Nome do Projeto
O Existir na Psicose e os Cuidados Terapêuticos Ocupacionais: explorando a clínica do fazer humanizado
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
04/02/2019 - 22/02/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Resumo
O presente curso pretende aumentar o repertório teórico prático do campo da saúde mental para os acadêmicos do curso de terapia ocupacional da UFPel, servindo de complemento ao conteúdo curricular previsto, bem como oportunizando a aprendizagem no âmbito da psicose frente às práticas terapêuticas ocupacionais.

Objetivo Geral

Explorar alguns conceitos e práticas fundamentais ao cuidado terapêutico ocupacional no campo da psicose.

Justificativa

Pelotas é o município com o maior número proporcional de centros de atenção psicossocial (CAPS) do estado. No entanto, considerando o tipo de assistência, gestão e formação profissional que acontece da região, percebe-se a restrição da prática sobre a saúde mental do município, havendo uma priorização do modelo biomédico, bem como da prescrição e do uso da medicação em detrimento de outras práticas de cuidado psicossociais. Entende-se que reduzir a assistência em saúde mental às prescrições farmacológicas pode limitar a perspectiva de inserção e a participação social das pessoas envolvidas, sendo fundamental que haja pluralidade nos modelos concebidos pela formação profissional - em especial a dos terapeutas ocupacionais, os quais deverão considerar e favorecer os diversos meios de existir em um cotidiano, atuando pela diversidade sociocultural, na relação doença, saúde e cuidado.

Metodologia

As inscrições acontecerão sob a candidatura voluntária, com o discente interessado devendo preencher uma lista oficial e disponibilizada na secretaria do colegiado de terapia ocupacional (nome completo, semestre e número de matrícula), com a entrega concomitante de uma carta de interesse sobre a participação no curso – será oferecido um total de 20 vagas, sem a distinção por semestre. O material teórico será disponibilizado, com antecedência, para a realização das atividades à distância. Em seguida, o mesmo material será discutido e complementado durante os encontros presenciais que, por sua vez, serão promovidos dentro do modelo de aula expositiva, com posterior atividade de discussão e interação reflexiva sobre o conteúdo ministrado. Assim, considerando a densidade ou a complexidade dos assuntos envolvidos, a carga horária do presente curso será distribuída em duas categorias: 06 encontros presenciais com 03 horas de duração (18 horas presenciais); e atividades à distância (12 horas destinadas à leitura orientada), totalizando uma carga horária de 30 horas de curso. É importante mencionar, a título de organização, que as atividades presenciais serão desenvolvidas na Faculdade de Medicina, Psicologia e Terapia Ocupacional, acontecendo nas terças e quintas-feiras à tarde, das 14 às 17 horas.

Resultados Esperados

Espera-se que as reflexões promovidas pelo curso, não só estimulem a reflexão crítica dos cuidados ministrados, como inicie a instrumentalização dos acadêmicos de terapia ocupacional sobre o cuidado no campo das psicoses, contribuindo com o sua profissionalização, bem como com o processo de aprendizagem.

Indicadores, Metas e Resultados

Só receberão os certificados de conclusão de curso aqueles alunos que alcançarem o critério mínimo descrito acima, bem como possuir a frequência mínima de 05 encontros presenciais (será permitida apenas uma falta frente aos encontros presenciais).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DIEGO EUGENIO ROQUETTE GODOY ALMEIDA1004/02/201922/02/2019
MICHELE NERVIS1004/02/201922/02/2019
RODRIGO DA SILVA VITAL1604/02/201922/02/2019

Página gerada em 22/01/2020 15:50:40 (consulta levou 0.053256s)