Nome do Projeto
DESENVOLVIMENTO DE UMA VACINA DE SUBUNIDADE CONTRA ENTEROPATIA PROLIFERATIVA EM SUÍNOS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/08/2019 - 05/07/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia
Resumo
A Enteropatia Proliferativa (EP) é uma doença causada pela bactéria Gram negativa e intracelular obrigatória Lawsonia intracellularis. A doença possui distribuição global e acomete animais silvestres e domésticos, apresentando maior impacto em suínos. A infecção manifesta-se de forma aguda, caracterizada por diarreia hemorrágica, levando ao rápido óbito do animal, ou crônica, causando a diminuição do crescimento e das taxas reprodutivas. A Enteropatia Proliferativa suína apresenta um impacto econômico significativo na indústria de criação de suínos e na correspondente produção mundial de carne suína, tornando relevante o desenvolvimento de vacinas eficazes para a prevenção da doença, dado que as que existem atualmente no mercado possuem limitações quanto a sua eficácia . Vacinas recombinantes utilizando antígenos específicos associados a adjuvantes podem superar as limitações das atuais vacinas. Análises de vacinologia reversa sugerem a proteína Li como potencial alvo vacinal, pois trata-se de uma proteína conservada em todas as cepas de L. intracellularis e reconhecida pelo soro de animais infectados. Dessa forma, este projeto visa desenvolver uma vacina, baseada na proteína recombinante Li de L. intracellularis fusionada à molécula adjuvante LTB ou TT-th, que promova imunidade protetora e/ou esterilizante contra a EP. A proteína recombinante será obtida através de sistema de expressão procarioto e, posteriormente, purificada por cromatografia de afinidade. Será realizada a caracterização da proteína através de ensaios de Western blot utilizando soros de suínos positivos e negativos para L. intracellularis. Ensaios in vivo, visando avaliar a capacidade da proteína de estimular resposta imune específica serão realizados em camundongos e, posteriormente, em suínos. Após a vacinação serão realizadas coletas semanais de amostras de sangue, para análises sorológicas, e de fezes, para a identificação de L. intracellularis por qPCR. A resposta imune humoral será verificada por ELISA indireto detectando a presença de anticorpos IgA, IgG e seus isotipos, enquanto que a resposta celular será caracterizada através do cultivo de esplenócitos e quantificação da transcrição de citocinas.

Objetivo Geral

Produzir uma vacina baseada na proteína recombinante rLi de L. intracellularis que induza imunidade protetora contra Enteropatia Proliferativa em suínos.

Objetivos específicos
1. Obter as proteínas recombinantes Li-TT e Li-LTB através de sistema de expressão procarioto;
2. Caracterizar as proteínas recombinantes frente à capacidade de ser reconhecidas pelo soro de animais infectados naturalmente e vacinados;
3. Avaliar a imunogenicidade de rLi-TT e rLi-LTB em camundongos e caracterizar a resposta imune humoral e celular;
4. Avaliar a imunogenicidade de rLi-TT e rLi-LTB com a adição de adjuvantes oleosos e não oleosos em camundongos e caracterizar a resposta imune humoral e celular;
5. Verificar a capacidade de rLi-TT e rLi-LTB de induzir resposta imune em suínos e caracterizar a resposta imune humoral e celular;
6. Avaliar a capacidade de rLi-TT e rLi-LTB de induzir imunidade protetora e/ou esterilizante contra Enteropatia Proliferativa causada por L. intracellularis em suínos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ILANA MAZZOLENI105/08/201905/07/2021
NEIDA LUCIA CONRAD1005/08/201905/07/2021
PEDRO MACHADO MEDEIROS DE ALBUQUERQUE105/08/201905/07/2021
RENAN EUGÊNIO ARAUJO PIRAINE105/08/201905/07/2021
VITÓRIA SEQUEIRA GONÇALVES105/08/201905/07/2021

Página gerada em 02/07/2022 08:44:35 (consulta levou 0.215528s)