Nome do Projeto
Manejo de resíduos sólidos e produção mais limpa como contribuição para as dimensões ambiental, social e econômica da sustentabilidade: estudo de caso em agroecossistema de base familiar e em transição agroecológica.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
08/03/2011 - 08/03/2014
Unidade de Origem
Resumo
A intensificação da produção agrícola gerou diferentes efeitos negativos ao ambiente. Por outro lado, estilos de agricultura de base ecológica são importantes ferramentas para o Desenvolvimento Rural Sustentável, apresentando, dentre outras características, a utilização de recursos que permitam que os ciclos materiais e energéticos nos agroecossistemas sejam os mais fechados possíveis, utilizando insumos gerados na propriedade e oferecendo produtos mais saudáveis e evitando a poluição ambiental e preservando recursos naturais. Boas Práticas de Produção em Meio Ambiente nos sistemas de produção agrícola, são fundamentais na busca de uma agricultura mais harmoniosa com a natureza. Sob o ponto de vista agrícola, a principal vantagem do uso de resíduos relaciona-se ao o fornecimento de nutrientes contidos e/ou com benefícios ligados ao seu conteúdo orgânico, que são gerados em qualquer atividade desenvolvida em propriedades agrícolas. A produção mais limpa envolve a aplicação de uma estratégia econômica, ambiental e técnica, integrada aos processos e produtos, a fim de aumentar a eficiência no uso de matérias-primas, água e energia, através da identificação de oportunidades de produção mais limpa, que possibilitem a não-geração, minimização ou reciclagem dos resíduos gerados, com benefícios ambientais e econômicos para os processos produtivos. A produção mais limpa, como estratégia preventiva, passa a ser uma importante ferramenta a ser utilizada sistemas de produção de base ecológica, preconizando o reaproveitamento de resíduos gerados na própria propriedade em detrimento do consumo de insumos externos. A presente pesquisa tem como objetivo geral, verificar de que forma o manejo de resíduos e a produção mais limpa podem contribuir nas dimensões ambiental, social e econômica da sustentabilidade de agroecossistemas de base familiar e em transição agroecológica e será desenvolvida através de um estudo de caso numa propriedade agrícola de base familiar localizada no município de Morro Redondo, RS, que se encontra em processo de transição agroecológica. A metodologia será a preconizada pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP) para implantação de programas de Produção mais Limpa, constituída das seguintes etapas: Caracterização do agroecossistema; aracterização e quantificação dos resíduos gerados; identificação das oportunidades de produção mais limpa; estabelecimento de indicadores; estudos de viabilidade e da (melhoria) sustentabilidade do agroecossistema. Ao final da pesquisa será elaborado um manual de boas práticas agrícolas, atendendo as dimensões social, econômica e ambiental da sustentabilidade.

Objetivo Geral

3.1 OBJETIVO GERAL
O presente projeto de pesquisa tem como objetivo geral, verificar de que forma o manejo de resíduos e a produção mais limpa podem contribuir nas dimensões ambiental, social e econômica da sustentabilidade de agroecossistemas de base familiar e em transição agroecológica.
3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
1 Caracterizar os resíduos gerados num agroecossistema de base familiar e em transição agroecológica;
2 Quantificar a geração desses resíduos identificando demandas da propriedade;
3 Identificar oportunidades de produção mais limpa para o manejo dos resíduos sólidos no agroecossistema;
4 Identificar as contribuições da produção mais limpa nas dimensões social, ambiental e econômica da sustentabilidade no agroecossistema.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
20

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00

Página gerada em 10/12/2018 20:09:32 (consulta levou 0.085505s)