Nome do Projeto
Associação entre fumo materno durante a gestação com quociente de inteligência e transtorno de ansiedade generalizada
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2019 - 28/02/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
O uso de cigarros durante a gestação ainda é um problema em diversos países, mesmo com a diminuição nas prevalências de consumo ao longo dos anos. Tal hábito apresenta diversos riscos para a mãe e para o feto, podendo, a longo prazo, causar prejuízo no desenvolvimento cognitivo e psicológico. A partir de revisão de literatura, foram encontrados estudos que verificaram menores pontuações no quociente de inteligência (QI) e maior probabilidade de sintomas de Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) em indivíduos expostos ao fumo materno durante a gestação. Porém, tal relação ainda é controversa na literatura, e não foram encontrados estudos abordando estas temáticas em países de baixa e média renda. Assim, este projeto propõe avaliar a associação entre fumo materno durante a gestação e o QI dos filhos durante a infância, adolescência e idade adulta, nas coortes de nascimentos de Pelotas de 1982, 1993, 2004, e a associação entre fumo materno e TAG na coorte de nascimentos de Pelotas de 1993. Para tal, serão utilizados dados referentes ao escore de QI, através do WISC-III em 2004 e do WAIS-III em 1982 e 1993, e à presença ou ausência de TAG através do Mini International Neuropsychiatric Interview, ambos aplicados por psicólogas treinadas. Ainda, serão utilizados dados referentes ao fumo materno durante a gestação, avaliado por questionários nos acompanhamentos perinatais das coortes. Serão realizadas análises ajustadas para fatores de confusão e estratificadas por sexo. Com isso, pretende-se conhecer a relação entre um fator comportamental modificável com o desenvolvimento cognitivo e psicológico, visando contribuir para a interrupção do fumo gestacional, proporcionando um neurodesenvolvimento saudável a longo prazo.

Objetivo Geral

Objetivo geral


Avaliar a associação entre fumo materno durante a gestação e o QI dos filhos durante a
infância, adolescência e idade adulta, nas coortes de nascimentos de Pelotas de 1982,
1993, 2004, e a associação entre fumo materno e TAG na coorte de nascimentos de
Pelotas de 1993.


Objetivos específicos


- Realizar uma revisão sistemática e meta-análise sobre a associação entre tabagismo
materno durante a gestação e o QI dos filhos;
- Descrever a média e o desvio padrão do QI nas coortes de nascimentos de Pelotas de
1982, 1993 e 2004, aos 30, 18 e 6 anos, respectivamente;
- Descrever a prevalência de tabagismo materno durante a gestação nas coortes de
nascimentos de Pelotas de 1982, 1993 e 2004;
- Avaliar a associação entre tabagismo materno durante a gestação e QI nos participantes
das coortes de nascimentos de Pelotas de 1982, 1993 e 2004, aos 30, 18 e 6 anos,
respectivamente;
- Descrever a prevalência do TAG na coorte de nascimentos de Pelotas de 1993, aos 22
anos;
- Avaliar a associação entre fumo materno durante a gestação e TAG nos participantes da
coorte de nascimentos de Pelotas de 1993, aos 22 anos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MARIANA LIMA CORRÊA401/10/201928/02/2022

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 23.626,00
CNPqR$ 97.431,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 106.890,50
Ministério da SaúdeR$ 66.750,00

Página gerada em 07/08/2022 22:05:34 (consulta levou 0.056780s)