Nome do Projeto
Manejo diferenciado de práticas agrícolas em pomar de pessegueiro com base nos atributos do solo, da planta e do microclima
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2010 - 28/02/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Resumo
A Região de Pelotas-RS possui excelentes condições de clima e solo para a produção de pêssego. Entretanto, existe uma carência de informações e a necessidade de pesquisas relacionadas a inovações tecnológicas agrícolas que visem o aumento da produtividade e da qualidade da sua produção. Este projeto visa à confecção de mapas de atributos do solo, da planta e do microclima para delimitar as suas zonas homogêneas e associá-las à tomada de decisão no manejo diferenciado de um pomar de pessegueiro. O experimento será implantado em um pomar localizado em Morro Redondo-RS, variedade Esmeralda, espaçamento de 5,5 x 1,7 m (1450 plantas). Será estabelecido um grid com 102 pontos, onde serão coletadas amostras de solo, nas faixas de 0-0,10 e 0,10-0,20 m, para determinar a densidade do solo e de partículas, granulometria, porosidade total, macro e micro; pH em água e índice SMP, carbono orgânico, alumínio, hidrogênio + alumínio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e sódio. Serão determinados os seguintes atributos relacionados à planta e ao microclima: produtividade, número e diâmetro dos frutos de pêssego e crescimento do ramo, velocidade do vento, radiação solar e temperatura do ar. Os atributos serão analisados via Estatística Clássica e Geoestatística para estudar as suas estruturas de variabilidade espacial, elaborar os seus mapas de contorno delimitando as zonas homogêneas associando-as à tomada de decisão no manejo do pomar de pessegueiro.

Objetivo Geral

- mapear e identificar os diferentes padrões de comportamento espacial dos atributos físicos, químicos e hídricos do solo e do usando o processo de interpolação geoestatístico de krigagem;
- mapear e identificar os diferentes padrões de comportamento espacial das variáveis micrometeorológicas usando o processo de interpolação geoestatístico de krigagem;
-associar os mapas de zonas homogêneas dos atributos do solo, da planta e das variáveis micrometeorológicas e propor um manejo diferenciado de práticas agrícolas baseado na estrutura de variabilidade espacial destes atributos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
01
01
01
01
02
02
02
02
02
02
02
20
40
HENRIQUE OLDONI1201/08/201231/07/2013

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
EMBRAPAR$ 0,00

Página gerada em 14/12/2018 13:17:22 (consulta levou 0.105041s)