Nome do Projeto
Reaprendendo a sorrir
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
20/04/2018 - 20/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
O Projeto de Ensino “Reaprendendo a Sorrir”, da Faculdade de Odontologia - UFPel é formado por docentes e alunos de graduação e pós-graduação, da Faculdade de Odontologia, para desenvolvimento de atividades teóricas e práticas focadas em odontogeriatria e no processo de envelhecimento saudável. O projeto tem duração de dez meses e poderá ser renovado anualmente. As atividades desenvolvidas não tem caráter religioso, político ou com fins lucrativos.

Objetivo Geral

Proporcionar o interesse e desenvolvimento dos alunos do curso de odontologia para questões relativas à saúde do idoso, de forma a inserir a saúde bucal no contexto amplo e diversificado da gerontologia. Além disso, o projeto visa sensibilizar seus participantes para ações de promoção do envelhecimento sadio, considerando as mudanças físicas e psicossociais do idoso.

Justificativa

Estudos realizados em faculdades de Odontologia no Sul e Centro-Oeste brasileiros, concluem que apenas sete, das dezoito faculdades pesquisadas, mantinham a disciplina de Odontogeriatria em sua matriz curricular de graduação (SAINTRAIN et al., 2006).No curso de Odontologia da Faculdade Federal de Pelotas, as perspectivas são as mesmas, não existindo uma disciplina dedicada ao paciente geriátrico, sendo notório dizer que as disciplinas com caráter curricular obrigatório não são capazes de suprir, ao acadêmico, o conhecimento requerido para lidar com um paciente que depende de um cirurgião-dentista atento aos aspectos de saúde e psicossociais do envelhecimento.Torna-se então de extrema importância, estudar os cuidados e manejos apropriados à este público, uma vez que esta carência não pode ser suprida somente pelas disciplinas obrigatórias à conclusão do curso e ao contato em poucos momentos. O projeto de ensino Reaprendendo a Sorrir surge com a proposta de levar aos acadêmicos conhecimento sobre odontogeriatria e saúde do idoso, a fim de desenvolverem habilidades e competências necessárias para o atendimento qualificado desta população, garantindo tratamento humanizado e de qualidade. O projeto irá aumentar as experiências dos acadêmicos sobre o envelhecimento, estimulando-os a ensinar, orientar e desenvolver práticas acessíveis aos idosos, além de manter familiares e cuidadores informados sobre o assunto.

Metodologia

Serão realizadas reuniões semanais, com duração de 2 horas, para discussão de tópicos sobre odontogeriatria e saúde do idoso, previamente selecionados. A leitura do material para discussão será feita de forma dirigida, com perguntas que estimulem o aluno a associar o conteúdo abordado nas reuniões, com o conteúdo aprendido no curso de graduação em odontologia, e com as vivências do contato com idosos. Também serão distribuídos temas para apresentação em forma de seminários, que serão inicialmente apresentado entre os alunos do grupo de estudos, e ao final do ano, serão reunidos em uma apresentação destinada à comunidade acadêmica, como forma de introduzir tais conteúdos, visto que atualmente a disciplina de Odontogeriatria não compõe a grade curricular do curso de graduação em Odontologia da UFPel.
Planeja-se ainda visitas a centros comunitários de idosos, para práticas de educação e prevenção em saúde bucal.

Resultados Esperados

Despertar o interesse dos acadêmicos de odontologia para a saúde bucal do idoso e seu atendimento.
2. Conscientizar e sensibilizar os acadêmicos sobre o processo de envelhecimento e sua influência na forma como o paciente é atendido no consultório odontológico.
3. Introduzir aos acadêmicos conteúdos teóricos relevantes sobre odontogeriatria.
4. Divulgar conteúdo trabalhado durante o projeto para a comunidade acadêmica, em forma de seminários, apresentação de trabalhos em eventos e publicações.
5. Levar à população em geral e público-alvo (idosos) informações para um envelhecimento saudável e cuidados com a saúde bucal dos idosos.
6. Incentivar os acadêmicos a realizar trabalhos voluntários em casas de repouso e em outras instituições.

Indicadores, Metas e Resultados

O Projeto de ensino Reaprendendo a sorrir é uma associação civil e científica livre, de duração indeterminada, sem fins lucrativos, com sede e foro na cidade da instituição de ensino que a abriga, que visa complementar a formação acadêmica em uma área específica do campo odontológico, por meio de atividades que atendam os princípios do tripé universitário de ensino, pesquisa e extensão.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA TONETA PRUX202/10/201820/12/2019
ANNA PAULA DA ROSA POSSEBON220/04/201820/12/2019
CATIUSCIA ALVES GONCALVES202/10/201820/12/2019
EZEQUIEL CARUCCIO RAMOS207/08/201820/12/2019
FERNANDA FAOT220/04/201820/12/2019
GEORGIA ARLA CABRERA KHADER203/09/201920/12/2019
JAQUELINE BARBIERI MACHADO202/10/201820/12/2019
JULIA CORREA CENTENO202/10/201820/12/2019
KAIO HEIDE SAMPAIO NÓBREGA220/04/201820/12/2019
LAURA LOURENCO MOREL220/04/201820/12/2019
LETICIA UCKER ARANALDE202/10/201820/12/2019
LUCIANA DE REZENDE PINTO420/04/201820/12/2019
PAOLA LEVIEN DORA202/10/201820/12/2019
SAMILLE BIASI MIRANDA220/04/201820/12/2019
VERONICA DE FREITAS BECKER220/04/201820/12/2019
VICTORIA KLUMB2015/05/201915/12/2019

Página gerada em 22/01/2020 15:37:57 (consulta levou 0.101177s)