Nome do Projeto
MODELA PELOTAS III_MODELA UFPEL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/02/2011 - 01/02/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo
Resumo
O problema a ser estudado foi delimitado no âmbito dos Projetos Modela Pelotas I [1] e Modela Pelotas II, que foram sendo desenvolvido no contexto do Curso de Especialização de Gráfica Digital, UFPel [2]. A arquitetura da cidade de Pelotas, especificamente aquela de valor histórico patrimonial reconhecido, tem servido de elemento motivador para o desenvolvimento de trabalhos de monografia [3] [4] e de conteúdos pertinentes a cada disciplina do Curso: Modelagem Geométrica, Modelagem Visual, Fundamentos e Aplicações de Informática Gráfica [5][6]. Considerando que o ato de modelar exige o desencadeamento de estudos para a descrição da geometria e da aparência dos elementos arquitetônicos, o projeto Modela Pelotas promove a construção de conhecimento a cerca deste patrimônio. Um conhecimento interdisciplinar envolvendo, principalmente, as áreas de Arquitetura, História, Artes Visuais e Turismo. Estes projetos referidos têm constituído um acervo digital importante incluindo trabalhos de reconstituição virtual de espaços arquitetônicos e urbanos de valor histórico e patrimonial para a Cidade de Pelotas. Este acervo, que vem sendo ampliado a cada edição do curso tem disponibilizado modelos capazes de estruturar um ambiente virtual, “Pelotas Virtual”. Este propósito delimita um dos objetivos do Projeto Modela Pelotas: de disponibilização e exploração deste ambiente virtual por diferentes setores, respondendo tanto a interesses acadêmicos, do ensino fundamental à pós-graduação, como a interesses sociais e culturais, tendo-se em vista o que é permitido realizar a partir das tecnologias atuais, como a realidade virtual com interatividade. No âmbito do Modela Pelotas I os modelos foram sendo produzidos por processos compatíveis com diferentes tecnologias (fundamentalmente a partir de software proprietário). Os objetivos de produção dos modelos foram diversificados, tanto no âmbito do Modela Pelotas I como do II: existem modelos próprios para a geração de imagens estáticas que buscaram um detalhamento geométrico e de aparência elevado; existem modelos constituídos para a produção de animações e ainda modelos adequados para a visualização em sistemas de realidade virtual, em tempo real, que geralmente exigem uma modelagem mais simplificada. O projeto Modela Pelotas II se diferenciou pela investigação sobre a viabilidade de adotar integralmente a filosofia de trabalho a partir de software livre no processo de geração de modelos digitais para os diferentes tipos de representações: imagem estática, animação e realidade virtual. Ambos Projetos, avançando no propósito de possibilitar a implementação da Pelotas Virtual e de promover a revisão do processo de ensino/aprendizagem do próprio Curso de Especialização em Gráfica Digital, constituíram um acervo significativo de modelos digitais. Neste contexto vivenciam-se problemas no processo de armazenamento destes modelos, que por falta de uma sistematização fundamentada em teorias da informação, os modelos não estão armazenados de maneira a facilitar mecanismos de busca, indexação e restituição da informação produzida. Esta problemática caracteriza o Projeto Modela Pelotas III.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Estruturação de metodologias de armazenamento de modelos digitais tridimensionais que facilitem o acesso e atualização deste tipo de informação através da INTERNET.
Objetivos específicos:
• Manter uma equipe interdisciplinar de trabalho: Arquitetura, Artes Visuais, Gráfica Digital e Informática Gráfica, buscando o compartilhamento de conhecimento e a potencialização da formação de cada membro da equipe;
• Reconhecer e selecionar teorias e técnicas de armazenamento na INTERNET compatíveis com o tipo de dado a ser armazenado: modelos digitais tridimensionais
• Revisar metodologias de construção de modelos digitais, compatíveis com o perfil de usuários com formação em arquitetura e design, para as diferentes modalidades de representação e apresentação: imagens estáticas, animação e realidade virtual, tendo em conta o processo de armazenamento e disponibilização na INTERNET;
• Seguir promovendo a revisão de processos de produção acadêmica e científica do Curso de Especialização em Gráfica Digital;
• Divulgar e validar os resultados parciais e finais do Projeto, em fóruns científicos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
4
4
4
4
4
PAMELA QUINTANA XAVIER1201/08/201331/07/2014

Página gerada em 13/12/2018 11:23:13 (consulta levou 0.081843s)