Nome do Projeto
RESPOSTAS BIOQUIMICAS E MOLECULARES À COMPETIÇÃO ENTRE TRIGO E AZEVÉM EM FUNÇÃO DE ESTRESSE HÍDRICO E HERBICIDAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/03/2010 - 03/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Matologia
Resumo
Na cultura do trigo diversos fatores limitam a produtividade, entre os quais, destaca-se o estresse decorrente da competição com plantas daninhas como o azevém, que é uma das principais espécies ocorrentes na cultura, como conseqüência desta interferência o suprimento de água pode sofrer influências negativas quando as plantas são submetidas a competição, ocasionando estresse hídrico. Além disso, a toxicidade causada pelos herbicidas é outro fator que também afeta a cultura do trigo. Para suportar essas pressões ambientais, as plantas passam a executar uma série de respostas fisiológicas e metabólicas, que são reguladas principalmente pela expressão gênica. Porém, faltam informações desses mecanismos relacionados a previsões conjuntas de estresses, entre a competição, água e/ou herbicida. O projeto será realizado em três estudos, a serem conduzidos em casa de vegetação e laboratório da FAEM/UFPel, visando determinar quais genes estão envolvidos no processo de competição da cultura do trigo com o azevém pelo fator água e determinar como se comportam as respostas do sistema antioxidante das plantas após a aplicação de herbicida. O primeiro estudo será realizado em série de substituição, como forma de estabelecer a competição; no segundo além da competição será acrescido o fator de estresse água; e, no terceiro será avaliada a interação entre população fixa de plantas daninhas e a aplicação de herbicidas. Como variável dependente mais relevante será avaliada o estudo da expressão de genes que codificam para proteínas envolvidas na via de biossíntese de fenilpropanóides, do sistema antioxidante, da divisão celular, da resposta hormonal, do choque térmico (HSPs), de fatores de transcrição, de quinases e fosfatases e da fotossíntese. O conhecimento dessas interações é essencial para a identificação de rotas envolvidas nos processos fisiológicos, bioquímicos e metabólicos na planta, e, consequentemente, na geração de estratégias moleculares para obtenção de plantas mais tolerantes as condições de estresses.

Objetivo Geral

Comparar a habilidade competitiva relativa de Lolium muliflorum com a cultura do trigo e investigar genes envolvidos na competição entre a cultura e a planta daninha.
Avaliar a influência do uso da água na capacidade competitiva do trigo em convivência com o azevém, além de identificar os prováveis genes envolvidos na competição da cultura em relação à planta daninha pela água;
Caracterizar o estresse oxidativo e o sistema antioxidante na cultura do trigo e da planta daninha Lolium muliflorum, mantendo fixa a população de plantas daninhas, após a aplicação de herbicida.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2
2
8

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00

Página gerada em 17/12/2018 18:27:37 (consulta levou 0.098857s)