Nome do Projeto
Uso de mídias na adolescência e sua influência sobre o diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e desempenho da memória de trabalho no início da vida adulta
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2019 - 28/02/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
Há mais de quatro décadas tem sido estudado os efeitos do uso de dispositivos eletrônicos em crianças e adolescentes, em particular a televisão. No entanto, na última década, em decorrência da introdução de novos tipos de dispositivos e da mudança na relação dos indivíduos com estes, houve uma crescente preocupação e novas investigações científicas sobre o potencial positivo e negativo desses meios em afetar o desenvolvimento cognitivo e social de crianças e adolescentes. Entre eles estão os efeitos do uso de mídias sobre o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e a memória de trabalho. Trabalhos desenvolvidos em países de alta renda têm mostrado uma pequena relação significativa do excesso de televisão e videogame (≥2 horas/dia), tanto com baixo desempenho na memória de trabalho, como com presença de TDAH em crianças e adolescentes, mas pouco se sabe sobre os efeitos destes eventos em indivíduos de países de média e baixa renda. Além disso, até o momento são predominantes os estudos com crianças, sendo pouco explorada essa relação em adolescentes. O presente projeto objetiva investigar a relação entre o uso de mídias, TDAH e memória de trabalho na adolescência através de três estudos. No primeiro artigo objetiva-se avaliar a associação entre o tempo de tela durante a adolescência e diagnóstico de TDAH em adultos jovens e no segundo, estudar a associação entre tempo de tela durante a adolescência e memória de trabalho no início da vida adulta. Nesses dois estudos o tempo de tela será considerado em quatro pontos no tempo (11, 15, 18 e 22 anos) e os desfechos (diagnóstico de TDAH e memória de trabalho) em adultos será avaliado aos 22 anos de idade. Para ambos, os dados dos participantes da coorte de nascimentos de Pelotas de 1993 serão utilizados. Por fim, o terceiro artigo consistirá na revisão sistemática da literatura sobre uso de dispositivos e memória de trabalho em adolescentes.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Avaliar a relação entre uso de mídias ao longo da adolescência com a memória
de trabalho e presença de TDAH no início da vida adulta na Coorte de Nascimentos de
1993 de Pelotas – RS.


Objetivos específicos


 Estimar a prevalência de trajetória do tempo de televisão, videogame e mídias
multitarefas sempre alta (>2h/dia) ao longo da adolescência (dos 11 aos 22
anos);
 Verificar a associação entre tempo de uso dos diferentes dispositivos eletrônicos
(televisão, videogame e mídias multitarefas) em cada acompanhamento (11, 15,
18 e 22 anos) e:
o TDAH aos 22 anos;
o Memória de trabalho aos 22 anos;
 Identificar a associação entre trajetória de tempo de televisão, videogame e
mídias multitarefas sempre alta (≥2h/dia) dos 11 aos 22 anos com:
o TDAH aos 22 anos;
o Memória de trabalho aos 22 anos;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
PEDRO SAN MARTIN SOARES401/10/201928/02/2022

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 100.000,00

Página gerada em 27/05/2022 22:29:32 (consulta levou 0.045672s)