunos na busca de artigos científicos e seleção de artigos;
3ª Etapa – Execução –Discussão dos artigos selecionados, e estabelecimento de relação com conteúdos teóricos vistos em aula e também com a futura atividade profissional.
4ª Etapa – Análise – Avaliação das percepções dos alunos acerca do incremento de conhecimento, bem como avaliações do que foi coletado e observado pelo professor durante a execução do projeto.

Resultados Esperados

Espera-se, como resultado da participação no grupo de estudos, que o discente aprofunde seus conhecimentos em Bioquímica e desenvolva a capacidade de aplicação da teoria a casos práticos, através associação dos conhecimentos atualizados obtidos pelas publicações científicas e atuação profissional. Almeja-se ainda estimular que os integrantes do grupo a partir dos estudos sintam-se imbuídos a redigir artigos sobre os casos propostos e a produzir documentos de trabalho, com o intuito de colaborar com o debate e socialização do conhecimento. Associado a isso, a geração de pensamento crítico reflexivo, externada através de questionamentos e busca de material auxiliar para aprendizado também configura-se como resultado desejado.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA PINHEIRO DONAY201/11/201731/12/2018
DENISE DOS SANTOS COLARES DE OLIVEIRA224/05/201724/05/2019
FELIPE HENRIQUE RIBEIRO CORIOLANO424/05/201731/12/2018
HUMBERTO RIBEIRO DUARTE JUNIOR1024/05/201731/12/2018
LETICIA CHAGAS DOS SANTOS1024/05/201731/12/2018
MARIANA MARINS CLEFF424/05/201731/12/2018
REJANE GIACOMELLI TAVARES224/05/201724/05/2019
RENATA BOSEMBECKER ZAFFALON201/11/201731/12/2018

Página gerada em 14/11/2019 07:16:37 (consulta levou 0.066665s)