Nome do Projeto
Desenvolvimento de vacina recombinante contra a leptospirose bovina
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/06/2020 - 02/06/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Resumo
A leptospirose bovina é endêmica no Brasil, podendo determinar abortos, distúrbios reprodutivos (retenção de placenta e natimortos), alterações congênitas, ou infecções inaparentes capazes de comprometer a eficiência reprodutiva do animal, levando-o à subfertilidade, além de perdas na produção de leite e problemas com mastites. A vacinação contra leptospirose bovina é realizada com bacterinas dos sorovares endêmicos na região. Esta vacinação apresenta uma série de limitações. Além disso, a resposta imune protetora é pouco compreendida. Na maioria das espécies a vacinação parece induzir resposta humoral com predomínio de anticorpos protetores anti-LPS. Em bovinos, bacterinas que induzem altos títulos de anticorpos anti-LPS não são protetoras, enquanto bacterinas que induzem potentes respostas celulares apresentam maior proteção. Frente a esses problemas, torna-se de extrema importância o desenvolvimento de uma vacina protetora contra a leptospirose bovina, de amplo espectro e com imunidade de longa duração. Nas últimas décadas, o rápido progresso das pesquisas, em particular nas áreas de Imunologia e Biologia Molecular, lançou bases para avanços na tecnologia de produção de vacinas. Isto permitiu a introdução de novas estratégias para a obtenção e produção de antígenos, assim como foram desenvolvidos novos protocolos de administração e apresentação desses antígenos para as células do sistema imune. Nesse contexto, este projeto visa à produção e avaliação vacinal de prováveis proteínas de membrana externa de leptospiras, identificadas a partir de sequencias genômicas depositadas no GenBank.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Desenvolver uma vacina contra leptospirose bovina capaz de conferir proteção de amplo espectro.

Objetivos específicos
_Selecionar sequências codificadoras para proteínas hipotéticas de Leptospira, a partir da sequência depositada em banco de dados (GenBank) e desenhar primers para amplificação e clonagem destes genes;
_Amplificar e clonar genes que codificam proteínas hipotéticas de Leptospira patogênica;
_Expressar em sistema de expressão heteróloga em E. coli e purificar as proteínas selecionadas;
_Avaliar a antigenicidade das proteínas com soro de humanos e animais convalescentes;
_Avaliar a imunogenicidade das preparações vacinais em hamsters;
_Testar a eficiência das preparações vacinais selecionadas em hamsters, através de teste de desafio com cepa homóloga e heteróloga.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINE DEWES403/06/202002/06/2024
JOAO PEDRO MELLO SILVA2001/09/202031/08/2021
JOAO PEDRO MELLO SILVA2001/08/201930/06/2020
TANISE PACHECO FORTES2015/10/201501/06/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 5.000,00
Recursos própriosR$ 0,00

Página gerada em 03/12/2020 23:43:14 (consulta levou 0.083632s)