Nome do Projeto
Semeadura de precisão em alta velocidade: identificação de limitações técnicas e propositura de soluções
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
21/11/2019 - 31/08/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias - Engenharia Mecânica
Resumo
O uso de velocidades consideradas altas na operação de semeadura, tipicamente superiores a 6 km.h-1, causa redução na homogeneidade de distribuição longitudinal de sementes na linha de semeadura. Outros efeitos conhecidos do uso de velocidades elevadas, mas não abordados nesse projeto, são o aumento da variabilidade na profundidade do sulco da semente e do fertilizante e o aumento da exposição de solo na linha de semeadura no sistema de plantio direto. Essas reduções de qualidade na semeadura vêm limitando a capacidade operacional do conjunto trator-semeadora, o que traz aumento de custos diretos e indiretos (possibilidade de perda da “janela de semeadura”) ao agricultor. A hipótese de trabalho principal é a de que os sistemas de condução baseados na queda livre da semente do dosador ao solo, na qual a velocidade vetorial da semente é determinada pela força da gravidade e inércia após a ejeção do dosador, são insuficientes para manter a homogeneidade da distribuição de sementes no sulco diante dos desafios gerados pela necessidade do aumento da velocidade do conjunto trator-semeadora. Portanto, a condução precisa da semente ao fundo do sulco deverá ser controlada por meios ativos (condução forçada). O objetivo geral do projeto é identificar as limitações dos sistemas técnicos atualmente empregados na deposição de sementes no sulco (tubo condutor) e propor soluções técnicas para manutenção da regularidade de distribuição de sementes durante o transporte destas do dosador ao fundo do sulco no solo. Dentro deste escopo são enunciados os seguintes objetivos específicos: a) fazer uma revisão com estudo aprofundado do estado da técnica dos sistemas para deposição de sementes; b) identificar e definir os limites operacionais dos sistemas técnicos mais comumente empregados quanto à regularidade de dosagem e de deposição de sementes; c) projetar um sistema de deposição de sementes que supere os limites de funcionamento atualmente observados nas semeadoras. O presente projeto pretende preencher lacunas no conhecimento ainda existentes e fornecer respostas sobre onde e como ocorrem as reduções no padrão de distribuição gerado pelo dosador de sementes. A melhor compreensão desse fenômeno vai possibilitar a proposição de novas soluções, pelo projeto de sistemas mecânicos adequados ao problema.

Objetivo Geral

O objetivo geral do projeto é identificar as limitações dos sistemas técnicos atualmente empregados na deposição de sementes no sulco (tubo condutor) e propor soluções técnicas para manutenção da regularidade de distribuição de sementes durante o transporte destas do dosador ao fundo do sulco no solo. Dentro deste escopo são enunciados os seguintes objetivos específicos:
 Fazer uma revisão com estudo aprofundado do estado da técnica dos sistemas para deposição de sementes;
 identificar e definir os limites operacionais dos sistemas técnicos mais comumente empregados quanto à regularidade de dosagem e de deposição de sementes;
 projetar um sistema de deposição de sementes que supere os limites de funcionamento atualmente observados nas semeadoras.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANTONIO LILLES TAVARES MACHADO121/11/201931/08/2023
DOUGLAS ROGERIO KONRAD RENARD2001/03/202131/07/2021
EDUARDO WALKER121/11/201931/08/2023
FABRICIO ARDAIS MEDEIROS121/11/201931/08/2023
GIUSEPE STEFANELLO121/11/201931/08/2023
MARLON SOARES SIGALES221/11/201931/12/2021
MAURO FERNANDO FERREIRA121/11/201931/08/2023
ROBERTO LILLES TAVARES MACHADO121/11/201931/08/2023
TAIANE CAROLINE CANDIDO221/11/201931/08/2021
TAIANE CAROLINE CANDIDO2001/08/202031/07/2021

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 14.400,00

Página gerada em 19/06/2021 14:33:15 (consulta levou 0.047074s)