Nome do Projeto
Ângulo de convergência em preparos para próteses fixas realizados por alunos de graduação.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2011 - 01/10/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Resumo
O ângulo de convergência (taper), em próteses parciais fixas influência nos princípios biológicos e mecânicos dessas próteses. Na literatura, há discordância entre os autores sobre o melhor ângulo de convergência para ser aplicado em preparações dentárias, bem como os praticados pela comunidade odontológica. Considerando-se isto, este estudo visa analisar o ângulo de convergência das paredes dos dentes anteriores e posteriores preparados pelos alunos dos semestres 7, 8 e 9 da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas, Brasil, através da análise digital de 90 fotografias de troqueis/preparos produzidos entre outubro de 2011 e dezembro de 2012. O trabalho prevê a inclusão de dois fatores de variação: Grupo dental (dois níveis, anterior e posterior) e semestre do aluno quando da realização do preparo (três níveis, 7º, 8º ou 9º semestre). Os dados sofrerão análise estatística descritiva e comparativa. O sucesso da pesquisa poderá servir como parâmetros para futuros estudos que se relacionem com o mesmo tema. Palavras- chaves: prótese fixa, ângulo de convergência, resistência, coroas dentárias.

Objetivo Geral

Os objetivos do presente trabalho são:
a) Descrever a incidência estatística das angulações das paredes dos preparos dentais para PPF dos alunos de graduação em Odontologia da UFPel;
b) Verificar se existe ou não diferença na inclinação das paredes entre os dentes anteriores e posteriores preparados por alunos do referido curso e;
c) Verificar se existe ou não diferença na inclinação das paredes dos dentes preparados por alunos do 7º, do 8º e do 9º período do referido curso.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2

Página gerada em 12/12/2018 12:25:23 (consulta levou 0.059382s)