Nome do Projeto
Qualidade de solos e produtividade de culturas em sistemas agrícolas da Encosta do Sudeste do RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2009 - 02/08/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Resumo
O incremento da produtividade agrícola está condicionado a qualidade de solos sob diferentes agroecossistemas. Existem várias dúvidas, relacionadas, mais particularmente, a relação existente entre a qualidade de solos e a produtividade de plantas. Nesse sentido, o objetivo geral deste trabalho, visa caracterizar e quantificar o nível de degradação física e química do solo em uma microbacia hidrográfica (MBH), com vistas a estimar modelos de adequação ambiental que orientem a tomada de decisões para o manejo e para a recuperação de áreas degradadas, contribuindo para a sustentabilidade e produtividade agrícola da região da Encosta do Sudeste do RS. Os objetivos específicos serão quantificar o intervalo hídrico ótimo e o parâmetro “S” da curva de retenção de água, o grau de compactação (compactação relativa), a capacidade de suporte de carga e a susceptibilidade do solo à compactação, o teor e estoque de carbono orgânico total e de nitrogênio total dos solos, o desenvolvimento radicular e a produtividade das principais espécies cultivadas e desenvolver funções de pedotransferência com a finalidade de identificar quais parâmetros apresentam maior sensibilidade para detectar diferenças no uso e no tipo de solo dessas áreas agrícolas. Ao longo das avaliações, pretende-se apresentar e discutir os resultados com consultores, técnicos e ou produtores rurais com o intuito de propor ações conjuntas para a adequação do uso da terra, buscando maior produtividade agrícola e qualidade ambiental.

Objetivo Geral

o objetivo geral deste trabalho, visa caracterizar e quantificar o nível de degradação física e química do solo em uma microbacia hidrográfica (MBH), com vistas a estimar modelos de adequação ambiental que orientem a tomada de decisões para o manejo e para a recuperação de áreas degradadas, contribuindo para a sustentabilidade e produtividade agrícola da região da Encosta do Sudeste do RS. Os objetivos específicos serão quantificar o intervalo hídrico ótimo e o parâmetro “S” da curva de retenção de água, o grau de compactação (compactação relativa), a capacidade de suporte de carga e a susceptibilidade do solo à compactação, o teor e estoque de carbono orgânico total e de nitrogênio total dos solos, o desenvolvimento radicular e a produtividade das principais espécies cultivadas e desenvolver funções de pedotransferência com a finalidade de identificar quais parâmetros apresentam maior sensibilidade para detectar diferenças no uso e no tipo de solo dessas áreas agrícolas. Ao longo das avaliações, pretende-se apresentar e discutir os resultados com consultores, técnicos e ou produtores rurais com o intuito de propor ações conjuntas para a adequação do uso da terra, buscando maior produtividade agrícola e qualidade ambiental.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
1
1
1
4
4
4
4
4
LEONIR ALDRIGHI DUTRA JUNIOR1201/08/201231/07/2013

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00
EMBRAPAR$ 0,00

Página gerada em 14/12/2018 13:00:17 (consulta levou 0.075688s)