Nome do Projeto
Perspectivas contemporâneas em curadoria
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
19/08/2019 - 30/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Artes
Resumo
A curadoria é uma área de atuação que ganhou importância nas últimas décadas principalmente nas artes visuais e, a partir daí, em outras atividades. Muito embora sua definição primeira remeta a uma atividade que quase se confunde com o surgimento dos próprios museus (o termo curadoria vem do latim curare = curar = cuidar), a atuação do curador, tal como se reconhece atualmente, é relativamente recente e se encontra ainda em fase de sedimentação. Em linhas gerais o curador é o profissional responsável pela definição conceitual do que será mostrado numa exposição – e isso implica a articulação de inúmeros elementos e atores envolvidos. Na apresentação de Uma breve história da curadoria (OBRIST, 2010) Nessia Leonzini cita o curador Walter Hopps, um dos entrevistados na obra de Obrist, que define o trabalho de montar uma exposição como o de reger uma orquestra sinfônica. No entanto, embora seu protagonismo seja crescente, a atuação do curador ainda não parece ser sistemática. No Brasil, seja no campo acadêmico, seja nas instituições culturais, ainda pode-se considerar embrionária tanto a formação de curadores como a regularidade de sua atuação. A distinção entre o “organizador de exposições” e o “curador autônomo” (RUPP, 2014) data da segunda metade do século XX. Vários estudos recentes (OBRIST, 2010; RAMOS, 2010; ALBUQUERQUE & MOTTA, 2017; TEJO, 2011; RAMOS, 2010) têm buscado entender as origens, atribuições e formação do curador, ao mesmo tempo em que reconhecem sua importância e propõem diretrizes gerais sobre sua atuação. Nesse sentido, apesar de nos últimos anos terem surgido alguns cursos de curadoria – mais especificamente no âmbito da pós graduação –, e do reconhecimento de sua importância crescente nos cursos de artes e museologia, é necessário lançar uma luz sobre esse campo: o ensino da curadoria, tendo em vista as especificidades das distintas áreas e os preceitos básicos para diferentes graus de formação. Os cursos de artes e museologia da UFPEL ainda não contemplam disciplinas especificamente voltadas aos estudos de curadoria – sendo esta uma necessidade crescente uma vez que museus e outros espaços expositivos tem assumido importante papel na difusão da arte e cultura, o que, em certa medida, também justifica o desenvolvimento do presente projeto.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
- fazer um levantamento e sistematização dos principais autores e conceitos de curadoria em artes visuais vigentes;

Objetivos específicos:
- buscar reconhecer, na medida do possível, afinidades conceituais e epistemológicas que possibilitem pensar conceitos de curadoria;
- estudar, buscando identificar especificidades e tipologias, a atividade curatorial em espaços institucionais e independentes.
- realizar estudo sobre o papel e atividade do curador em distintos museus de arte: (a) no Brasil; (b) noutro país da América Latina; (c) noutro país desenvolvido;
- estudar a curadoria na cidade de Pelotas/RS, desde seus antecedentes até a atualidade;
- identificar a existência e enfoque da formação em curadoria em cursos de artes visuais, museologia e outros afins (design, arquitetura);
- publicar os resultados do estudo em periódicos ou eventos da área;
- oferecer suporte para as atividades de curadoria – que compreendem e ensino e extensão – no âmbito da UFPEL, especificamente no Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo;
- propor a realização de atividades de curadoria a partir dos resultados obtidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA MACHADO MADRUGA219/08/201930/12/2020
GABRIELA DA COSTA GOMES410/10/201930/12/2020
RENAN SILVA DO ESPIRITO SANTO219/08/201930/12/2020
STELA SOARES KUBIAKI410/10/201930/12/2020

Página gerada em 13/04/2024 12:23:13 (consulta levou 0.172821s)