Nome do Projeto
Recomendações Brasileiras de atividade física
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/11/2019 - 30/11/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
A inatividade física causa 5,3 milhões de mortes por ano no mundo (Lee et al, 2012). No Brasil, 13,2% de todas as mortes são decorrentes da inatividade física, de acordo com o Almanaque Global de Atividade Física produzido pelo Observatório Global de Atividade Física. Estimativas recentes indicam que 47% da população adulta brasileira não atinjam as recomendações de atividade física da Organização Mundial da Saúde (Guthold et al, 2018). No ano de 2012, um grupo de pesquisadores de mais de 15 países, representando todos os continentes, publicou a primeira Série Lancet de Atividade Física. A publicação coletou as informações mais globais e atualizadas à época sobre a vigilância em atividade física (Hallal et al, 2012), as causas da inatividade física (Bauman et al, 2012), as consequências à saúde da inatividade física (Lee et al, 2012), as intervenções disponíveis para estimular à prática de atividade física (Heath et al, 2012; Pratt et al, 2012) e o contexto político (Kohl et al, 2012). Em 2016, a segunda Série Lancet de Atividade Física foi publicada. O primeiro artigo (Sallis et al, 2016) trouxe uma atualização dos avanços no campo entre 2012 e 2016. Um artigo abordou o custo global da inatividade física (Ding et al, 2016) e outro analisou as relações entre a inatividade física, expressa pelo pouco envolvimento com a prática de atividade física, e o comportamento sedentário, expresso pelo tempo despendido na posição sentada (Ekelund et al, 2016). Por fim, um artigo analisou o contexto das intervenções globais de promoção da atividade física (Reis et al, 2016). O Brasil desempenha, há anos, papel de liderança no cenário global da atividade física. As duas Séries Lancet de Atividade Física foram lideradas por pesquisador brasileiro. O Brasil é um dos poucos países do mundo a possuir uma Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde, um Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúd A inatividade física causa 5,3 milhões de mortes por ano no mundo; 28% da população adulta brasileira não atingem as recomendações de atividade física da Organização Mundial da Saúde. Assim,o objetivo deste projeto é elaborar as recomendações brasileiras de atividade física.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
- Elaborar as recomendações brasileiras de atividade física, divididas por ciclos da vida e considerando os domínios e contextos nos quais se dá a prática de atividades física no Brasil.
Objetivos específicos:
- Construir a metodologia do processo de criação das recomendações brasileiras de atividade física;
- Produzir o documento com as recomendações brasileiras de atividade física, dividido por ciclos da vida e considerando os domínios e contextos nos quais se dá a prática de atividades física no Brasil;
- Disseminar as recomendações brasileiras de atividade física por meio de peças publicitárias e aplicativo, elaborados focando na população em geral.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Ministério da SaudeR$ 2.500.000,00

Página gerada em 23/01/2021 21:30:58 (consulta levou 0.108285s)