Nome do Projeto
O HOMEM E A CIDADE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS, IMAGINÁRIO E LITERATURA
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
01/02/2019 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Urbana
Resumo
O estudo do urbano suscita a construção de diferentes representações sobre o que é a cidade, seus espaços concretos e sociais. Por isso, existem várias possibilidades de registros para o estudo das cidades e das experiências dos indivíduos entre si e com o espaço urbano. As transformações que ocorrem nas metrópoles afetam diversas dimensões da vida, assim como as relações sociais estabelecidas num determinado contexto histórico afetam o espaço urbano. A relação indivíduo-espaço é intrínseca ao desenvolvimento das cidades e diversos autores de diferentes áreas debruçaram-se sobre as cidades, buscando analisar essa relação ou construir representações sobre elas. Portanto, a cidade é assim um constructo social. Existe pelo sentido que os homens dão aos seus traçados, seus prédios, suas movimentações, relações, enfim, a sua experiência no espaço concreto. Analisar esse sentido, reconstruir esse imaginário permite, compreender o passado. Diferentes reconstruções interpretativas das cidades inventam um espaço num determinado tempo. São invenções que também partem de um sistema de representações sociais do próprio pesquisador/ leitor que precisa ater-se a um número limitado de aspectos. Assim, estudar a cidade a partir do imaginário social é considerar que a cidade é apenas um lugar num determinado tempo. Na medida em que é um espaço com reconhecimento e significação estabelecidos na temporalidade; ela é um momento no espaço, pois expõe um tempo materializado. É um presente olhando para um passado na busca de compreendê-lo no seu tempo e não simplesmente a partir do tempo presente. Por isso, conhecer as diferentes expressões sobre o passado é uma busca pelo significado atribuído por homens e mulheres às suas experiências no tempo no qual viveram. Uma das formas de resgate desse significado é a partir do imaginário social que aparece representado de diferentes formas: a literatura, as artes em todas as suas expressões, o cinema, a fotografia, a pintura, a poesia.

Objetivo Geral

Propiciar aos alunos contato com as representações construídas pelas diferentes formas de arte (literatura, pintura, poesia, cinema) sobre as cidades brasileiras e suas gentes, desenvolvendo sua capacidade de reflexão acerca do espaço urbano e de organização e explanação de ideias.

Justificativa

Entende-se que o estudo das cidades a partir das diferentes representações construídas a partir da arte, por ser uma linguagem distinta da teórica, pode contribuir para a compreensão dos alunos também sobre as relações sociais que se estabelecem no espaço urbano, mas também sobre a organização desse espaço, sua circulação, as interações cotidianas que marcam corpos e espaços e, numa relação dialética, constroem os indivíduos. Desenvolver o olhar sobre a cidade, que implica em considerar a contribuição das diferentes áreas que se debruçam sobre este tema, tende a enriquecer a capacidade de análise crítica desenvolvida pelos alunos ao longo do Curso Superior de Tecnologia em Transporte Terrestre sobre a organização espacial e as sociabilidades urbanas que se estabelecem no espaço urbano, contribuindo também para seu desenvolvimento como ser social.

Metodologia

O Projeto de Ensino está pensado em 3 (três) partes:

1. Criação de mural com exposição de poemas, contos curtos e crônicas, com publicação de pequena biografia e contextualização do autor. A cada semana será substituído por outro. A ideia é que este mural se torne permanente no CSTTT.
2. Realização de reuniões quinzenais com duração de duas horas, para as quais serão previamente sugeridos textos teóricos e/literários para discussão. O professor organizador ficará responsável por coordenar a discussão, que requererá também a participação dos alunos, uma vez que em cada encontro um aluno ficará responsável por apresentar o texto indicado, juntamente com uma pesquisa mais ampla sobre as representações artísticas do período escolhido, convidando os colegas ao diálogo.
3. Ao final do projeto, será proposto aos alunos que façam uma produção escrita sobre sua cidade de moradia, que poderá ter a forma de poema, prosa, conto ou representação visual.

Como referência para a organização dos encontros, foram traçados 3 (três) grandes períodos da história do Brasil e, neles, os principais momentos do ponto de vista econômico, político e cultural. Além disso, considerou-se também o período pré-Descobrimento, por entender que resgatar essa história, os modos de vida e de organização física das comunidades ditas primitivos é fundamental para entender os períodos posteriores.

Resultados Esperados

Espera-se que ao final do projeto, além de terem sido alcançados os objetivos definidos, os alunos tenham desenvolvido algumas habilidades referentes à prática acadêmica, tais como:
- Exercício da capacidade de escuta, reflexão e participação de exposições orais.
- Apropriação dos procedimentos de planejamento, produção e revisão de uma produção textual e/ou gráfica.

Indicadores, Metas e Resultados

Buscar-se-á a colaboração de docentes de Pelotas, da área de Literatura como forma de qualificar o desenvolvimento do projeto de ensino.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRO BORBA DA SILVA101/02/201931/12/2019
CLARA NATALIA STEIGLEDER WALTER401/02/201931/12/2019
FABIO SARAIVA DA ROCHA201/02/201931/12/2019
LEANDRO PASSOS RANGEL201/02/201931/12/2019
RAQUEL DA FONSECA HOLZ201/02/201931/12/2019

Página gerada em 20/10/2019 19:28:39 (consulta levou 0.059409s)