Nome do Projeto
UFPel Rocket Team - Desenvolvimento de Mini Foguetes
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
23/09/2019 - 22/09/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Resumo
O projeto UFPel Rocket Team visa proporcionar aos alunos a oportunidade de pesquisar, confeccionar e lançar foguetes experimentais, com o intuito de despertar o interesse destes para ciência e engenharia. Além disso, visa promover a integração de estudantes das diversas áreas, de diversos cursos, a fim de aplicar e ampliar os conhecimentos teóricos adquiridos durante a graduação, e coloca-los ao serviço da aplicação, da elaboração de metas, e do trabalho em equipe multidisciplinar. Ensinar habilidades de engenharia aeroespacial através de um projeto orientado a foguetes oferece uma oportunidade única para reforçar vários assuntos aeroespaciais e de engenharia aplicada em geral, enquanto é desenvolvido um produto final empolgante e recompensador [(Esteban; Arahal; 2015), [Michell; Bendana; 2019]. Ao tecnologia de foguetes pode ser reduzida em custo e complexidade para fornecer um projeto acessível e acessível.

Objetivo Geral

Desenvolver a pesquisa, confecção e lançamentos de foguetes experimentais por alunos da UFPel, integrando diversas áreas de conhecimento e fomentando a aplicação de conceitos teóricos aprendidos durante a graduação.

Justificativa

O projeto de desenvolvimento de minifoguetes contribui no ensino - aprendizagem de engenharia. De acordo com Sanjay( Sanjat et. al, 2010), alguns aspectos são, desenvolvimento e montagem do foguete, determinação do impulso específico do motor do foguete através da aquisição experimental de dados usando software, estimativa do coeficiente de arrasto aerodinâmico, determinação do tamanho da carga, cálculo do centro de massa e momento de inércia, simulação de missão, teste de voo e aquisição experimental de dados a partir do acelerômetro embarcado, e análise através de dados experimentais e simulação numérica.
Além disto, diversos outros aspectos são abordados no desenvolvimento e testes de minifoguetes, tais como dimensionamento dos recursos do projeto, marketing, procura de parcerias para alavancar o desenvolvimento, e trabalho em equipe.
Os aspectos educacionais introduzem os alunos para executar projetos em um ambiente de equipe, reforçando assim o trabalho em equipe e os aspectos de comunicação, bem como a ética. Os alunos também aprendem o processo de engenharia de sistemas, onde os aspectos do processo de projeto, teste e avaliação e documentação do projeto são abordados.
Diversos grupos de foguetes estão sendo criados no Brasil e, apesar das dificuldades enfrentadas, têm apresentado resultados nas participações em competições nacionais e internacionais, dentre eles, o Festival Brasileiro de Minifoguetes e o Spacesport, os principais. O presente projeto agrega os mais diversos cursos, pois a estruturação da equipe alcança tanto o âmbito técnico, como os cursos de Engenharia, quanto o âmbito de gestão de pessoas e mídias, agregando outros cursos, como Design, Jornalismo e Administração, por exemplo. Sendo assim, a iniciativa é de suma relevância, pois contribui para evolução da indústria aeroespacial brasileira, tendo em vista que o projeto instiga a pesquisa e, prioriza o ingresso de jovens nesta área que encontra-se em crescimento.

Metodologia

O projeto prevê a seguinte organização metodológica:
(a) Realização de reuniões e grupos de estudos, para discussão de textos;
(b) Desenvolvimento de projetos;
(c) Conforme experiência adquirida através de outros grupos, recomenda-se que o grupo esteja subdividido conforme a área de interesse dos alunos. Sendo assim, haverá um Diretor Geral de Integração e teste, o qual será responsável pela coordenação das sub-áreas de interesse, quais sejam: Aviônica, Aerodinâmica, Mecânica de voo e Propulsão;
(d) Na área de gestão, tanto de pessoas quanto de mídia, também será designado um Diretor, o qual coordenará o grupo que terá como foco questões relativas ao marketing, logística, gestão de pessoas, e financeiro;
(e) Parcerias junto a outras instituições de ensino e organizações, aos efeitos de financiar insumos, viagens, e/ou poder desenvolver os processos de fabricação necessários.

Resultados Esperados

Além do crescimento individual, devido a complexidade do projeto, o qual agregará diversas áreas de conhecimento, a criação de um grupo multidisplinar no âmbito universitário, visa a contribuição da Universidade com a sociedade.
Por outro lado, espera-se conseguir, no decurso do projeto, e com a participação em competições internacionais, a internacionalização da UFPel, bem como da tecnologia desenvolvida pelos alunos, o que abrirá diversas portas.
Nesta nova fase de desenvolvimento do projeto (a 1a fase foi originada no CDTec) haverá uma meta de publicação de dos artigos completos em Congressos internacionais, e um artigo em revista qualificada pela Capes, a cada ano.

Indicadores, Metas e Resultados

Este projeto se recicla a cada ano, devido à saída de alunos (formandos), e ingresso de novos alunos. A cada ano são desenvolvidos novos foguetes, visando a incorporação do conhecimento adquirido e melhoria contínua no desenvolvimento a cada edição.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEJANDRO MARTINS RODRIGUEZ423/09/201922/09/2020
ARTHUR REGIS SAMPAIO BARROS423/09/201922/09/2020
BRENDA APARECIDA MARTINELI FRAGOSO423/09/201922/09/2020
CATHARINA LAUTERBACH AMORIM423/09/201922/09/2020
DIEGO ARMANDO MUNHOZ BARBOSA423/09/201922/09/2020
EDUARDO SANTOS DA VEIGA423/09/201922/09/2020
GUSTAVO LOGUERCIO DE AVILA423/09/201922/09/2020
JULIA TORRES FERNANDES423/09/201922/09/2020
MAIQUEL DOS SANTOS CANABARRO323/09/201922/09/2020
MARKUS DE FIGUEIREDO FERRAZ WIRZ423/09/201922/09/2020
MATEUS BECK FONSECA223/09/201922/09/2020
MATHEUS ROBERTO ALBARRACIN CASELATTO423/09/201922/09/2020
MIGUEL PEREIRA SOARES423/09/201922/09/2020
NELSON DUTRA JUNIOR423/09/201922/09/2020
PAULO ROBERTO FERREIRA JUNIOR123/09/201922/09/2020

Página gerada em 17/10/2021 09:49:20 (consulta levou 0.024816s)