Nome do Projeto
EMERGÊNCIAS PARA OS RESIDENTES DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
09/01/2020 - 23/01/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Resumo
Os médicos residentes de Medicina de Família e Comunidade (MFC) que trabalham em Atenção Primária são profissionais preparados para o atendimento continuado das famílias alocadas naquela unidade. O dia a dia desses profissionais está relacionado com problemas de saúde crônicos, algumas doenças agudas e muitos problemas sociais. Entretanto, eventualmente, a Unidade Básica de Saúde (UBS) pode se tornar o cenário para o atendimento de uma situação de emergência médica, seja ela clínica ou cirúrgica, seja ela de uma criança ou de um adulto, seja ela na rua ou dentro da própria unidade.

Objetivo Geral

capacitar os Residentes de MFC da UFPel para oferecerem o primeiro atendimento a eventuais situações de emergência de forma efetiva e eficiente nas UBSs onde atuam.

Justificativa

Em geral, esses profissionais não foram preparadas para oferecer o primeiro atendimento de forma organizada na UBS, por mais simples que a situação possa ser. Alguns tem experiência com emergências por iniciativas próprias. Este projeto tem o objetivo de oferecer instrução e treinamento para a abordagem inicial sistematizada dessas situações.

Metodologia

As atividades de ensino e aprendizagem serão executadas de acordo com os guidelines para treinamento de adultos utilizando recursos de simulação realística publicados e atualizados pela American Heart Association a cada cinco anos.
Público alvo: médicos residentes de MFC da Universidade Federal de Pelotas (UFPel).
Número de vagas: 10.
Carga horária total: 10 horas.
Local dos treinamentos: Laboratório de Ensino por Simulação (LABENSIM) da Faculdade de Medicina (FAMED), no Prédio do Colegiado, na avenida Duque de Caxias, 250. Bairro Fragata.
Coordenador: professor Samir Schneid, Mestre em Ciências Cardiovasculares pela UFRGS, instrutor de suporte básico de vida (BLS), suporte avançado de vida em cardiologia (ACLS), suporte avançado de vida em pediatria (PALS) e suporte de vida no trauma (ITLS).
As atividades terão duração de 3,5 horas por semana com um intervalo de 20 min para lanche e uso do banheiro. Serão organizadas com uma apresentação inicial seguida pela demonstração dos conhecimentos prévio dos profissionais em cada um dos tópicos, aula expositivo interativa, treinamento prático e demonstração de proficiência prática padronizada pela equipe com debriefing no final.

Resultados Esperados

Espera-se desenvolver conhecimentos, habilidades, comportamentos e atitudes nos médicos residentes para qualificar o atendimento das urgências e emergências nas UBSs.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA PAULA OLIVEIRA ROSSES309/01/202023/01/2020
BRENDA HENZ AMARAL609/01/202023/01/2020
DENISE BLANK CORRÊA609/01/202023/01/2020
LEYENE OERTEL BURGERT609/01/202023/01/2020
LUIZE DA PORCIUNCULA CORREA609/01/202023/01/2020
MARIA LAURA VIDAL CARRETT109/01/202023/01/2020
MURILO SILVEIRA ECHEVERRIA609/01/202023/01/2020
OLIVIA ABRANTES BORGES609/01/202023/01/2020
RENATA PINTO GOTTINARI DE LIMA309/01/202023/01/2020
SAMIR LUIZ DOS SANTOS SCHNEID309/01/202023/01/2020

Página gerada em 14/08/2020 12:20:13 (consulta levou 0.038328s)