Nome do Projeto
“PARA-FORMALIDADES” NO CENTRO DA CIDADE: A cartografia urbana como método de apreensão e análise de configurações complexas no processo de planejamento urbano.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2011 - 01/08/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Planejamento e Projeto do Espaço Urbano
Resumo
A investigação é dedicada a mapear a “para-formalidade” em centros de cidades (inicialmente em casos de atuação da equipe do Laboratório de Urbansimo, da FAUrb/UFPel), a partir de cartografias urbanas, fazendo uso de recursos infográficos e sendo divulgado em tempo real por meio de website. A pesquisa se volta para os espaços não regulados, espaços anarquistas, onde se produzem atividades que tendem a subverter as leis da econômia tradicional, do urbanismo e das relações humanas, gerando mudanças importantes, tanto teóricas como práticas, na maneira de pensar e planejar a cidade. Este aspecto informal, longe de ser ocasional, constitui uma regra importante no desenvolvimento de muitas cidades na contemporâneidade – esses são espaços “para-formais”. Portanto os lugares considerados “para-formais” nessa pesquisa são aqueles que se encontram no cruzamento do formal (formado) e do informal (em formação), constítuidos por três pontos essênciais: a cidade em formação, o príncipio de acordos, regras e projetos; a cidade em desagregação, os processos de acordos urbanos conflitivos, friccionantes ou catastróficos e; as situações urbanas onde existam fortes “indiferenças” estratégicas entre os atores. Como resultado serão produzidos mapas urbanos, onde serão demarcas os territórios “para-formais”, para posteriormente realizar simulações (cenários de futuro: otimistas/pessimistas, temporais, situacionais, etc.) e cruzamento de tipos/categorias. As principais contribuições esperadas são: os avanços na área de cadastro e mapeamento de configurações complexas; a produção local de metodologia e tecnologia; a produção de conhecimento sobre ecologias urbanas “para-formais” e; a produção de conhecimento sobre metodologia de cartografia urbana.

Objetivo Geral

O objetivo geral da proposta é compreender e sistematizar as “para-formalidades”, encontradas nos centros das cidades, utilizando como metodologia para a coleta e análise de dados: a “cartografia urbana”; com a intenção de dar visualidade aos fenômenos urbanos da contemporaneidade.
Como objetivos específicos:
- Analisar diferentes propostas de aproximação com a cidade e suas “para-formalidades” e estabelecer variáveis que permitam ilustrar de maneira clara o espaço e o tempo como sentido básico de orientações, através de elementos de leitura de planos e cartografias.
- Confeccionar plataformas interativas (infográficas e website) que suportem as variáveis e mapas produzidos pelas errâncias urbanas5 realizadas no centro das cidades.
- Perceber a caminhabilidade pelos espaços públicos como um dos aspectos fundamentais para a sustentabilidade urbana – trajetos; de outro propomos a experiência corporal na cidade a partir de eventos que estimulem a errância urbana – derivas6.
- Conhecer por meio da relação direta com as “para-formalidades” na cidade, seu potencial cultural e pedagógico, entendendo mesmo que a cidade como poder ser: ensina; além de promover a integração entre centros de pesquisa que estudem a cidade e a contemporaneidade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
5
5
5
5
5
5
CRISTIANE DOS SANTOS NUNES1201/08/201231/07/2013
DÉBORA SOUTO ALLEMAND1201/08/201331/01/2014
DÉBORA SOUTO ALLEMAND1201/08/201231/07/2013
LAÍS DELLINGHAUSEN PORTELA1201/08/201331/07/2014
LUANA PAVAN DETONI1201/08/201231/07/2013
RAFAELA BARROS DE PINHO1201/02/201431/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
Recursos própriosR$ 0,00

Página gerada em 17/12/2018 18:06:08 (consulta levou 0.076147s)