Nome do Projeto
REDES SOCIAIS DE APOIO À PATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/01/2008 - 30/08/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Resumo
A adolescência é a fase do desenvolvimento humano na qual os adolescentes ao vivenciá-la experimentam uma metamorfose. Incluir a paternidade a essa etapa é vivenciar um processo de transformações, construções e reconstruções. Ao enfocar a paternidade na adolescência, percebemos que esta temática é pouco abordada pelos estudiosos, uma vez que o pai adolescente é relegado a um segundo plano, em uma posição de menor destaque em relação ao da maternidade, pois as atenções, geralmente, são voltadas à adolescente grávida e não ao pai adolescente. Na presente proposta, além da ênfase na família enquanto um componente da rede de apoio da paternidade na adolescência consideramos importante, também a busca pelas demais redes que envolvem as questões de atenção à saúde ao pai adolescente. Esse estudo multicêntrico tem como objetivo conhecer as redes de apoio à paternidade na adolescência em três municípios de distintos estados brasileiros. Para viabilizar as diferentes dimensões do objeto desse estudo, a proposta está dividida em dois subprojetos: o quantitativo buscará identificar o perfil das puérperas adolescentes e o qualitativo constituir-se-á em uma investigação mais aprofundada das redes de apoio ao pai adolescente. O delineamento metodológico do subprojeto quantitativo estará subsidiado pela aplicação de um instrumento que captará o perfil das puérperas adolescentes e servirá como indicador do pai adolescente, já no subprojeto qualitativo utilizar-se-á entrevistas semi-estruturadas, elaboração de genograma e ecomapa. As entrevistas serão desenvolvidas em dois momentos: um no nascimento do filho(a) e outro aos seis meses da vivência da paternidade na adolescência. Acredita-se que os resultados desta pesquisa serão relevantes, ao desvendar alternativas de como acontece esse processo de apoio à paternidade, a partir do saber empírico daqueles que a vivenciam na adolescência. Além disso, o estudo ajudará a preencher a lacuna teórica sobre o tema, o que poderá contribuir para romper posturas constrangedoras e de "paralisia" por parte dos profissionais e serviços de saúde, que, muitas vezes, não conseguem abordar, de forma integral e cidadã, o usuário e a família que estão envolvidos na vivência da paternidade/maternidade na adolescência. Descritores: paternidade na adolescência, família, redes sociais e atenção à saúde

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
Conhecer as redes de apoio à paternidade na adolescência

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
- Identificar e avaliar as redes sociais de apoio ao adolescente na vivência da paternidade.
- Identificar e avaliar os vínculos familiares apoiadores da paternidade na adolescência.
- Identificar as potencialidades e fragilidades na atenção à paternidade na adolescência nos serviços de saúde.
- Propor tecnologias para o cuidado em saúde à paternidade na adolescência.
- Propiciar contribuição para mudanças e transformações da atenção à paternidade na adolescência a partir dos resultados obtidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2
4
4
4
4
4
4
JULIA CARDOSO PARRA1201/08/201231/07/2013
MARTINA MICHAELIS BERGMANN1201/08/201431/07/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00

Página gerada em 30/09/2020 15:53:28 (consulta levou 0.078280s)