Nome do Projeto
VÍDEOS: Descomplicando a Estatística
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
19/04/2019 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística
Resumo
É fato, as novas tecnologias fazem parte do cotidiano do aluno e se faz necessária a inserção desta na vida escolar. Uma vez, isto não ocorrendo o mundo escolar fica distante do mundo vivencial do aluno. Muitas vezes, pode ser mais interessante ao cérebro humano assistir a um vídeo animado do que ler um texto. Sendo assim vídeos são mais atrativos para estudantes tanto de aprendizado rápido quanto de aprendizado lento visto que atendem as necessidades de cada perfil de estudante. Outo ponto positivo é o fato de que aqueles estudantes que apresentam dificuldade podem rever o vídeo quantas vezes julgarem necessário (Callahan, E. 2017). Do ponto de vista cognitivo, assistir a um vídeo e ler um artigo ativa funções distintas. Margalit, 2015 afirma que os vídeos são processados pelo cérebro 60.000 vezes mais rápido que o texto, logo assistir a um vídeo é um processo muito mais fácil para o cérebro do que ler um texto Assim, não é de se admirar que muitas pessoas prefiram assistir a um vídeo do que ler uma página de texto, uma preferência que parece ter explodido na era da mídia social. Em um estudo realizado pela Microsoft, foi noticiado em 2015 (Watson, The Telegraph) que a atenção humana moderna havia diminuído de 12 segundos em 2000 (na época a revolução do telefone celular começou) para oito segundos em 2015. Sendo o Brasil um país em que o analfabetismo científico é latente se faz necessário apresentar de forma atrativa o caminho da ciência desde cedo, o que é vital para assistência e aperfeiçoamento do saber em um país. Neste contexto, cabe ao professor usar ferramentas disponíveis para facilitar a comunicação com aqueles que estão em idade de serem instruídos. Consequentemente, os vídeos tem sido uma ferramenta poderosa na divulgação de conteúdos, na quebra de barreiras impostas pela inacessibilidade do modelo acadêmico tradicional e na abordagem criativa e com linguagem acessível, para leigos.

Objetivo Geral

Desenvolver vídeos que abordem o conteúdo de estatística com uma linguagem atrativa para o uso de professores em sala de aula e/ou para os alunos fora da sala de aula.

Justificativa

Tendo em suas bases a premissa de que qualquer pessoa pode produzir conteúdo em vídeo, dominando o conteúdo o qual está abordando ou não, o YouTube transformou-se em um grande catalisador de novas percepções no mundo, abarcando todos que acreditavam estar fora ou longe da produção de conteúdos. Além disso, existe um grande número de vídeos que não contam com aporte científico para produzir o conteúdo, ou seja, muitos canais estão produzindo conteúdo de cunho científico, sem ter o amparo de conhecimento do próprio autor, de fontes confiáveis, entre outros fatores. Com este fato consolidado e em constante crescimento, notou-se a necessidade de uma produção de vídeos de forma que as informações sejam disponibilizadas para o público com base em referencial teórico/científico formada para esta mídia simples e de fácil acesso.

Metodologia

Busca bibliográfica de livros os quais serão utilizados como fonte inspiradora na construção dos textos para os vídeos. Reuniões semanais serão realizadas com todos os integrantes do grupo para a criação do roteiro, primeira etapa na construção de um vídeo. Tendo finalizado o roteiro a próxima etapa é o “storyboard” o que consiste na definição dos elementos de cena junto com o diálago entre os personagens.
A terceira etapa consiste no desenho dos elementos de cena seguido da gravação dos diálogos. Na produção do episódio serão utilizados diversos softwares para modelagem, rigging, e por último para edição final.
Uma vez finalizado o vídeo o mesmo será encaminhado ao grupo do projeto de extensão, Estatística: da academia à praça com o intuito de utilizá-lo em sala de aula com os alunos do ensino médio. Assim como a disponibilização dos vídeos em site ou blog.
Vale ressaltar que as atividades acima descritas algumas vezes podem ocorrer no mesmo período do projeto, por exemplo pode-se estar trabalhando na modelagem de um vídeo e na criação do roteiro de outro.Assim como um aluno pode trabalhar no storyboard e rigging no mesmo mês. Sendo assim fica difícil determinar o período exato de cada atividade acima descrita no cronograma. Demosntrou-se apenas a sequência respeitada na criaçao de um vídeo.

Resultados Esperados

São resultados esperados ao final do projeto proposto:
- produção de vídeos na área de estatística
- utilização dos vídeos em sala de aula
- divulgação dos vídeos em site e/ou blog
- auxiliar os alunos na percepção na importância da Estatística para o seu desenvolvimento profissional
- despertar o pensamento estocástico nos alunos
- Contribuir para minimizar o bloqueio do aprendizado em estatística
- permitir que os discentes integrantes do projeto desenvolvam novas habilidades

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA AGUIAR DE ANDRADE219/04/201931/12/2019
ALESSANDRA BONHOLI BARBOSA2015/05/201915/12/2019
AMANDA HARTWIG DE HARTWIG219/04/201931/12/2019
ANDRE LUIS PORTO MACEDO219/04/201931/12/2019
DENIS GABRIEL DE SOUZA219/04/201931/12/2019
ELISIA RODRIGUES CORREA419/04/201931/12/2019
GABRIEL FARO DEZORDI219/04/201931/12/2019
GISELDA MARIA PEREIRA219/04/201931/12/2019
ISADORA MOREIRA DA LUZ REAL219/04/201931/12/2019
MURILLO SPONTON PERES219/04/201931/12/2019
PEDRO HENRIQUE GONCALVES DA LUZ419/04/201931/12/2019
PEDRO VIEIRA SAMPAIO219/04/201908/05/2019

Página gerada em 26/02/2020 01:30:35 (atualização a cada 15 minutos)