Nome do Projeto
Alterações clínicas e metabólicas em potros neonatos e sua relação com os achados ginecológicos e obstétricos na égua
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2009 - 02/07/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Resumo
A proposta do projeto se baseia na hipótese de que as éguas caracterizadas como "problemas", ou seja, aquelas que apresentem alterações reprodutivas e/ou da gestação produzem placentas insuficientes que irão refletir em problemas clínicos perinatais nos potros. Apesar dos diversos dados bibliográficos existentes sobre neonatologia eqüina, vários fatores encontrados na prática não são explicados na literatura. É comum encontrar potros sadios nascidos de éguas problemas ou de placentas com alterações macroscópicas, ou então potros clinicamente comprometidos, sem alterações da égua ou placenta. Muitas vezes esta contradição pode ocorrer por falha em uma avaliação mais acurada de qualquer destes fatores. Com a execução do projeto, pretendemos demonstrar que existe uma relação direta entre todos os fatores avaliados, permitindo o entendimento das causas de inviabilidade fetal e neonatal em potros. Serão avaliadas 25 éguas Puro Sangue Inglês provenientes de 2 propriedades criatórias no município de Aceguá-RS, durante as temporadas reprodutivas de 2009-2010 e seus respectivos potros. As éguas serão avaliadas quanto ao histórico reprodutivo, padrão endometrial e acompanhamento da gestação. O parto será acompanhado para a presença de alterações. A placenta será avaliada sob os aspectos macro e microscópicos. O potro será examinado na primeira hora de vida para o reconhecimento da atitude e dos sinais vitais, assim como avaliação hematológica e bioquímica. A avaliação bioquímica visa avaliar o padrão metabólico do potro imediatamente após o parto, onde será aferido glicose, lactato, creatinina, GGT e uréia. Através dos resultados pretendemos demonstrar aos criadores de eqüinos onde estão concentrados os principais fatores que comprometem a viabilidade fetal e neonatal.

Objetivo Geral

O objetivo deste estudo é avaliar a relação existente entre os fatores envolvidos na gestação, parto, placenta e o histórico reprodutivo da égua e o aparecimento de alterações clínicas em potros neonatos, sob o aspecto clínico e metabólico.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
04
08
08
BRUNO ALBUQUERQUE DE ALMEIDA1201/06/201431/07/2014
RÚBIA ALVES SCHMITH1201/08/201231/07/2013
VITÓRIA MÜLLER1201/08/201331/05/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00

Página gerada em 12/11/2019 11:40:59 (consulta levou 0.071189s)