Nome do Projeto
USO DA MIDIA DIGITAL NO ENSINO DA CIRURGIA
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
15/05/2019 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirúrgia Animal
Resumo
O projeto “Uso da mídia digital no ensino da cirurgia” é vinculado diretamente com as disciplinas de Clínica Cirúrgica I e Clínica Cirúrgica II do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Pelotas A disciplina de Técnica Cirúrgica (também denominada de Clínica Cirúrgica I) no currículo da Medicina Veterinária tem por objetivo estudar as manobras cirúrgicas básicas e intervenções cirúrgicas, visando o tratamento das afecções, as quais os animais domésticos estão sujeitos. Mundialmente nas faculdades de Medicina Veterinária, bem como no Brasil, a disciplina de Técnica Cirúrgica é obrigatória na grade curricular do curso. É dever das faculdades de Medicina Veterinária ensinar a seus alunos os princípios da cirurgia e a sua prática. Os alunos devem adquirir habilidade e destreza na realização dos principais procedimentos (MATERA, 2008). O conteúdo predominantemente prático das disciplinas de cirurgia exige do aluno o treinamento constante. Deve-se lembrar de que as habilidades manuais e psicomotoras, para serem desenvolvidas requerem um treinamento repetitivo (MATERA, 2008). As inovações na área da tecnologia têm dado ao vídeo uma nova conotação, possibilitando sua disseminação em larga escala na rede. Esta alternativa dá a este meio a propriedade de poder ser visto em qualquer local, em qualquer momento, indo a encontro dos novos paradigmas da aprendizagem (TIELLET et al., 2008) possibilitando sua disseminação em larga escala na rede. Além disto, O vídeo está umbilicalmente ligado à televisão e a um contexto de lazer, de entretenimento, que passa imperceptivelmente para a sala de aula. Vídeo, na concepção dos alunos, significa descanso e não "aula", o que modifica a postura e as expectativas em relação ao seu uso e, segundo (MORAN, 1995), é preciso aproveitar esta expectativa positiva para atrair os alunos.

Objetivo Geral

Criação de vídeos que auxiliem no ensino-aprendizagem de alunos da graduação do curso de Medicina Veterinária na área de Cirurgia.

Justificativa

As novas gerações de educandos que atualmente adentram as unidades escolares
compõem um novo cenário educativo que desafia o contexto de uma abordagem
tradicional de ensino. Na tentativa de superar os desafios postos, educadores devem
buscar subsídios para repensar sua prática educativa a fim de atender as demandas
formativas da contemporaneidade. Apropriar-se de conhecimentos acerca das
circunstâncias que influenciam o comportamento dos educandos torna-se um item
quase que obrigatório na formação dos educadores (INDALÉCIO & RIBEIRO, 2017).
As tecnologias da informação e comunicação (TIC) criaram novos espaços de construção do conhecimento. Agora, além da escola, também a empresa, a residência e o espaço social tornaram-se educativos. Cada dia mais pessoas estudam em casa, podendo, de lá, aceder ao ciberespaço da formação e da aprendizagem à distância, buscar fora das escolas a informação disponível nas redes de computadores e em serviços disponibilizados pela Internet que respondem às suas exigências pessoais de conhecimento (COUTINHO & JUNIOR, 2007).
Esta prática ajuda a evitar a evasão escolar, levando em consideração que ocorrerá dinamismo na forma de ensino, fugindo dos modelos de formação até então já consolidados dentro das universidades, como leitura de textos científicos e as trocas de conhecimento direto entre professores e alunos (FUNDAÇÃO TELEFÔNICA BRASIL, 2017).
O curso de Medicina Veterinária não utiliza animais com o propósito de vivissecação. Os acadêmicos executam os procedimentos aprendidos em sala de aula em pacientes advindos da rotina clínica. O problema neste tipo de aprendizado é que acaba sendo restrito devido a déficits estruturais. Existem várias alternativas que estão sendo propostas nas últimas décadas para a substituição das práticas com animais vivos nas faculdades de veterinária. Uma destas é a utilização de HiperVídeos (HV), ou seja, vídeos curtos com fácil entendimento, mostrando a realização de procedimentos cirúrgicos reais de for

Metodologia

Inicialmente serão estudados e criados artifícios que facilitem a captação de imagens durante os procedimentos básicos utilizados na disciplina de Clínica Cirúrgica I. Dentre estes, a criação de um suporte de câmeras a ser instalado no teto das salas cirúrgicas e suportes que permitam a obtenção de imagens em primeira pessoa.
Em um segundo momento, por meio de planejamento entre a equipe, será confeccionado uma lista de procedimentos a serem filmados. Estas serão realizadas tanto em laboratórios do curso de Cinema como no centro cirúrgico do Hospital Veterinário.
Em um terceiro momento as técnicas serão filmadas observando-se todos os detalhes relativos a qualidade de filmagem como iluminação, fundo, foco, cenário, etc. Esta etapa contará com a supervisão da equipe do curso de Cinema.
No total serão mais de 70 técnicas a serem filmadas, como por exemplo:
- realização de suturas como sutura de Kurschner, sutura festonada, sutura de colchoeiro, sutura de Schmieden, sutura de Cushing, entre outras;
- filmagem de instrumentais e sua manipulação;
- métodos de colocação de luvas cirúgicas;
- técnicas para preparo da rouparia cirúrgica;
- técnicas de paramentação cirúgica da equipe;
- técnicas de paramentação cirúrgica do paciente;
- técnicas de diérese;
- técnicas de hemostasia;
- entre outras diversas técnicas utilizadas na disciplina de cirurgia básica.
Os procedimentos poderão ser realizados por professores, técnicos, monitores, bolsistas e alunos participantes da equipe do projeto.
Os vídeos serão apresentados aos alunos das disciplinas de cirurgia e também disponibilizados online por meio de página da web.

Resultados Esperados

Espera-se que os vídeos auxiliem no processo ensino-aprendizado por estes poderem ser apresentados em aula, mas também pelo fato da disponibilização online facilitar o acesso a qualquer momento pelos alunos.
Espera-se que também auxiliem na revisão de conhecimentos por parte de alunos em etapas mais avançadas do curso, bem como de profissionais que desejem realizar a reciclagem de seus conhecimentos.

Indicadores, Metas e Resultados

-

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALAN CARLOS DE SANTANA115/05/201931/12/2019
ALEN HENRIQUE PASSOS MADURO215/05/201931/12/2019
CARLOS EDUARDO GUIMARÃES115/05/201931/12/2019
EDUARDO SANTIAGO VENTURA DE AGUIAR115/05/201931/12/2019
FABRICIO DE VARGAS ARIGONY BRAGA215/05/201931/12/2019
GUILHERME CARVALHO DA ROSA115/05/201931/12/2019
JOSAINE CRISTINA DA SILVA RAPPETI115/05/201931/12/2019
KATLYN FLAVIA RODRIGUES SOARES115/05/201931/12/2019
LILIANE CRISTINA JERONIMO DOS SANTOS115/05/201931/12/2019
MARTIELO IVAN GEHRCKE115/05/201931/12/2019
MAURICIO AMARAL LAMPERT215/05/201931/12/2019
PATRICIA SILVA VIVES115/05/201931/12/2019
TAINÁ ANÇA EVARISTO MENDES CARDOSO215/05/201931/12/2019
THOMAS NORMANTON GUIM115/05/201931/12/2019

Página gerada em 19/10/2019 19:57:23 (consulta levou 0.044917s)